Share Button
agroindustria_miranda

Projeto prevê a estruturação da agroindústria de polpas de frutas que está sendo construída em terreno cedido pela prefeitura no Miranda | Foto: Divulgação

A Secretaria de Desenvolvimento Rural da Bahia (SDR) anunciou nesta quarta-feira (14), a lista das associações e cooperativas que serão beneficiadas com recursos para serem investidos em projetos ligados às cadeias produtivas da mandiocultura, oleaginosa e fruticultura. Segundo a pasta, o valor total de R$ 40 milhões será dividido entre 104 entidades de todo o estado, que serão atendidas pelo projeto de desenvolvimento rural sustentável Bahia Produtiva, da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR). A Associação dos Moradores e Produtores do Povoado de Miranda (Amppm), localizado na zona rural de Santaluz, foi uma das entidades selecionadas no edital de fruticultura e será contemplada com recursos no valor de R$ 379.2 mil. Segundo a presidente da associação, Lina de Jesus Santos, o projeto prevê a construção de um galpão e a pavimentação do entorno da agroindústria de beneficiamento de polpas de frutas que está sendo construída na comunidade, em terreno cedido pela prefeitura, além da aquisição de veículos como carro utilitário e moto para realizar o escoamento da produção do empreendimento. “Vamos iniciar o processo do convênio já a partir da próxima semana e em breve começaremos a executar o projeto. Ficamos felizes por mais esta oportunidade que surge para ajudar na geração de renda das famílias da nossa comunidade”, disse.

Notícias de Santaluz