WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio


:: ‘Destaque2’

Depois do susto com o diesel, Governo fica em alerta com insatisfação sobre preço da gasolina

Share Button

Por Gerson Camarotti | G1

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Depois do susto com a paralisação dos caminhoneiros em protesto contra o preço do óleo diesel, o governo passou a ficar em alerta permanente para evitar um novo movimento na sociedade, desta vez em relação ao preço da gasolina. Nas palavras de um interlocutor próximo do presidente Michel Temer, a ordem é se antecipar ao problema para evitar uma onda de protestos. O monitoramento do governo indica que apesar da solução encontrada para garantir o preço do diesel por 60 dias, há insatisfação em outros segmentos da sociedade por causa dos reajustes sucessivos da gasolina. Há o reconhecimento que isso pode gerar forte reação popular. Diante desse diagnóstico, o governo passou a estudar a possibilidade de reajuste mensal da gasolina, como revelou o blog do jornalista Valdo Cruz. Segundo ele, depois que o diesel passar a ter reajustes mensais, a avaliação dentro do governo Temer, com certa concordância da própria Petrobras, é que o preço da gasolina também deve ser determinado a cada mês e não variar quase que diariamente. Para assessores do presidente Temer, o reajuste diário ficou “insustentável” num ambiente de turbulências no mercado financeiro por causa da instabilidade nos cenários externo e interno.

Sem Lula, Bolsonaro lidera corrida presidencial em 1º e 2º turnos, diz pesquisa

Share Button

Por Reuters

Foto: Gustavo Lima/ Câmara dos Deputados

Foto: Gustavo Lima/ Câmara dos Deputados

O pré-candidato do PSL à Presidência, deputado Jair Bolsonaro (RJ), lidera a disputa presidencial com apoio que varia de 21 a 25 por cento dependendo do cenário, tendo como rival mais próximo o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) com 12 por cento, enquanto os tucanos Geraldo Alckmin e João Doria têm empate técnico com 7 e 6 por cento, de acordo com pesquisa DataPoder360 divulgada nesta terça-feira. Bolsonaro também vence todos os adversários nas simulações de segundo turno, com ao menos 10 pontos de vantagem contra todos os concorrentes. O deputado venceria a ex-ministra Marina Silva (Rede) por 35 a 25 por cento dos votos, derrotaria Ciro por 34 a 21 e também venceria o tucano Alckmin (31 a 20) e o petista Fernando Haddad (35 a 20), segundo levantamento feito por telefone – o que gera controvérsia entre os grandes institutos de pesquisa -, publicado no site Poder360. O DataPoder360, divisão de pesquisas do portal de notícias Poder360, entrevistou 10.500 pessoas em 349 cidades das cinco regiões do país, de 25 a 31 de maio. O levantamento tem margem de erro de 1,8 ponto percentual, segundo o portal.

Após Gilmar Mendes mandar soltar 19, juiz diz ao ministro que corrupção não pode ser vista como crime ‘menor’

Share Button

Por TV Globo

O juiz Marcelo Bretas, responsável pela Lava Jato no Rio (Foto: GloboNews/Reprodução

O juiz Marcelo Bretas, responsável pela Lava Jato no Rio | Foto: GloboNews/Reprodução

O juiz Marcelo Bretas, responsável pela Operação Lava Jato no Rio de Janeiro, enviou um ofício ao ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), no qual afirmou que a corrupção não pode ser vista como um crime “menor”. Procurado, Gilmar Mendes informou que não vai comentar o assunto. Bretas enviou o documento a Gilmar Mendes após o ministro mandar soltar, nos últimos dias, 19 pessoas presas por ordem do juiz do Rio. Todas elas foram presas na Lava Jato ou em desdobramentos da operação. “A repressão à organização criminosa que teria se instalado nos governos do estado e município do Rio de Janeiro haveria, como de fato houve, de receber deste juízo o rigor previsto no Ordenamento Jurídico nacional e internacional”, diz trecho do documento. “Casos de corrupção e delitos relacionados não podem ser tratados como crimes menores, pois a gravidade de ilícitos penais não deve ser medida apenas sob o enfoque da violência física imediata. Os casos que envolvem corrupção de agentes públicos têm enorme potencial para atingir, com severidade, um número infinitamente maior de pessoas”, acrescenta Bretas a Gilmar. Somente nas duas últimas semanas, Gilmar Mendes mandou soltar, por exemplo, quatro doleiros presos na Lava Jato; dois integrantes do governo Sérgio Cabral; dois presos na operação Pão Nosso; e um empresário suspeito de fraudar o sistema penitenciário do Rio. Em todos os casos, o ministro argumenta que as prisões não se justificam e determina medidas cautelares aos investigados.

Sindicombustíveis estima que greve gerou prejuízo de R$ 610 milhões na Bahia

Share Button

Por Bahia Noticias

Foto: Maiana Belo / G1

Foto: Maiana Belo / G1

O Sindicato do Comércio de Combustíveis, Energia Alternativa e Lojas de Conveniência do Estado da Bahia (Sindicombustíveis Bahia) estimou que os revendedores baianos tiveram prejuízos de R$610 milhões nas vendas de gasolina, álcool e diesel durante a greve dos caminhoneiros. O valor tem como base o cálculo dos preços médios dos combustíveis, divulgados pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) de 21 a 30 de maio, e a venda média dos postos, neste período. Além dos prejuízos com a venda de combustíveis no período da greve, as mudanças na legislação e a alta nos preços fizeram o setor pagar 57,8% a mais de tributos federais nos quatro primeiros meses do ano em relação ao mesmo período do ano passado, segundo informações da Receita Federal.  De janeiro a abril, o setor de combustíveis pagou R$ 22,121 bilhões em tributos federais em valores corrigidos pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), contra R$ 14,017 no mesmo período do ano passado. “Os revendedores estão amargando prejuízos que têm colocado o negócio em risco. Alguns postos na Bahia já fecharam ou estão à beira da falência. Difícil sobreviver com uma carga tributária tão elevada”, comenta o presidente do Sindicombustíveis Bahia, Walter Tannus.

Petrobras anuncia redução de 0,68% no preço da gasolina nas refinarias

Share Button

Por Bahia Notícias

Foto: Reprodução EPTV

Foto: Reprodução EPTV

A Petrobras anunciou a redução de 0,68% do preço da gasolina comercializada nas refinarias. A empresa tem uma política de reajustes diários no preço do combustível, baseada no preço de mercado internacional. Com a alteração, o litro da gasolina A nas refinarias passará de R$ 2,0113 para R$ 1,9976, a partir desta terça-feira (5). O corte acontece após 2 altas seguidas. Desde o início de maio, já foram anunciadas 14 altas e 7 quedas no preço da gasolina. Em um mês, o combustível acumula alta de 11,64% nas refinarias. 

Governo federal é investigado por suposta venda de dados de cidadãos

Share Button
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O governo federal está sendo investigado por vender dados de brasileiros sem consentimento. O Ministério Público do Distrito Federal apura se o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) estaria disponibilizando dados como nome completo, CPF, CNPJ, data de nascimento, nome da mãe, título de eleitor, domicílio, situação fiscal, dentre outros. De acordo com informações do jornal Folha de S. Paulo, a venda ocorreria não só para entidades privadas, como para outros órgãos públicos. A suspeita do MP é que esses mesmos dados estão servindo para alimentar sites como o “Consulta Pública”, que expõem informações pessoais na rede –e que foi recentemente congelado por ação do próprio MP. Questionado pelo MP, o Serpro afirmou que as informações às quais os contratantes têm acesso são bancos de dados da administração pública no limite do que permite a lei”. Ao ser questionado sobre qual seria a lei que autoriza essa venda, o Serpro apresentou apenas a portaria 457 do Ministério da Fazenda de 2016 que não é lei. Se o MP comprovar a venda de dados, o Brasil será o primeiro país do mundo a oficializar o vazamento de dados mediante pagamento.

Preso quer receber visitas íntimas de duas mulheres; Justiça nega pedido

Share Button

Por G1 DF

Prédio do Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília (Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília)

Prédio do Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília | Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

A Justiça do Distrito Federal negou, por unanimidade, o pedido de um preso que queria cadastrar duas mulheres para visitas íntimas. Segundo o processo, as duas mantêm relacionamento com o detento e se consideram “companheiras” dele. Cabe novo recurso. De acordo com o processo, o homem está detido no Centro de Detenção Provisória (CDP), na Papuda, e responde a uma acusação por tráfico de drogas. Na decisão, a 3ª Vara Criminal diz que uma permissão do tipo poderia levar à “perda do controle” das visitas conjugais. A poligamia do preso só foi descoberta quando uma das mulheres, chamada Rafaela, pediu para entrar na lista de “visitantes conjugais”. Ao processar a solicitação, a Vara de Execuções Penais (VEP) descobriu que o detento já tinha uma companheira cadastrada, de nome Isabele. O sistema também mostrou que Isabele, devidamente cadastrada, tinha comparecido a cinco visitas íntimas consecutivas no fim de 2017. Com isso, a juíza de primeira instância negou o pedido de Rafaela, e disse que qualquer substituição no cadastro teria de ser requisitada pelo próprio detento.Em resposta à decisão, o preso recorreu à 3ª Vara Criminal para cadastrar Rafaela como cônjuge. O problema é que, ao mesmo tempo, ele queria manter o “status” similar de Isabele. O pedido não foi aprovado. Com a decisão, até esta sexta-feira (1º), apenas Isabele constava como companheira do preso no sistema judicial.

Petrobras eleva preço da gasolina em 2,25% nas refinarias

Share Button

Por G1

Petrobras aumenta preço da gasolina um dia depois da mudança na presidência | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Petrobras aumenta preço da gasolina um dia depois da mudança na presidência |
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Petrobras anunciou a elevação de 2,25% no preço da gasolina comercializada nas refinarias. Com a alta, o litro da gasolina A nas refinarias passará de R$ 1,9671 para R$ 2,0113, a partir deste sábado (2), segundo informou a companhia. Trata-se da segunda alta seguida após uma sequência de cinco quedas. Na quarta-feira, a estatal havia anunciado aumento de 0,74% no preço da gasolina. Na terça-feira, os preços tinham sido reduzidos em 2,84%. Desde o início de maio, já foram anunciadas 14 altas e 6 quedas no preço da gasolina. Em 1 mês, o combustível acumula alta de 11,29% nas refinarias. O repasse dos preços cobrados nas refinarias para as bombas depende das distribuidoras e dos donos dos postos. Nas últimas semanas, os cortes anunciados pela Petrobras não foram sentidos pelos consumidores, em meio à crise de abastecimento provocada pelos protestos dos caminhoneiros.

Após greve, Correios estimam que vão normalizar entregas em cerca de 15 dias

Share Button
Foto: Raquel Dias/Correios

Foto: Raquel Dias/Correios

Os Correios esperam regularizar as operações e normalizar as entregas em cerca de 15 dias, depois dos atrasos provocados pela greve dos caminhoneiros. Segundo informações do G1, o volume de objetos entregues foi aproximadamente 50% menor durante a paralisação, em comparação com dias normais. A empresa alega que os veículos não conseguiram chegar aos seus destinos por conta dos bloqueios feitos nas estradas em todo o país. Os Correios apontam que possuem um plano de ações para normalizar o serviço de entregas. Entre as medidas adotadas estão a jornada extraordinária para os empregados próprios e a contratação de mão de obra temporária e de linhas extras para agilizar o escoamento da carga represada.

Carro desgovernado atropela mais de 20 fiéis em procissão de Corpus Christi na Bahia

Share Button

Por G1 BA

Vítimas foram socorridas pelo Samu para cidades vizinhas (Foto: Site Ganduzão

Vítimas foram socorridas pelo Samu para cidades vizinhas | Foto: Site Ganduzão

Mais de 20 pessoas que participavam de uma procissão de Corpus Christi foram atropeladas no município de Piraí do Norte, a cerca de 300 quilômetros de Salvador. O acidente ocorreu no final da noite de quinta-feira (31), por volta das 23h. De acordo com informações da polícia, os fiéis estavam passando pela Rua Érico Sabino, no bairro Coité, quando um carro desgovernado desceu a ladeira e atingiu as vítimas. Algumas delas chegaram a ficar presas debaixo do veículo. Informações preliminares apontam que algumas vítimas tiveram fraturas expostas e foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital de Base, em Itabuna. Outras pessoas, com lesões mais leves, foram encaminhadas para cidades vizinhas. Segundo a polícia, informações de testemunhas apontam que o condutor ficou sem freio e perdeu o controle do veículo. Ele foi retirado do local por conhecidos, já que havia o risco de tentativa de linchamento. Não há informações sobre o estado de saúde das vítimas, nem do número exato de feridos. O caso será investigado pela Polícia Civil.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia