WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio



Laboratório Checap drogaria_santana

:: ‘Destaque2’

Governo anuncia linha de crédito via BNDES de até R$ 30 mil para caminhoneiros autônomos

Share Button
Foto Tânia Rêgo/Agência Brasil

Foto Tânia Rêgo/Agência Brasil

O governo federal anunciou nesta terça-feira (16) uma linha de crédito de até R$ 30 mil, via Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para caminhoneiros autônomos investirem em compra de pneus e manutenção dos veículos. Segundo o G1, o anúncio foi feito no Palácio do Planalto pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. De acordo com o ministro, serão liberados R$ 500 milhões nessa linha de crédito, que poderá ser acessada pelos caminhoneiros primeiro nos bancos públicos, Banco do Brasil e Caixa, e depois nos “demais bancos e cooperativas de crédito de todo o Brasil.” Além disso, segundo Onyx, poderão tomar o empréstimo apenas caminhoneiros autônomos que tenham até dois caminhões por CPF. O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, também presente à entrevista coletiva no Palácio do Planalto, informou que o governo vai assegurar recursos para a melhoria de algumas rodovias consideradas prioritárias, entre elas a pavimentação da BR-163, que liga o Centro-Oeste ao Norte do país. A via é muito usada para transporte de carga até o porto de Miritituba, no Pará, mas enfrenta problemas como atoleiros, que geram filas de caminhões. Ainda de acordo com Freitas, o governo vai fomentar a criação de cooperativas de caminhoneiros.



Deputado baiano quer restringir ensino a distância em cursos de saúde

Share Button

Por Bahia Notícias

Foto: Carlos Amilton/Agência ALBA

Foto: Carlos Amilton/Agência ALBA

O deputado estadual Tiago Correia (PSDB) apresentou um projeto na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) para proibir o funcionamento dos cursos de nível médio, técnico e superior voltados à formação de profissionais da área da saúde, cuja carga horaria na modalidade de ensino a distância (EAD) supere 20% da totalidade. Na avaliação do tucano, a ausência de um acompanhamento adequado no ensino prático da saúde, identificado na modalidade à distância, pode colocar a população em risco. “Não sou contra os cursos a distância, porém defendo que os cursos da área de saúde não fiquem à mercê da tela de um computador, pois é possível que na prática isso venha colocar em risco a saúde de todos que necessitarem destes profissionais”, afirmou.




Polícia Federal apura fraudes em licitações e desvio de verbas em cidade da Bahia

Share Button
Foto: Divulgação/ PF/Arquivo

Foto: Divulgação/ PF/Arquivo

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (16) uma operação contra fraudes em licitações e desvio de verbas públicas no município de Lafaiete Coutinho, região sudoeste da Bahia. Foram expedidos sete mandados de busca e apreensão, que estão sendo cumpridos em Lafaiete Coutinho e Salvador. De acordo com a PF, as investigações que deram origem à operação começaram em 2016, após uma denúncia de que a empresa que havia vencido todas as licitações para o fornecimento de combustível para o município de Lafaiete Coutinho, no período de 2010 a 2016, na verdade pertenceria ao então prefeito da mesma cidade, mas estaria em nome de ‘laranjas’. Conforme a PF, há indícios de superfaturamento com relação ao preço do combustível vendido pelo posto ao município, que realizava o pagamento com recursos federais. Ainda segundo a PF, as investigações comprovaram ainda que o posto era administrado por um servidor da prefeitura, que também foi responsável pela conferência do recebimento do combustível em relação a dois procedimentos licitatórios, além de presidente da Comissão Permanente de Licitação em um certame e pregoeiro designado pelo prefeito em outro. A PF constatou ainda que mesmo após a publicação do edital em jornais com grande circulação na Bahia, somente representantes do posto investigado compareciam aos pregões presenciais promovidos pelo município, embora se tratasse de modalidade que deve garantir a ampla concorrência, com a participação de no mínimo três empresas.

Notícias de Santaluz




STF ordena buscas em seis estados em inquérito que apura fake news contra ministros

Share Button
Sessão plenária do STF | Foto: Rosinei Coutinho/STF

Sessão plenária do STF | Foto: Rosinei Coutinho/STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, no esteio do inquérito que apura fake news contra ministros, autorizou dez operações de busca e apreensão em seis estados do país, de acordo com a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo. Na mira, computadores, telefones e documentos. Militares da reserva que pregaram o fechamento do STF entraram na linha de tiro, assim como alguns procuradores, que foram chamados a prestar depoimento. Investigadores que acusaram o STF de pactuar com a corrupção serão ouvidos. As novas movimentações mostram que o inquérito aberto para apurar ataques à Corte vai servir a vários flancos.




MEC anuncia delegado da Polícia Federal para presidir o Inep, responsável pelo Enem

Share Button

Por G1

Elmer Coelho Vicenzi, da Polícia Federal, será o novo presidente do Inep, segundo anunciou em nota o Ministério da Educação | Foto: Rede Amazônica/Reprodução

Foto: Rede Amazônica/Reprodução

O Ministério da Educação afirmou nesta segunda-feira (15) que Elmer Coelho Vicenzi será o novo presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a autarquia do MEC que, entre outras tarefas, é responsável pela aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Em nota, a pasta afirmou que Vicenzi foi indicado para o cargo, e que o nome dele “será oficializado em breve”. Vicenzi é delegado da Polícia Federal e, desde novembro, atuava como na Corregedoria-Geral da PF. Ele também já foi chefe do Serviço de Repressão a Crimes Cibernéticos na Diretoria de Investigação e Combate ao Crime Organizado, e foi diretor do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e presidente do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Há anos a Polícia Federal já atua em parceria com o Inep para garantir a segurança da aplicação do Enem.




Governo propõe salário mínimo de R$ 1.040 para 2020

Share Button
Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Foto: Marcos Santos/USP Imagens

O governo propôs um salário mínimo de R$ 1.040 para 2020. O valor consta do projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do ano que vem, divulgado nesta segunda-feira (15). Atualmente, o mínimo é de R$ 998. O reajuste, se aprovado pelo Legislativo, começa a valer em janeiro do ano que vem, com pagamento a partir de fevereiro. Deverá ser a primeira vez que o salário mínimo, que serve de referência para mais de 45 milhões de pessoas, ficará acima da marca de R$ 1 mil. O governo propôs um salário mínimo de R$ 1.082 para 2021 e de R$ 1.123 para 2022. Em estudo divulgado em março do ano passado sobre a economia brasileira, intitulado “Emprego e Crescimento: a Agenda da Produtividade”, o Banco Mundial avaliou que o salário mínimo no Brasil é alto por representar 70% do salário médio da economia. Nos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE, essa relação é de 45% a 50%.




Polícia Federal dá voz de prisão a piloto de avião que levava Claudia Leitte

Share Button
Foto: Reprodução/Facebook Claudia Leitte

Foto: Reprodução/Facebook Claudia Leitte

Mais uma vez a bordo de um táxi-aéreo clandestino, Claudia Leitte se envolveu em uma situação constrangedora na semana passada. Quando a cantora pousou no aeroporto Galeão, no Rio de Janeiro, a Polícia Federal (PF) entrou no avião e prendeu o piloto Ernani Luiz Assis Figueiredo Campos, que pilotava a aeronave. Segundo informações do site da revista Veja, a assessoria de comunicação da artista disse que ela não possui qualquer relação com o profissional e que não compactua com qualquer irregularidade cometida. Reincidente em situações do tipo, Claudia Leitte também usou um táxi-aéreo irregular em outubro do ano passado. Na época, a aeronave foi interditada após uma denúncia recebida pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Mas ela não é a única. Só no ano passado, segundo informações do Bahia Notícias, a entidade interditou aeronaves que transportariam Anitta, Marília Mendonça, Amado Batista e a dupla Maiara e Maraísa.




