WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio



Laboratório Checap drogaria_santana

:: ‘Destaque3’

Grupo explode agência bancária na Bahia; imóvel ficou destruído

Share Button
Parte interna da agência ficou destruída | Foto: Reprodução/TV Bahia

Parte interna da agência ficou destruída | Foto: Reprodução/TV Bahia

Um grupo armado explodiu uma agência bancária da cidade de Maragogipe, no recôncavo da Bahia, na madrugada desta quinta-feira (14). De acordo com a polícia, a ação durou cerca de 40 minutos. De acordo com o G1, os bandidos chegaram por volta de 2h30, e moradores relataram que escutaram barulhos de tiros por quase uma hora. Não há informações sobre feridos, nem se alguma quantia foi roubada da agência, que ficou destruída na ação. Segundo a polícia, os suspeitos queimaram um carro próximo ao complexo policial da cidade, que fica na Ladeira do Corte, um dos acessos para a cidade, para impedir a saída dos agentes de plantão.



Facebook, Instagram e WhatsApp apresentam erro no Brasil e mundo

Share Button

Por TechTudo

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Facebook e Instagram estão fora do ar na tarde desta quarta-feira (13). Não é possível comentar ou publicar conteúdo no Facebook — tanto em perfis pessoais quanto páginas. No Instagram, uma das mensagens exibidas é “Erro de rede desconhecido”, a outra é “Ops. Ocorreu um erro. Estamos trabalhando para resolvê-lo o mais rápido possível”. O feed da rede de fotos também parou de carregar para algumas pessoas. Segundo relatam usuários no Twitter, não é possível postar Stories, enviar Direct e há casos em que o app é desconectado e não é possível fazer login novamente. No momento, o WhatsApp também apresenta erro para enviar áudios e imagens e o Messenger também tem falhas, mostrando apenas conversas antigas. Os problemas ocorrem na versão web e nos aplicativos para Android e iPhone (iOS). O site Down Detector, que registra problemas de acesso em sites, indica que o pico de reclamações ocorreu a partir de 13h. Entre os países mais atingidos estão, principalmente: Brasil, Estados Unidos, França, Reino Unido e Alemanha. Procurado pelo TechTudo, Instagram e Facebook afirmaram estar inteirados do bug e trabalhando para resolvê-lo: “estamos cientes de que alguns usuários estão relatando problemas para acessar alguns aplicativos do Facebook. O time global já está trabalhando para resolver o problema o mais rápido possível”.




Integrantes do MST ocupam fazenda de João de Deus em Goiás

Share Button

Por G1 GO

Integrantes do MST ocupam fazenda de João de Deus em Goiás | Foto: Liliane Bueno/ TV Anhanguera

Integrantes do MST ocupam fazenda de João de Deus em Goiás | Foto: Liliane Bueno/ TV Anhanguera

Mulheres do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) e do (Movimento Camponês Popular (MCP) ocuparam, nesta quarta-feira (13), uma fazenda do médium João de Deus, em Goiás. Segundo nota enviada pela entidade, o território é fruto do “abuso, do estupro e da violência”. O médium João Teixeira de Faria, conhecido como João de Deus, está preso há quase três meses acusado de estuprar dezenas de mulheres durante atendimentos sexuais em Abadiânia, no Entorno do Distrito Federal. Ele também responde por posse ilegal de arma de fogo, mas nega ter cometido qualquer crimes. De acordo com o MST, cerca de 800 pessoas invadiram a fazenda Agropastoril Dom Inácio, em Anápolis, entre os distritos de Interlândia e Souzânia. A Polícia Militar informou que ainda não tem informações sobre o ato. Essa é uma das sete propriedades rurais que o médium relatou ter em depoimento à Polícia Civil. Na ocasião, João de Deus relatou que elas rendem R$ 60 mil, mas não especificou se este lucro é mensal ou anual. Ainda no depoimento, ele disse ter “várias” casas e não sabe quantos carros possui.




Ex-assessor de Temer flagrado com mala com R$ 500 mil é liberado por Tribunal a sair à noite e aos finais de semana

Share Button

Por TV Globo

O ex-assessor de Michel Temer, Rodrigo Rocha Loures | Foto: Reprodução/JN

O ex-assessor de Michel Temer, Rodrigo Rocha Loures | Foto: Reprodução/JN

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) revogou o recolhimento domiciliar imposto a Rodrigo Rocha Loures (MDB-PR), ex-deputado federal e ex-assessor do ex-presidente Michel Temer, flagrado recebendo R$ 500 mil da JBS, em 2017. A decisão é do juiz federal Marcelo Albernaz, que foi convocado na ausência do desembargador Neviton Guedes. Na prática, o TRF-1 liberou Loures para sair de casa entre 20h e 6h, e também nos finais de semana e feriados. O recolhimento domiciliar é diferente de prisão domiciliar. No recolhimento, o acusado deve ficar em casa durante a noite e nos dias de folga. Já na prisão domiciliar, o acusado só pode sair com autorização judicial. Em novembro do ano passado, a Justiça Federal em Brasília autorizou a retirada da tornozeleira eletrônica de Loures, mas manteve outras medidas cautelares, entre elas o recolhimento noturno. As outras medidas são: proibição de contato com outros investigados ou testemunhas; proibição de deixar o país; retenção do passaporte. Rocha Loures chegou a ser preso pela PF em 2017 e conseguiu liberdade no mesmo ano. Quando foi solto, passou a usar tornozeleira por determinação da Justiça. Ao todo, ele ficou um ano e quatro meses com o equipamento. A decisão é de dezembro, mas só foi incluída nesta semana no processo a que Loures responde na Justiça Federal de Brasília por ter recebido a mala com R$ 500 mil que, segundo o Ministério Público, seria propina para o presidente Michel Temer — que sempre negou.




