Aconteceu nesta quinta-feira (25), mais uma reunião para discussão do Plano de Carreira dos Professores e dos Servidores da Educação do município de Santaluz. A reunião aconteceu na Sede da Secretaria Municipal de Educação e contou com a presença do Secretário Municipal de Finanças, José Antonio Nunes, da Secretária Municipal de Educação, Profª Rosimar da Silva Sena Reis, do Diretor da APLB/SINDICATO, Prof. Clenildo da Cunha Peixinho e do professor Marivaldo Abreu, presidente do FUNDEB e vice-diretor da APLB/SINDICATO, além dos representantes dos Professores e Servidores da Educação do município de Santaluz. Nenhum representante da Comissão de Educação da Câmara Municipal compareceu à reunião.

Durante o encontro o Diretor da APLB/SINDICATO, anunciou a decisão da categoria dos professores, resultado de uma discussão durante a Paralisação Nacional realizada no dia 11 de julho. Na ocasião ficou estabelecido que a classe não abrirá mão de os cargos de diretor, vice-diretor, supervisores e coordenadores pedagógicos serem ocupados por professores concursados na Educação. Neste caso, uma nova reunião foi marcada para o dia 14 de setembro de 2013, para que a Comissão possa avaliar a situação e emitir um parecer.

A Secretária de Educação apresentou uma proposta para adiantar a discussão sobre afastamento para MESTRADO, mas, os professores envolvidos na Comissão não aceitaram, mantiveram a postura de discutir o Plano como um todo e não apenas parte dele.

Diante disso foi elaborado um cronograma de reuniões para discutir tanto o Plano de Carreira dos Servidores de Apoio  a Educação (nos dias 08, 22 e 29/08), quanto dos Professores (nos dias 15 e 23/08; e 12/09).

APLB realizará I Seminário Temático

A APLB/SINDICATO realizará em parceria com as APLB´s de São Domingos, Queimadas, Nordestina, Cansanção, Itiúba e Monte Santo um Seminário para discutir o Plano de Carreira e a valorização dos funcionários da Rede Pública Municipal. O evento acontecerá no dia 28 de agosto, no Auditório do CENOS, e contará com a presença de Prefeitos e Secretários dos municípios envolvidos, além da Comissão de Educação da Câmara, Conselho do FUNDEB, Conselho Municipal de Educação, Ministério Público, Deptº Jurídico da APLB e um Consultor do Ministério da Educação e Cultura (MEC).

Redação Notícias de Santaluz – Com informações da APLB/SINDICATO