Polícia Federal deflagra operação em SP e na Bahia contra fraudes no seguro-desemprego

Share Button

Por GloboNews

Material apreendido pela PF na casa de um dos alvos em Mauá | Foto: Divulgação PF

Material apreendido pela PF na casa de um dos alvos em Mauá | Foto: Divulgação PF

A Polícia Federal de São Paulo deflagrou na manhã desta segunda-feira (15) nova fase da operação Mendacium, que investiga uma organização criminosa especializada em fraudes no recebimento do seguro-desemprego. São cumpridos 21 mandados de prisão preventiva e 12 mandados de busca e apreensão nas cidades de Mauá, São Paulo, Porangatu (GO) e Ibicuí (Bahia). Nove pessoas foram presas até o momento. De acordo com as investigações, a quadrilha conseguiu sacar mais de R$ 20 milhões em benefícios de seguro-desemprego. Em setembro do ano passado, na 1ª fase da operação, foram cumpridos 4 mandados de busca e apreensão em São Paulo e Taboão da Serra. Na ocasião, duas pessoas foram presas em flagrante num escritório de contabilidade no bairro da Penha, na Zona Leste de São Paulo, por estarem com 1,6 mil documentos falsos ou em branco, como espelhos de RG e carteiras de trabalho. Também foram apreendidos R$ 420 mil em espécie. A ação contou com o apoio do Ministério do Trabalho e da Caixa Econômica Federal. Até a primeira fase da operação, cerca de 300 empresas fictícias criadas pelos investigados foram identificadas para possibilitar o recebimento de mais de 9 mil benefícios de seguro-desemprego fraudulentos.




Fiocruz desenvolve teste para Zika mais barato e rápido

Share Button

Por Agência Brasil

Foto: Sumaia Villela/Agência Brasil

Foto: Sumaia Villela/Agência Brasil

Exames para identificar infecção pelo vírus da Zika em breve vão poder ser feitos em 20 minutos. Pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em Pernambuco, desenvolveram um método simples e 40 vezes mais barato que o tradicional. A expectativa é que chegue aos postos de saúde antes do final do ano, beneficiando, principalmente, os municípios afastados dos grandes centros, onde o resultado do teste de Zika pode demorar até 15 dias. As informações são de um dos criadores da técnica, o pesquisador da unidade Jefferson Ribeiro. “Tendo em vista que a técnica atual (PCR) é extremamente cara e o Brasil tem poucos laboratórios de referência que podem realizar o diagnóstico de Zika – até um tempo atrás eram apenas cinco, inclusive a Fiocruz de Pernambuco -, uma cidade pequena, no interior do estado, acaba prejudicada. A amostra precisa sair do interior, ir para a capital, para ser processada, enfim, se pensarmos nesses municípios, o resultado pode demorar 15 dias”, destaca Ribeiro. Outra vantagem do novo teste é que pode ser feito por qualquer pessoa nos posto de saúde, não exige treinamento complexo. Com um kit rápido, basta coletar amostras de saliva ou urina, misturar com reagentes fornecidos em um pequeno tubo plástico e depois aquecer em banho maria. Vinte minutos depois, se a cor da mistura se tornar amarela, está confirmado o diagnóstico de Zika, se ficar laranja, o resultado é negativo. Hoje, o teste PCR (reação em da polimerase), com reagentes importados, é feito com material genético retirado das amostras, o que demora mais. O teste elaborado pela Fiocruz Pernambuco é também mais preciso, ou seja, tem uma taxa de erro menor, acusando a doença mesmo em casos que não foram detectados pela PCR. Testes semelhantes já são usados para o vírus da dengue e outras bactérias.




PRF apreende 1.200 quilos de peixe transportados irregularmente na Bahia

Share Button
Foto: Divulgação/PRF

Foto: Divulgação/PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na noite de quinta-feira (11), na BR-242, em Barreiras, região norte da Bahia, 1.200 quilos de peixe das espécies tambaqui e pintado que estavam sendo transportados irregularmente em um veículo Sprinter, com placa do Rio de Janeiro, conduzido por um homem de 59 anos. Segundo a PRF, o pescado estava em recipientes sem refrigeração adequada e, além disso, o motorista da van não apresentou documentação de origem animal e nem de inspeção sanitária. A mercadoria e o motorista foram apresentados a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab). De acordo com a PRF, o homem foi liberado após assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) se comprometendo a comparecer ao Juizado Especial Criminal, para responder pelo transporte inadequado da carga.

Notícias de Santaluz








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia