WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio




Laboratório Checap

Drogaria Santana

Adrivana Cunha Hospital de Olhos


:: ‘Destaque1’

Consumidor pagará R$ 30 bilhões a fundo do setor elétrico, decide Aneel; alta na conta será de 3,3%

Share Button

Por g1

Foto: Helena Pontes/IBGE

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (26) o orçamento de 2022 da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE). Pela decisão, a CDE terá R$ 32,096 bilhões, dos quais R$ 30,219 bilhões serão pagos pelos consumidores na conta de luz, o que representa alta de 54,3% na comparação com 2021, quando os clientes pagaram R$ 19,581 bilhões. Pelas estimativas da agência, o aumento médio na conta de luz será de 3,39%. A Conta de Desenvolvimento Energético é um fundo usado para bancar ações e subsídios concedidos pelo governo no setor de energia. A CDE deve ser utilizada, por exemplo, para garantir a universalização do serviço de energia elétrica no país. O total previsto para a CDE aprovado nesta terça-feira representa aumento de 34,2% na comparação com 2021, quando o orçamento do fundo foi de R$ 23,917 bilhões. O orçamento de 2022 é também o maior valor desde 2003, quando a CDE foi implementada.

Governador da Bahia critica operação da Polícia Federal que investiga compra de respiradores: ‘Não consigo entender’

Share Button

Por TV Globo e g1 BA

Foto: TVE/Reprodução

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), comentou a operação Cianose, da Polícia Federal, deflagrada nesta terça-feira (26), para investigação da contratação da empresa Hempcare pelo Consórcio Nordeste, para fornecimento de ventiladores pulmonares durante o pico inicial da pandemia de Covid-19 no Brasil.

O governador é um dos investigados, mas não é alvo de mandados na ação desta terça. Rui Costa criticou a operação e disse que não entende a realização de buscas dois anos após o começo da investigação. A mesma empresa foi alvo de uma ação da Polícia Civil da Bahia em uma investigação da policia baiana sobre o caso.

“Eu confesso que até entenderia e bateria palma se hoje os responsáveis tivessem sido presos. Mas eu não consigo entender uma busca e apreensão dois anos depois. Alguém acha que esse povo tá com alguma coisa a mais?”, disse.

“Alguém acha que um bandido que roubou, que fez traquinagem com o dinheiro público, alguém acha que depois de dois anos ele está guardando as coisas em casa? Eu estaria alegre se tivesse tido prisão”, completou.

A operação cumpre 14 mandados de busca e apreensão em Salvador, no Distrito Federal, e nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça. As buscas contam com apoio da Controladoria Geral da União. Um dos alvos dos mandados é Bruno Dauster, ex-secretário da Casa Civil do governador.

O governador lamentou o andamento do processo na Justiça brasileira e comparou com um processo movido na Justiça dos Estados Unidos, também sobre uma compra frustrada de respiradores, mas que já foi julgado e finalizado.

“Não tem ninguém mais ansioso do que eu para que esse processo avance e se conclua. Nós temos que demonstrar e comparar. Tivemos dois processos de compras frustrados. Um de uma empresa americana e outro de um grupo no Brasil. A do processo na Justiça americana, o estado já teve o dinheiro de volta. Na Justiça brasileira se arrasta há quase dois anos. […] Queremos a conclusão disso e quem está culpado vá para o xilindró”, disse.

O governador ainda criticou o Ministério Público e o judiciário baiano por concederem liberdade para os empresários presos durante uma operação da Polícia Civil da Bahia contra a Hempcare.

“Porque o Ministério Público da Bahia pediu a soltura dos bandidos que roubaram o estado? Porque que juíza concordou com isso? Se queria remeter para a Justiça Federal não precisava ter soltado. A decisão deveria ser para que mantivesse preso e transferia o processo pra Justiça Federal. […] Continuo indignado pelo fato de saber que estavam presas e assinaram documento que iriam devolver o dinheiro, e o Ministério Público da Bahia pediu para soltar essas pessoas e o juiz confirmou”, disse.

Em nota, o Consórcio Nordeste diz “foi vítima de fraude por parte de empresários que receberam o pagamento e não entregaram os aparelhos”.

O Consórcio diz ainda que foi o responsável pela denúncia e que segue aguardando a apuração do crime, o julgamento e a punição dos responsáveis, além da devolução do dinheiro aos cofres dos respectivos estados. Atualmente, o Consórcio é presidido pelo governador de Pernambuco, Paulo Câmara.

Ex-secretário do governo da Bahia é alvo de operação da PF sobre compra de respiradores

Share Button

Por TV Globo e g1 BA

Veículos da Polícia Federal e da CGU no Corredor da Vitória, em Salvador | Foto: Phael Fernandes/TV Bahia

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira (26), a operação Cianose, que investiga a contratação de uma empresa pelo Consórcio Nordeste, para fornecimento de ventiladores pulmonares durante o pico inicial da pandemia de Covid-19 no Brasil.

São cumpridos 14 mandados de busca e apreensão em Salvador, no Distrito Federal, e nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça. As buscas contam com apoio da Controladoria Geral da União.

Em Salvador, a operação é cumprida em um prédio de luxo no Corredor da Vitória. Um dos alvos dos mandados é Bruno Dauster, ex-secretário da Casa Civil do governador Rui Costa (PT) . O governador é um dos investigados, mas não é alvo de mandados na ação desta terça.

Por meio de nota, o ex-secretário Bruno Dauster considerou a ação “extemporânea e desnecessária”. Dauster diz que já prestou, de forma espontânea, dois depoimentos, um para a Polícia Civil e outro para a Polícia Federal e diz que sempre se colocou à disposição para auxiliar no esclarecimento dos fatos.

Outro alvo da operação é o consultor Cleber Isaac. Após a operação ser deflagrada, ele se apresentou na sede da Polícia Federal, em Ilhéus, no sul da Bahia. De acordo com o advogado Milton Ventorim Jr, responsável pela defesa de Cleber Isaac, ele entregou o celular e deixou documentos de toda as tratativas durante o processo de venda dos respiradores.

Ainda segundo o advogado, Cleber Isaac foi um consultor contratado inclusive após as negociações terem se iniciado. Ele diz ainda que seu cliente comprovará “o seu empenho para solução dessa entrega dos respiradores, mesmo não tendo gerência ou qualquer participação na empresa HempCare”.

Em nota, o Consórcio Nordeste diz “foi vítima de fraude por parte de empresários que receberam o pagamento e não entregaram os aparelhos”. O Consórcio diz ainda que foi o responsável pela denúncia e que segue aguardando a apuração do crime, o julgamento e a punição dos responsáveis, além da devolução do dinheiro aos cofres dos respectivos estados.

Conforme a PF, o processo de aquisição teve diversas irregularidades, como pagamento antecipado de seu valor integral, sem que houvesse no contrato garantia contra eventual inadimplência por parte da contratada. Ao fim, nenhum respirador foi entregue.

Ainda segundo a PF, os investigados podem responder pelos crimes de estelionato em detrimento de entidade pública, dispensa de licitação sem observância das formalidades legais e lavagem de dinheiro.

O nome da operação, Cianose, tem relação com uma condição de saúde que pode afetar pacientes que passa, por problemas relacionados à má oxigenação do sangue, por exemplo, por uma insuficiência respiratória ou uma doença pulmonar.

Em nota, a CGU cita que em auditoria realizada foi verificado que, “apesar dos valores envolvidos e da relevância dos equipamentos naquele momento da pandemia, não constava do processo justificativa para escolha da empresa, que se dedicava à comercialização de medicamentos à base de Cannabis, assim como qualquer comprovação de experiência ou mesmo capacidade operacional e financeira para cumprir o contrato”.

Além disso, a CGU diz que auditoria constatou que o pagamento de quase R$ 49 milhões foi feito de forma antecipada, “sem as devidas garantias contratuais e sem observar as orientações da Procuradoria Geral do Estado”. O órgão ainda diz que como respiradores nunca foram entregues e o contrato foi rescindido sem que houvesse a restituição da quantia paga, houve prejuízo aos cofres públicos de R$ 48.748.575,82.

Cerca de 400 kg de maconha são apreendidas na Bahia; droga seria entregue a pastor evangélico

Share Button

Por g1 BA

Foto: Marlon Ferraz/Blog Braga

Cerca de 400 quilos de maconha, divididos entre 342 tabletes, foram apreendidos em Luís Eduardo Magalhães, região oeste da Bahia, na noite de segunda-feira (25). Segundo o caminhoneiro que transportava a carga, o receptador da droga seria um pastor evangélico que atua na cidade.

A Polícia Militar encontrou o material após receber uma denúncia anônima. Quando os militares chegaram no posto, o material já estava sendo descarregado, para ser entregue ao pastor. Homens que desempilhavam a carga fugiram ao ver os agentes.

Os policiais, no entanto, encontraram o motorista do caminhão ainda no local. Ele não teve nome divulgado e disse que não sabia o teor da carga. O homem detalhou que o material foi pego em uma empresa de transportes da cidade paranaense de Maringá.

Na nota do material constava que a carga seria uma doação para uma igreja de Feira de Santana, liderada pelo pastor, que seria o receptor da droga. O motorista foi levado para delegacia, prestou depoimento e foi liberado.

A polícia não informou o nome do pastor, nem disse se ele vai ser convocado para prestar depoimento. 

A empresa de transportes informou que desconhecia o conteúdo que estava nas caixas transportadas e apreendidas em Luís Eduardo Magalhães. Disse ainda que a empresa foi contratada por um homem para enviar 10 caixas para a cidade Feira de Santana, pelo valor de R$ 400.

A empresa reiterou que o contratante alegou que nas caixas tinham alimentos para doação e coisas de cozinha. A transportadora detalhou que já entrou em contato com a polícia, para apresentar as provas disponíveis.

Homem é preso após descumprir medida protetiva e incendiar casa da mãe na Bahia

Share Button

Por TV Sudoeste e g1 BA

Foto: Divulgação/Polícia Militar

Um homem foi preso no domingo (24), após descumprir uma medida protetiva que determinava que ele mantivesse distância da própria mãe, e incendiar a casa dela. O caso aconteceu na cidade de Sebastião Laranjeiras, no sudoeste da Bahia, e a vítima não ficou ferida.

De acordo com a Polícia Militar, o homem de 26 anos teria quebrado a porta da casa de sua mãe e utilizado gasolina para colocar fogo no local.

O imóvel teve três cômodos destruídos e as chamas só não se espalharam mais porque os vizinhos debelaram o incêndio.

Após o crime, o suspeito fugiu do local, mas foi capturado minutos depois por agentes de 4ª Companhia do 17º Batalhão.

O suspeito e a vítima foram conduzidos para a delegacia. Nesta segunda-feira (25), o homem se encontrava preso em Guanambi, cidade que também fica localizada no sudoeste da Bahia.

Cinco pessoas são mortas a tiros ao deixar festa na Bahia

Share Button

Por g1 BA e TV Bahia

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Cinco pessoas – entre elas uma mulher – foram mortas a tiros enquanto saíam de uma festa na cidade de Cruz das Almas, no Recôncavo Baiano, na madrugada de domingo (24). Uma adolescente de 16 anos também ficou ferida após ter sido baleada. Até a manhã desta segunda-feira (25), ninguém havia sido preso.

De acordo com a Polícia Militar, as vítimas seguiam para um posto de gasolina, quando sofreram o ataque. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado, mas as cinco pessoas morreram ainda no local.

Ainda não há informações sobre quem cometeu o crime, mas a suspeita é de que as mortes tenham relação com tráfico de drogas porque, segundo a PM, os cinco eram integrantes de uma mesma facção criminosa. Não há detalhes se eles eram parentes.

O nome das vítimas e os locais dos sepultamentos não foram divulgados. A PM não informou se a adolescente baleada estava com o grupo que foi morto, ou foi vítima de bala perdida. Ela foi socorrida por amigos e levada para um hospital em Muritiba, que também fica no recôncavo. O estado de saúde dela não foi divulgado.

Ossada humana é encontrada dentro de saco plástico em Feira de Santana

Share Button

Por g1 BA

Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade

Uma osssada humana foi encontrada dentro de um saco plástico, na noite de sábado (23), na Rua Estrada Velha do Limoeiro, no distrito de Humildes, em Feira de Santana.

De acordo com a Polícia Militar, uma equipe da 65ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) foi acionada logo depois de receber informações sobre a localização da ossada.

O local foi isolado e o Departamento de Polícia Técnica (DPT) acionado para perícia e remoção.

O caso será investigado pela 1ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) de Feira de Santana.

Mangueira de gás rompe e cozinheira sofre queimaduras enquanto preparava merenda escolar na Bahia

Share Button

Por TV Oeste e g1 BA

Foto: Reprodução/TV Oeste

Uma cozinheira, identificada como Marli Rabelo dos Santos, de 55 anos, teve 22% do corpo queimado, na quinta-feira (21), durante um incêndio causado pelo rompimento de uma mangueira de gás, na Escola Municipal Jonas Araújo, na cidade de Barra, no oeste da Bahia.

De acordo com a secretária de Educação do município, Vanúsia Dourado da Silva, a cozinheira preparava a merenda escolar quando foi atingida pelas chamas. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e a servidora foi encaminhada para um hospital, onde está internada.

Ainda de acordo com a secretária, havia cerca de 300 alunos na instituição no momento do ocorrido. Alguns deles foram atendidos pelo Samu, porque ficaram abalados com a situação, no entanto, dois precisaram ser encaminhados para um hospital para uma avaliação mais detalhada. Eles já receberam alta médica.

Além disso, uma das educadoras da escolas, que estava próximo à cozinha, teve uma pequena queimadura no pé. Ela foi liberada após o atendimento.

Segundo informações da filha da cozinheira, a equipe médica mudou a medicação dela, porque a queimadura do braço esquerdo foi mais intensa. Marli tem reagido bem ao tratamento, mas ainda não tem previsão de alta médica.

As aulas foram suspensas no colégio e devem ser retomadas na próxima segunda-feira (25), segundo informações da Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer.

A Defesa Civil do município e uma equipe de infraestrutura fizeram uma vistoria no local e realizaram ajustes para melhorias do espaço.

Além disso, o local onde será colocado o botijão de gás será reestruturado, para que todas as normas técnicas sejam cumpridas, e o fogão será trocado.

Bebê tem 80% do corpo queimado após barraco de madeira ser atingido por fogo na Bahia

Share Button

Por TV Santa Cruz e g1 BA

Bebê tem 80% do corpo queimado após barraco ser atingido por fogo na Bahia | Foto: TV Santa Cruz

Uma bebê de um ano teve 80% do corpo queimado após o imóvel em que estava ser atingido por um incêndio. O caso aconteceu na quinta-feira (21), em uma área de terras ocupadas conhecida como Califórnia II, em Teixeira de Freitas, no sul da Bahia.

O momento em que o barraco feito de madeira pegou fogo foi registrado por imagens de uma câmera de celular. No vídeo, é possível ver as chamas e muita fumaça. Ainda não há informação sobre o que causou o incêndio.

Segundo moradores da região, a mãe da bebê estava na cozinha, que fica em outro barraco atrás do que pegou fogo, quando as chamas começaram. Ela pediu ajuda aos vizinhos e entrou no local para salvar a filha.

O pai da menina disse que chegava em casa em um caminhão quando foi surpreendido pelo fogo.

“Cheguei com o caminhão para pegar o material de reciclagem. Pulei pela janela do veículo para tentar socorrer minha filha. Minha mulher entrou no barraco, se queimou um bocado, mas conseguiu salvar nossa bebê. Ela foi uma heroína”.

A bebê foi encaminhada para o hospital materno-infantil da cidade e foi entubada. Por causa da gravidade do caso, foi solicitada uma transferência para o Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador.

Durante a transferência, a menina teve complicações no aeroporto e precisou voltar à unidade materno-infantil de Teixeira de Freitas. Não há informações atualizadas sobre o quadro clínico dela.

Ex-assessor de deputado federal é preso por extorsão após receber R$ 32 mil em estacionamento de supermercado na Bahia

Share Button

Por g1 BA

Foto: Haeckel Dias/Polícia Civil

O ex-assessor de um deputado federal foi preso por extorsão, na quarta-feira (20), após receber R$ 32 mil, em espécie, no estacionamento de um supermercado, situado na Estrada do Coco, em Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador.

De acordo com a Polícia Civil, o parlamentar foi ameaçado pelo suspeito, que pediu R$ 180 mil para não divulgar um vídeo no qual ele seria acusado de abuso sexual. O flagrante foi feito por policiais da 26ª Delegacia Territorial (DT) de Abrantes.

A titular da delegacia, delegada Elaine Laranjeiras, explicou que as apurações foram iniciadas depois que o deputado registrou uma ocorrência na unidade. A vítima relatou que outra ex-funcionária de seu gabinete também estaria envolvida na ameaça.

Ainda conforme a delegada, o deputado informou que a mulher teria postado uma foto com informações caluniosas sobre ele, no entanto, não deu detalhes sobre a publicação. Ela deve ser indiciada por envolvimento no esquema de extorsão.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia