Foto: Cleriston Silva

A prefeitura de Teofilândia irá demitir mais de 200 funcionários contratados. O comunicado foi feito pelo secretário de administração Rafael Olímpio, na manhã desta terça-feira (13), no programa “Jornal Serrinha Hoje”, da Rádio Continental.

O limite global de despesa com pessoal fixado pela Lei de Responsabilidade Fiscal é de 54% da receita corrente líquida municipal. Em Teofilândia, segundo Olímpio, o somatório dos gastos já chega a 60,8% da receita. Ainda segundo o secretário, após os cortes, o valor gasto com pagamento de funcionários ficará em torno de R$ 1,3 milhão.

A área mais atingida com os cortes será a educação. O número total de demissões pode chegar a 250.

Boatos sobre demissão em massa assusta servidores contratados de Santaluz 

Nos últimos dias os boatos que circulam em Santaluz, dão conta de que algo entre 150 a 200, prestadores de serviços contratados serão demitidos ou afastados da folha do município.

Os boatos ganharam força após declaração polêmica, feita pelo vereador Luizão, nesta segunda-feira (12) durante sessão ordinária realizada no plenário da câmara municipal, em Santaluz. O vereador acusou o município de Santaluz de estar operando com a folha salarial inchada e, de acordo com o edil, o executivo municipal deverá promover “limpeza geral”, nos próximos dias, para escapar da “malha fina” do TCM. Estima-se que em Santaluz as despesas já ultrapassaram a casa dos 50%.

Redação Notícias de Santaluz – Com informações de Cleriston Silva