Share Button

Por Bahia Notícias

Foto: Erasmo Salomão/MS

O ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, se colocou à disposição do novo partido “União Brasil”, que vai nascer da fusão de DEM e PSL, para ser uma opção de candidato à presidência da República. Mas Mandetta ao mesmo tempo adota um tom cauteloso e diz que a discussão sobre o tema acontecerá posteriormente. “É uma fusão, um partido novo, muitos quadros, vai entrar muita gente, muitos que iam sair vão ficar, depois que isso tiver decantado vai ter esse debate. Eu tenho uma posição muito firme, novas ideias”, comentou Mandetta. O “União Brasil” nasce como um “superpartido”, com um número expressivo de integrantes no Congresso Nacional, o maior recurso para as eleições, além do maior tempo de propaganda gratuita no rádio e na TV. A expectativa da nova sigla é de lançar um nome próprio à presidência da República para reduzir a polarização entre Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (sem partido) nas eleições de 2022. Mandetta, desde a saída do governo Bolsonaro, tem feito oposição ao presidente e já teve o nome testado em pesquisas eleitorais.