WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio




Laboratório Checap

Drogaria Santana

Adrivana Cunha Hospital de Olhos


:: ‘Destaque3’

Dois carros caem do 4º andar de edifício garagem, em Salvador; uma pessoa ficou ferida

Share Button

Por TV Bahia e g1 BA

Foto: Arquivo Pessoal

Dois carros caíram do quarto andar de um edifício garagem, no bairro do Comércio, em Salvador, na tarde desta quarta-feira (2). De acordo com a Transalvador, uma pessoa ficou ferida, mas não há detalhes do estado de saúde dela.

O edifício fica entre a Rua da Bélgica e a Avenida Estados Unidos, duas importantes vias do bairro. Não há informações sobre o que causou o acidente, nem se a pessoa ferida estava em um dos carros ou caminhava pelo local no momento em que os veículos caíram.

Testemunhas que passavam pela região registraram o acidente através da câmera do aparelho celular e mostraram o momento em que os veículos já estavam no solo e com as rodas para cima.

As imagens ainda mostram os carros completamente destruídos, destroços espalhados pelo chão, bem como pedaços de concreto da parede do edifício.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), o Corpo de Bombeiros e a Transalvador foram encaminhados ao local. A via precisou ser parcialmente interditada, com apenas uma faixa para o tráfego de veículos. Por volta das 17h, o trânsito já havia sido totalmente liberado.

Polícia investiga crime de transfobia contra enfermeira em agência bancária de Salvador

Share Button

Por g1 BA

Foto: Freepik

A Polícia Civil investiga um crime de transfobia contra uma enfermeira, em Salvador. O caso aconteceu na segunda-feira (31), dentro de uma agência bancária, na Avenida Estados Unidos, no bairro do Comércio. Em depoimento, a vítima afirmou que foi constrangida por uma bancária, que teria se recusado a chamá-la pelo nome social. Além do constrangimento, a enfermeira também relatou ter atendimento negado pela servidora. O caso aconteceu na agência do Banco do Brasil. Por meio de nota, a estatal informou que está “tomando todas as medidas para apurar o caso”, e que preza pela ética nas relações com seus clientes, sem distinção quanto a qualquer grupo social”. A mulher já foi identificada e será intimada para prestar depoimento na Delegacia do Bonfim, onde o caso foi registrado. A lei prevê que é crime “praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito” contra pessoas trans.

Turista viraliza na internet após relatar abordagem de ambulantes em ponto turístico de Salvador: ‘fiquei com medo e comprei tudo’

Share Button

Por g1

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Um turista do Rio de Janeiro viralizou na internet após relatar a abordagem de ambulantes no Farol da Barra, um dos pontos turísticos mais famosos de Salvador. O vídeo foi publicado em uma rede social, na sexta-feira (28), e já acumula mais de 155 mil visualizações.

“Tem 10 minutos que eu estou andando aqui e já pintaram meu braço. Falaram que se eu não pintasse meu braço, era como [se fosse] fake news que eu vim para Bahia”, disse o turista Kadu Pacheco.

“[Também] pintaram minha perna. Me cobraram R$ 25, porque eu chorei, tá (sic)? Porque iam cobrar R$ 50 pela pintura, sendo que não pedi [para ser pintado], ninguém me falou que era esse preço”.

Ao todo, o turista disse que gastou R$ 119 “em leves extorsões” e detalhou as compras que fez no local. Ele relata que não tinha interesse de comprar os produtos.

“Meu saldo quando cheguei em casa: braço pintado, fitinha do Senhor do Bonfim… Esse colar aqui, que é bonitinho (sic), tem até um berimbau na ponta. Só que o problema é que eles têm que perguntar se a gente quer”, comentou.

“Eu falei: ‘moço, eu nem tinha te pedido, eu não queria’, mas não adiantou, ele [ambulante] começou a engrossar, eu falei: ‘vamos correr daqui'”.

Apesar da situação, Kadu Pachecou afirmou que amou conhecer a capital baiana. “Pelo menos a vista é bonita”, brincou.

Nos comentários das publicações, alguns seguidores deram dicas de como recusar os produtos oferecidos pelos ambulantes nos pontos turísticos.

“[Você deveria ter falado]: ‘sou daqui, irmão’. Essa frase resolve tudo”, disse um seguidor.

“O segredo é já sair do hotel pintado e com o cordão”, comentou outro.

Homem é condenado a mais de 16 anos de prisão por assassinato a pauladas em Euclides da Cunha após briga por causa de peixe estragado

Share Button

Por g1 BA

Foto: Pixabay

Jerbson da Silva Santana foi condenado a 16 anos e 6 meses de prisão por matar a pauladas Marcos da Silva Alves, em janeiro de 2018, por causa de um peixe estragado, na cidade de Euclides da Cunha, no nordeste baiano. Segundo consta na denúncia do Ministério Público da Bahia (MP-BA), na madrugada do dia 5 de janeiro de 2018, Jerbson matou Marcos após se desentenderem por causa de um peixe que estaria estragado na casa da vítima. O réu foi condenado pelo homicídio qualificado por motivo fútil e cumprirá a pena em regime inicial fechado. A acusação foi sustentada pela promotora de Justiça Samara Moura Valença de Oliveira, e o julgamento foi presidido pela juíza Letícia Fernandes Silva Freitas.

Coronavírus inédito é identificado em morcegos na África do Sul

Share Button

Foto: Pixabay

Cientistas da Universidade de Wuhan, na China, identificaram um novo coronavírus em morcegos na África do Sul. Segundo os cientistas, trata-se do NeoCoV, um “parente” próximo do coronavírus Mers-CoV responsável por causar a síndrome respiratória do Oriente Médio (Mers). As informações são do portal Metrópoles.

O estudo ainda afirma que pode haver princípios de penetração celular similares aos do Sars-CoV-2, que provoca a Covid-19. A descoberta foi anunciada pelos pesquisadores na plataforma científica bioRxiv.

O vírus tem um potencial latente de mutação e, por isso, tem capacidade de penetrar não só em células de animais, mas também nas dos seres humanos.

“Neste estudo detectamos inesperadamente que o NeoCoV e seu parente próximo PDF-2180-CoV podem usar eficazmente alguns tipos da enzima conversora de angiotensina 2 (ACE2), um receptor através do qual alguns coronavírus entram no corpo de morcegos e humanos. É o mesmo mecanismo usado pelo Sars-CoV-2”, descrevem os cientistas no artigo.

De acordo com os autores, o vírus precisará passar por um monitoramento minucioso para que seja possível entender seu comportamento e a capacidade de provocar infecções em humanos.

Ministério da Saúde deixa quase 32 milhões de doses da vacina da Janssen paradas

Share Button

Por Folhapress

Foto: Myke Sena/Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde tem 31,7 milhões de doses da vacina da Janssen contra a Covid-19 paradas no Centro de Distribuição de Insumos Estratégicos da pasta em Guarulhos, na Grande São Paulo.

Foram entregues pela pasta apenas 9,2 milhões de doses para os estados, segundo dados de um informe técnico.

No total, a pasta obteve 41 milhões de doses do imunizante, sendo 38 milhões adquiridas em um contrato com o laboratório e 3 milhões doadas pelos Estados Unidos. As informações foram divulgadas inicialmente pelo Jornal Nacional.

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou a vacina da Janssen para uso emergencial em março do ano passado. Diferentemente de outros imunizantes, ele necessita de apenas uma dose no ciclo primário. A pasta adotou a dose de reforço para quem tomou a vacina.

O Ministério da Saúde disse, em nota, que 31,7 milhões de doses estão armazenadas e poderão ser prontamente distribuídas quando solicitadas pelos estados.

“Importante esclarecer que alguns entes federados solicitaram à pasta a suspensão do envio dos imunizantes, devido a saturação da Rede de Frio”, disse.

Dados do Ministério da Saúde apontam que há 85,3 milhões de doses de vacinas contra Covid-19 em estoque, incluindo as da Janssen. Técnicos da pasta afirmam que esse volume é normal e faz parte do planejamento de entrega de doses para 2022.

As doses da Janssen continuarão a ser usadas neste ano como dose do esquema primária e dose de reforço.

Segundo o Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde), desde o final do ano passado os estados e os municípios solicitaram que o envio de doses contra a Covid-19 passasse a ser realizado a partir da demanda do estado.

Disse ainda que não conhece qualquer solicitação dos estados pela distribuição de determinado fabricante em detrimento a outro.

Médico antivacina que prescreveu ‘tratamentos alternativos’ é preso acusado de homicídio na Itália

Share Button

Por O Globo

Foto: Reprodução/Redes sociais

Um médico antivacina foi preso nesta segunda-feira (24) na comuna de Catanzaro, na Itália. Roberto Petrella, de 75 anos, é acusado de homicídio culposo pela morte de um paciente. A vítima foi atendida apenas por telefone e tratada com métodos não científicos, como misturas à base de cogumelos.

Petrella é ginecologista e atua na cidade de Téramo. No entanto, ele atendeu pacientes de diferentes regiões da Itália por telefone e também usou suas redes sociais para divulgar “tratamentos alternativos”, sem fundamentação científica, para os pacientes.

O suspeito foi colocado em prisão domiciliar após uma investigação do Ministério Público de Catanzaro. Os investigadores realizaram interceptações telefônicas e registraram conversas nas quais o médico não teria diagnosticado corretamente um doente com patologias graves anteriores.

O paciente teve um ataque cardíaco em 2007 e sofria de hipertensão, hipercolesterolemia, diabetes e problemas de próstata. Apesar do histórico médico, Petrella prescreveu tratamento não reconhecido pelos órgãos oficiais da Itália.

De acordo com a investigação, o médico também aconselhou o paciente a adiar a internação. “Não, se você for para o hospital morre, eles entubam”, diz o médico em uma conversa telefônica interceptada. O paciente posteriormente morreu de ataque cardíaco.

Em 2020, Petrella afirmou que a pandemia é um “hype da mídia” e declarou que as vacinas são inúteis e prejudiciais. Ele também respondeu a um procedimento disciplinar da Ordem dos Médicos em 2019, quando encabeçou uma campanha contrária à vacinação de crianças contra o HPV.

Lula volta a encontrar Aloysio Nunes na intenção de estreitar relação com PSDB

Share Button

Foto: Pedro França/Agência Senado

O ex-presidente Lula (PT) esteve reunido com o ex-ministro Aloysio Nunes na última quinta-feira (20). Motivado pela possível aproximação com o PSDB, o encontro do petista com um dos membros da “velha guarda” tucana foi intermediado pelos advogados Cristiano Zanin, que o defendeu nos processos criminais da Lava Jato, e Fernando Tibúrcio.

A informação foi divulgada pela coluna de Guilherme Amado no portal Metrópoles. Segundo a publicação, esse é o segundo encontro presencial entre Lula e Aloysio. Zanin já havia organizado uma reunião entre os dois em setembro do ano passado. Eles também se falaram pelo telefone em outras ocasiões.

A conversa, além de ser uma tentativa de Lula em estreitar a relação com os tucanos, também é um aceno do ex-presidente para angariar apoio entre políticos que lideravam o PSDB há até pouco tempo.

Ainda de acordo com Guilherme Amado, o ex-presidente não cobra apoio explícito de seus interlocutores, mas trabalha para montar uma rede de parcerias que poderá lhe render frutos no futuro.

Petistas dizem que Lula está interessado no poder de articulação que Aloysio tem no PSDB. O ex-chanceler é uma figura respeitada e ouvida por todas as alas do partido. Por exemplo, Aloysio mantém ótima relação com Aécio Neves, mas contribuiu com a campanha de João Doria durante as prévias.

Bolsonaro define como prioridade conter alta dos combustíveis

Share Button

Foto: Estevam Costa/PR

Diante da alta do preço do petróleo no mercado internacional, com possibilidade de o valor do barril passar dos US$ 100, a equipe do presidente Jair Bolsonaro definiu como prioridade total do governo neste momento adotar medidas para conter o encarecimento dos combustíveis no país.

Ao blog do jornalista Valdo Cruz, no g1, um auxiliar direto de Bolsonaro disse que “a maior preocupação do momento” no governo é o preço dos combustíveis, tema que, segundo ele, virou “prioridade total” e está mobilizando a equipe presidencial para fechar medidas que serão divulgadas “ainda em janeiro”.

Em reunião nesta semana, a equipe de Bolsonaro avaliou que o preço do petróleo no mercado internacional deve superar US$ 90 em breve e pode, inclusive, passar dos US$ 100 rapidamente se houver um conflito entre Rússia e Ucrânia. Atualmente, a Petrobras reajusta seus preços com base na variação do petróleo no mercado internacional e do dólar no Brasil.

Ou seja, a tendência é que novos ajustes no valor da gasolina, diesel e gás de cozinha devem ser anunciados pela estatal nas próximas semanas, o que vai aumentar a inflação. Neste cenário, avaliam auxiliares de Bolsonaro, o presidente vai ter sua imagem desgastada junto ao eleitorado, dificultando seus planos de reeleição.

A estratégia de responsabilizar os governadores pela alta dos combustíveis, adotada pelo presidente, não vai surtir o efeito esperado, segundo assessores presidenciais, porque no final das contas o eleitor joga a culpa no governo federal. Principalmente por causa dos efeitos na inflação, no crescimento da economia e no desemprego.

O governo vinha estudando criar um fundo de estabilização de preços dos combustíveis, que seria formado com tributos e utilizado para amortecer altas em períodos de elevada instabilidade no mercado de petróleo no mundo. A ideia é que a Petrobras, em vez de repassar o aumento de custos para os preços, receberia dinheiro do fundo para não ter prejuízo.

Técnicos envolvidos na elaboração das medidas disseram ao blog, porém, que o fundo de estabilização de preços não deve estar entre elas. A orientação, segundo eles, é que as medidas saiam em caráter de urgência.

Avião retorna a aeroporto nos EUA após passageiro se recusar a usar máscara em voo internacional

Share Button

Imagem: Reprodução/g1

Um avião precisou retornar ao aeroporto nos Estados Unidos após um passageiro se recusar a usar máscara durante um voo internacional, informou a companhia aérea nesta quinta-feira (20). O voo 38 da American Airlines (AA) ia de Miami para Londres na noite de quarta-feira (19), mas precisou retroceder uma hora após a decolagem, segundo estimou o site Flightradar24. A companhia aérea informou ao g1, por meio de um comunicado, que “um cliente causou problemas ao se recusar a cumprir com uma ordem federal sobre o uso de máscaras”. De acordo com a AA, o avião retornou ao aeroporto de partida, e as autoridades locais entraram na aeronave para acompanhar a situação. “Agradecemos nossa equipe por seu profissionalismo e pedimos desculpas aos nossos clientes pelo inconveniente”, disse a companhia em nota.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia