Share Button

Por Poder 360

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

Na manhã desta terça-feira (11), a Polícia Federal cumpre mandado de busca e apreensão no apartamento de Aécio Neves (PSDB), no bairro de Ipanema, no Rio, e também da irmã do senador, Andréa Neves, em Minas Gerais. Frederico Pacheco, primo dos Neves, também recebeu ordens judiciais. A operação é baseada nas delações da JBS e apura crimes de corrupção. A polícia está a procura de documentos relacionados aos depoimentos de Joesley Batista e Ricardo Saud, do grupo J&F. Eles delataram repasses de propina de quase R$ 110 milhões a Aécio. Os outros alvos são Cristiane Brasil (PTB) e Paulinho da Força, presidente nacional do partido Solidariedade. A PF afirmou que o Aécio Neves comprou apoio do político por R$ 15 milhões, além de receber ajuda de empresários com doações de campanha e caixa 2 (através de notas frias). O ministro do STF Marco Aurélio é relator das investigações contra o congressista. Segundo o G1, são investigados ainda os senadores Agripino Maia (DEM-RN) e Antonio Anastasia (PSDB-MG) e o deputado federal Benito da Gama (PTB-BA). Ao todo, são 24 mandados de busca e apreensão sendo cumpridos em Rio, RN, MG, BA e DF.