Share Button

Por G1 BA

Foto: Karina Zambrana /ASCOM/MS

Foto: Karina Zambrana /ASCOM/MS

O número de novos integrantes do programa Mais Médicos em atividade na Bahia dobrou desde o último balanço parcial divulgado e chegou a 594, segundo informações passadas ao G1, nesta segunda-feira (17), pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab). Os dados foram contabilizados até as 17h da sexta-feira (14). O prazo para a entrega de documentação foi prorrogado pelo Ministério da Saúde e vai até esta terça (18). Na Bahia, foram ofertadas 853 vagas. De acordo com os dados divulgados nesta segunda pela Sesab, até a última sexta, 717 médicos já tinham se apresentado nas unidades de saúde onde se inscreveram para trabalhar. Contudo, 76 desistiram das vagas, 3 serão remanejados para outras unidades e 44 ainda não tinham começado a trabalhar. Além disso, outros 136 médicos ainda estavam com a entrega de documentos pendente. Em todo o país, segundo o Ministério da Saúde, 2.476 médicos ainda não tinham se apresentado nas unidades de saúde até esta segunda-feira, o que equivale a cerca de 30% do total de inscritos nacionalmente. Das 8.517 vagas oferecidas no primeiro edital, 106 não foram preenchidas, a maioria em distritos indígenas. As inscrições para o programa foram abertas no dia 20 de novembro, com o objetivo de selecionar brasileiros para substituir os médicos cubanos do programa, após Cuba decidir retirar profissionais do país, citando “referências diretas, depreciativas e ameaçadoras” feitas pelo presidente eleito Jair Bolsonaro.