Share Button
Mulher segura cartaz com mensagem a favor do uso terapêutico da cannabis nesta quarta-feira (29) do lado de fora do Senado da Argentina (Foto: AP Foto/Natacha Pisarenko)

Mulher segura cartaz com mensagem a favor do uso terapêutico da cannabis do lado de fora do Senado da Argentina | Foto: AP Foto/Natacha Pisarenko

O Senado da Argentina aprovou nesta quarta-feira (29) uma lei que autoriza o uso de óleo de maconha com fins medicinais no país. O projeto recebeu todos os 58 votos no plenário do Senado, sendo aprovado com unanimidade e na presença de um grupo de mães com filhos doentes. O projeto de lei foi aprovado na Câmara dos Deputados em novembro. A iniciativa aprovada permite importar óleo de cannabis para pacientes com indicação médica, mas não contempla o cultivo pessoal, uma queixa das famílias que já tratam seus filhos com este produto. De acordo com ao jornal “El Clarín”, a lei estabelece um marco regulatório para a pesquisa médica e científica sobre o uso da substância e seus derivados e garante o acesso gratuito ao óleo que é extraído da planta. Ainda segundo o jornal, a lei foi impulsionada por famílias de pacientes usuários de óleo de cannabis, a planta da maconha, e por setores da comunidade médica e científica que defendem o uso terapêutico da substância.