Share Button
Nos postos de combustíveis, a decisão sobre o repasse dos preços é dos comerciantes | Foto: Rafael Neddermeyer

Nos postos de combustíveis, a decisão sobre o repasse dos preços é dos comerciantes | Foto: Rafael Neddermeyer

A Petrobras aumentou nesta sexta-feira (21) o preço da gasolina em 2,2%, na média, e do diesel em 4,3% nas refinarias. A estatal estima que, nas bombas, o preço da gasolina pode subir 1,2% (ou R$ 0,04 por litro) e o diesel 2,9% (ou R$ 0,09 por litro). Entretanto, como a lei brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, as revisões feitas pela Petrobras nas refinarias podem ou não se refletir no preço final ao consumidor. Isso dependerá de repasses feitos por outros integrantes da cadeia de combustíveis, especialmente distribuidoras e postos revendedores. Segundo a Petrobras, a decisão do reajuste é explicada principalmente pela elevação dos preços dos derivados nos mercados internacionais desde a última decisão de preço, que mais que compensou a valorização do real frente ao dólar, e por ajustes na competitividade da Petrobras no mercado interno. “É preciso destacar ainda que o comportamento dos preços de derivados foi marcado por volatilidade nos mercados internacionais em resposta a evento geopolítico, como o ocorrido na Síria”, informa a estatal.

Notícias de Santaluz