WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio




Laboratório Checap

Adrivana Cunha - Hospital de Olhos

Império Store

Drogaria Santana

Gil Lingerie e Confecções


:: ‘Destaque3’

Dupla é presa por corrupção de menores na Bahia; adolescente desaparecida foi encontrada com suspeitos

Share Button

Por G1 BA

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Dois homens foram presos por suspeita de corrupção de menores , no município de Casa Nova, no norte da Bahia. Com a dupla, estava uma adolescente de 15 anos, desaparecida desde o início do mês. O caso ocorreu na sexta-feira (20).

Segundo a Polícia Civil, a adolescente estava sumida desde o dia 2 de agosto e foi localizada usando drogas junto com os dois suspeitos. Ela teria saído de casa, no povoado de Sítio do Lago, para ir até a residência da avó, quando foi vista pela última vez.

Conforme a polícia, as diligências começaram no dia do desaparecimento, quando a mãe da menina registrou a ocorrência. Não foi detalhado se ela foi sequestrada pela dupla, que foi autuada também por posse de drogas.

Os dois homens presos e estão à disposição da Justiça. A garota já retornou ao convívio familiar. O caso será investigado pela Delegacia Territorial de Casa Nova.

Bolsonaro veta fundo eleitoral de R$ 5,7 bilhões

Share Button

Foto: Isac Nóbrega/PR

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) decidiu vetar o artigo da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que previa a destinação de R$ 5,7 bilhões para o fundo eleitoral.

De acordo com o G1, o novo valor será definido na votação do Orçamento Geral da União. A equipe econômica defende que a quantia seja de R$ 2,1 bilhões, que seria a correção do último valor pela inflação.

Bolsonaro tinha até esta sexta-feira (20) para decidir sobre o veto. A ação agrada aos apoiadores da base ideológica do presidente, mas ele deve sofrer pressão dos partidos políticos que fazem parte de sua base aliada, que querem a manutenção dos R$ 5,7 bilhões.

Variante delta diminui eficácia de vacinas contra Covid-19, mostra estudo

Share Button

Por Reuters

Variante delta desafia controle da pandemia no mundo | Foto: Getty Images via BBC

Um estudo feito pela Universidade de Oxford revelou que a eficácia das vacinas da Pfizer-BioNTech e da AstraZeneca contra a variante delta do coronavírus diminuiu após 90 dias da aplicação da segunda dose.

Após um período de três meses, os pesquisadores identificaram que a eficácia na prevenção de infecções da vacina da Pfizer caiu para 75% e a da AstraZeneca caiu para 61%. Trata-se de uma redução dos índices de 85% e 68%, respectivamente, vistos duas semanas após a segunda dose.

Realizado no Reino Unido, o estudo avaliou mais de 3 milhões de amostras com material coletado do nariz e da garganta das pessoas. A redução da eficácia das vacinas foi mais pronunciada entre pessoas de 35 anos ou mais.

O estudo também apontou que as pessoas que foram infectadas mesmo depois de receberem as duas doses da vacina da Pfizer-BioNTech ou da AstraZeneca apresentaram uma carga viral semelhante à de não-vacinadas com uma infecção.

As descobertas de Oxford se alinham às análises feitas pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) e chegam no momento em que o governo norte-americano planeja disponibilizar doses de reforço de vacinas contra Covid-19 a partir do próximo mês. A entidade citou dados que indicam que a proteção das vacinas decai ao longo do tempo.

Israel já começou a administrar terceiras doses da vacina da Pfizer em julho para confrontar uma disparada de infecções locais impulsionadas pela Delta. Vários países europeus também devem começar a oferecer doses de reforço aos idosos e às pessoas com sistemas imunológicos enfraquecidos.

‘Não haverá democracia, a lei é a sharia e é isso’, diz comandante do Talibã

Share Button

Por G1

Waheedullah Hashimi, no centro, durante entrevista em 17 de agosto de 2021 | Foto: Reuters

As leis no Afeganistão comandado pelo Talibã devem ser semelhantes às que existiam da outra vez que o grupo extremista esteve no poder, afirmou nesta quinta-feira (19) Waheedullah Hashimi, um dos principais comandantes do Talibã. Ele afirmou que não há possibilidade de o país adotar a democracia como sistema para escolher os líderes – o Afeganistão provavelmente será governado por um conselho que vai observar a sharia, a lei islâmica. O líder supremo do Talibã, Haibatullah Akhundzada, provavelmente estará no comando desse conselho. Akhundzada terá um papel semelhante ao de um presidente, afirmou Hashimi. “Não haverá nada como um sistema democrático porque isso não tem nenhuma base no nosso país, nós não vamos discutir qual será o tipo de sistema político que vamos aplicar no Afeganistão porque isso é claro: a lei é sharia, e é isso”, afirmou Hashimi. O Fundo Monetário Internacional (FMI) tinha um plano de empréstimo para o Afeganistão, mas como o Talibã tomou o poder no país, o dinheiro não será mais emprestado. O governo dos Estados Unidos, principal contribuinte do FMI, pressionou a entidade financeira para suspender o plano. O Afeganistão ia receber cerca de US$ 460 milhões (cerca de R$ 2,5 bilhões) na semana que vem. O dinheiro é parte de um pacote para países que tiveram problemas com a pandemia de coronavírus.

Adolescentes são apreendidos por matar menino de 11 anos na Bahia; vítima foi encontrada decapitada

Share Button

Foto: ilustração

Dois adolescentes de 16 anos suspeitos de envolvimento na morte de um menino de 11, em Morro do Chapéu, na região da Chapada Diamantina, na Bahia, foram apreendidos na terça-feira (17), durante ação conjunta das policiais Civil e Militar. De acordo com a Polícia Civil, a dupla indicou o local onde enterrou a vítima, que estava desaparecida desde sábado (14). O garoto foi encontrado decapitado e com perfurações de arma branca no tórax, braços e pernas. A polícia detalhou que a cabeça da vítima estava ao lado do corpo, numa região de mata conhecida como Areal. Ainda segundo a Polícia Civil, os adolescentes confessaram que teriam matado o menino porque ele furtou pedras de crack que pertenciam a dupla. Os adolescentes foram autuados por atos infracionais análogos aos crimes de homicídio e ocultação de cadáver e estão à disposição do Ministério Público. As guias de necropsia e perícia de local de crime foram expedidas pela polícia.

Notícias de Santaluz

Altamente contagiosa, variante delta já é predominante no RJ

Share Button

Por G1 Rio e RJ2

Variante delta se torna predominante em testes realizados no estado do Rio | Foto: Getty Images via BBC

A variante delta já é a mais encontrada nas amostras coletadas em pacientes do estado do Rio de Janeiro com Covid-19. O relatório da Secretaria Estadual de Saúde foi publicado nesta segunda (16). Segundo análise da Subsecretaria de Vigilância e Atenção Primária à Saúde (SVAPS), 60,3% das 360 amostras coletadas entre os meses de junho e julho eram da variante Delta e 33,8%, da variante Gamma. O secretário estadual de Saúde do RJ, Alexandre Chieppe, disse que o Ministério da Saúde já deveria começar a se planejar para aplicar uma terceira dose de vacina, principalmente em idosos. Na sexta-feira passada (13), o G1 mostrou um documento interno da Secretaria Estadual de Saúde avaliando a capital como “epicentro da delta” em todo o país. A variante é mais contagiosa que as outras. No domingo (15), a taxa de ocupação de UTIs era de 100% nas cidades de Belford Roxo, Bom Jesus do Itabapoana, Cantagalo e Miracema. Na capital, cinco pacientes esperavam na fila por um leito na manhã de domingo. A taxa de ocupação era de 95%, situação que a Fiocruz classificou como “muito crítica” na semana passada.

Justiça reconhece multiparentalidade em SP e autoriza registro de criança com nome de dois pais: o biológico e o afetivo

Share Button

Por G1 SP

Foto: Pixabay

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) reconheceu nesta segunda-feira (16) a multiparentalidade e determinou a alteração no registro de nascimento de uma criança para que conste o nome dos dois pais: o biológico e o afetivo.

Os desembargadores da 2ª Câmara de Direito Privado afirmaram que o conceito de “família” sofreu diversas modificações com o decorrer dos anos e, nesse sentido, é necessário considerar a existência de novas configurações familiares, ainda que a legislação brasileira não as preveja.

“Não se pode ser ignorado o princípio do melhor interesse da criança, sendo que no presente caso a manutenção do pai registral e a inclusão do pai biológico trará benefícios ao menor, tendo em vista a boa convivência entre as partes”, afirmou a sentença.

A decisão aconteceu após uma ação movida pela Defensoria Pública de São Paulo na 2ª instância, a pedido da mãe da criança.

Segundo a defensoria, Luiza e João tinham terminado o relacionamento quando ela descobriu estar grávida. Poucos meses depois, ela começou a namorar Pedro, que escolheu assumir a paternidade daquela criança, e registrou o bebê no nome dele logo após o nascimento.

Após o resultado do teste de DNA que comprovou o vínculo biológico, João passou a também cuidar da criança, realizando visitas e ajudando na criação do bebê.

Pela boa relação que os dois possuem com a criança, Luiza procurou a Defensoria Pública para que fosse formalizada no registro de nascimento da criança a paternidade biológica de João, sem excluir a paternidade afetiva de Pedro, que já havia sido reconhecida.

Pai e mãe biológicos estavam de acordo com a alteração – o único pedido de Pedro era para que a criança levasse também o sobrenome dele.

A Defensoria Pública pediu então à Justiça o reconhecimento da mutiparentalidade, a homologação do acordo de reconhecimento de paternidade e a retificação do sobrenome da criança.

Porém, na 1ª instância judicial a juíza não reconheceu esse direito e não homologou o acordo, determinando que fosse excluído o nome do pai que havia registrado a criança para inclusão do nome do pai biológico.

A decisão fez a Defensoria Pública recorrer ao TJ-SP, apontando que já há diversas decisões que reconhecem a pluriparentalidade e a paternidade socioafetiva no Brasil, havendo entendimento favorável no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e no Supremo Tribunal Federal (STF).

Os defensores públicos também argumentaram que “os princípios do melhor interesse da criança devem nortear a decisão, já que ambos os pais exercem seus papéis, todos de vital importância no desenvolvimento e na vida da criança”.

“Impor à criança o estilo de família matrimonializada não só representa um retrocesso, como também afronta às valorosas conquistas alcançadas com o passar do tempo. (…) A criança ainda poderá contar com outras vantagens, como a inclusão em planos de saúde e planos previdenciários e poderá pleitear alimentos dos dois pais, tendo alcance, inclusive, para efeitos sucessórios”, afirmou a Defensora Pública Carolina Lot da Silva Nunes, que apresentou o recurso ao TJ-SP.

Também atuaram no caso a Defensora Dione Basílio Ribeiro, em 1ª instância, e o Defensor Adriano Elias Oliveira, do Núcleo de Segunda Instância e Tribunais Superiores.

Secretário diz que internações por Covid subiram 10% no Rio e que podem aumentar mais: ‘Delta tem contaminado famílias inteiras’

Share Button

Por G1 Rio

Foto: Reprodução/TV Bahia

O secretário Municipal de Saúde do Rio de Janeiro, Daniel Soranz, afirmou, em entrevista à GloboNews, que as internações pela Covid-19 aumentaram em 10% na cidade, e que a variante Delta “tem contaminado famílias inteiras no Rio”.

Soranz disse que até pacientes curados permanecem internados em unidades de saúde, devido a sequelas. O número de internações, segundo ele, pode aumentar.

“O número de pessoas internadas vem subindo, cresceu em 10% nos últimos dias. A gente teve que reabrir novos leitos que tinham sido fechados. A gente tem 180 pacientes que tiveram Covid e se mantêm internados. A gente tem uma taxa de ocupação relativamente alta nesse momento. Pode ser que a gente tenha um aumento ainda maior”, afirmou o secretário.

Nesta semana, a Fiocruz divulgou estudos que indicaram a tendência de aumento tanto nas internações quanto nas mortes por síndromes respiratórias agudas graves (SRAG). Os dados incluem diversas infecções respiratórias, incluindo o vírus Sars-Cov-2 (novo coronavírus), que transmite a Covid-19.

Segundo o secretário, é necessário manter os cuidados já conhecidos, além de abrir janelas e preferir estar em ambientes abertos.

“É preciso manter as medidas restritivas: utilizar máscara, evitar aglomeração. Precisa esperar esse momento passar e aumentar ainda mais a vacinação. Por enquanto, é muito importante evitar qualquer tipo de exposição desnecessária”, avaliou Soranz.

Devotos celebram Dia de Santa Dulce dos Pobres

Share Button

Foto: Reprodução

Com o tema “Vinde, benditos de meu Pai”, devotos celebram nesta sexta-feira, 13 de agosto, o Dia de Santa Dulce dos Pobres.

A programação conta com missas ao longo de todo o dia (7h, 8h30, 10h, 12h, 14h e 16h), no Santuário do Anjo Bom do Brasil, localizado na Avenida Dendezeiros do Bonfim, na região da Cidade Baixa, em Salvador. A missa solene das 8h30 foi presidida pelo Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, cardeal Dom Sergio da Rocha.

“Neste tempo de tantas dificuldades, de aflições, estaremos em comunhão rezando por todos aqueles que aflitos pedem a intercessão de Santa Dulce, mas também celebrando este tempo de festa, que é um tempo de graça na vida de todos os devotos, peregrinos, romeiros, do povo fiel, dos admiradores de Santa Dulce”, disse o reitor do Santuário, frei Giovanni Messias.

Desde o dia 1° de agosto, o Santuário vem promovendo uma série de homenagens Anjo Bom, a exemplo de uma trezena e outras celebrações como Bênção das Famílias, o Terço em Honra a Santa Dulce dos Pobres e a Bênção do Santíssimo Sacramento, além do “Dia da Providência”, que aconteceu em 8 de agosto, com a realização de um drive-thru montado no estacionamento do Santuário, onde os motoristas e demais passageiros receberam uma bênção especial dos frades capuchinhos.

Irmã Dulce foi canonizada no dia 13 de outubro de 2019, em um domingo de céu azul no Vaticano, quando 50 mil pessoas (15 mil brasileiros) lotaram a praça São Pedro para a cerimônia presidida pelo Papa Francisco. A religiosa baiana tornou-se a primeira santa brasileira da nossa época, tendo como data litúrgica o dia 13 de agosto.

Notícias de Santaluz

Homem é preso suspeito de manter esposa e seis filhos em cárcere privado na Bahia

Share Button

Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil prendeu um homem de 37 anos suspeito de manter a mulher e seis filhos em cárcere privado, em São Francisco do Conde, na Bahia. A prisão ocorreu na terça-feira (10), mas foi divulgada nesta quinta-feira (12). De acordo com a polícia, após receber denúncia, uma equipe do setor de investigação da 21ª Delegacia Territorial foi até a casa do suspeito, na localidade conhecida como Muribeca, e confirmou que toda a família tinha a sua liberdade privada pelo homem. Segundo a titular da unidade policial, Maria Tereza Santos Silva, o crime era motivado por machismo. “Ele mantinha os filhos presos para a mãe ficar presa. O problema dele era com a mulher, que ele achava que o traía. E ele a mantinha presa. Ele alegou que ela gostava de rua… Machismo, essa doença. A casa é miserável, mas havia alimento para as crianças, que não passavam fome”, contou. A Polícia Civil informou que o homem teve a prisão em flagrante convertida em preventiva e está à disposição da Justiça.

Notícias de Santaluz



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia