Share Button

Por Folhapress

Fotos: Valter Pontes / Secom / Agência Brasil

O ex-juiz Sergio Moro (Podemos-PR) encontrou-se com o presidente do DEM, ACM Neto, pouco depois do evento de sua filiação, na semana passada, e discutiu o apoio do partido à sua empreitada eleitoral no ano que vem. A reunião teve a participação da presidente do Podemos, Renata Abreu (SP).

O DEM está em processo de fusão com o PSL para criar o União Brasil. O Podemos tenta atrair a nova sigla para engrossar os apoios e o tempo de televisão a que o ex-magistrado terá direito na campanha.

O tema divide o União Brasil. A cúpula do PSL tem evitado encontros com Moro para não indicar apoio antes da hora e há quem defenda só apoiá-lo caso ele se filie ao União Brasil.

Já caciques do DEM avaliam que o ideal seria não ter o ex-juiz no partido para não contaminar os palanques de candidatos a governos estaduais.

Hoje, integrantes do DEM veem dois nomes como os mais competitivos da chamada terceira via: Moro e o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB).

A decisão sobre aliança do União Brasil com o ex-juiz só deverá ser tomada mais à frente e dependerá da perfomance dele nas pesquisas eleitorais, mas não é vista como improvável no futuro partido.