Dodge pede ao STF anulação de acordo da Petrobras com força-tarefa da Lava Jato

Share Button

Por TV Globo

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge | Foto: Isac Nóbrega/Presidência da República

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge | Foto: Isac Nóbrega/Presidência da República

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu nesta segunda-feira (12) ao Supremo Tribunal Federal (STF) a anulação de todo o acordo firmado pela Petrobras, com participação da força-tarefa da Lava Jato, para devolução de recursos acordados com autoridades norte-americanas. O relator do caso no STF é o ministro Alexandre de Moraes. Mais cedo, a força-tarefa já havia pedido para suspender a parte mais polêmica do acordo, a que prevê a criação de entidade para administrar uma parte dos recursos. Dodge, no entanto, entende que os procuradores do Paraná não tinham poderes para atuar no caso e quer a anulação de todo o acordo “sem prejuízo de que a Petrobrás adote outras medidas” para cumprimento do acordo que fez com autoridades norte-americanas. O acordo, já homologado pela Justiça, estipula a devolução de R$ 2,5 bilhões em uma conta vinculada à Justiça Federal do Paraná. Essa quantia é 80% do valor definido entre acordo entre a Petrobras e as autoridades norte-americanas para restituir valores desviados. O acordo total de U$ 853 milhões, previa aplicação de US$ 682 milhões no Brasil, cerca de R$ 2,5 bilhões. Metade desse valor, cerca de R$ 1,25 bilhão, seria aplicado em um fundo patrimonial que será gerido por uma fundação independente que distribuirá os rendimentos para projetos de combate à corrupção e promoção da cidadania e da integridade. O acordo entre a petroleira e os Estados Unidos foi firmado em setembro do ano passado para o encerramento de investigações decorrentes das irregularidades investigadas pela Operação Lava Jato.




PM e ex-PM são presos suspeitos de envolvimento na morte de Marielle e Anderson

Share Button
Ronnie Lessa, apontado como autor dos disparos contra Marielle, e Élcio Queiroz, suspeito de dirigir o carro | Foto: Reprodução/TV Globo

Ronnie Lessa, apontado como autor dos disparos contra Marielle, e Élcio Queiroz, suspeito de dirigir o carro | Foto: Reprodução/TV Globo

Um policial reformado, de 48 anos, e um ex-PM foram presos suspeitos pela morte da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. Segundo o G1, foram detidos o policial militar reformado Ronnie Lessa, acusado de disparar contra as vítimas e o ex-policial militar Élcio Vieira de Queiroz, suspeito de dirigir o carro que perseguiu o veículo onde estava a vereadora. Conforme a investigação, Ronnie estaria no banco de trás do Cobalt. De acordo com os promotores do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado, o crime foi meticulosamente planejado durante três meses que antecederam o atentado. Os crimes completam um ano nesta quinta-feira (14).

Mulher tem corpo queimado pelo companheiro dentro de casa na Bahia

Share Button

Por G1 BA

Vítima está internada no HGE, em Salvador | Foto: Maiana Belo/G1 BA

Vítima está internada no HGE, em Salvador | Foto: Maiana Belo/G1 BA

Uma mulher de 50 anos teve o corpo queimado pelo marido, dentro de casa, na zona rural de Conceição do Jacuípe, a cerca de 95 KM de Salvador. O caso ocorreu no sábado (9). As informações são do posto da Polícia Civil no Hospital Geral do Estado (HGE). De acordo com o registro na polícia, o suspeito jogou álcool em Juliene Rodrigues Santos e depois colocou fogo nela. O crime ocorreu na localidade Fazenda Bom Sucesso. A mulher foi atingida nas costas, no rosto, tórax e pernas, segue internada no HGE. Não há detalhes do estado de saúde dela. Ainda segundo a polícia, Juliene tem relacionamento com o homem há, pelo menos, 10 anos. Não informações se o homem foi preso. O caso é investigado pela Polícia Civil do município.

Torneio irregular de canto de aves termina com 90 pássaros apreendidos e 21 pessoas detidas na Bahia

Share Button

Por G1 BA

Aves estavam em gaiolas dentro de galpão | Foto: Divulgação/SSP-BA

Aves estavam em gaiolas dentro de galpão | Foto: Divulgação/SSP-BA

A polícia ambiental apreendeu cerca de 90 pássaros em um torneio de canto de aves, na manhã de domingo (10), no bairro do Alto do Coqueirinho, em Salvador. De acordo com informações da Polícia Civil, 21 pessoas foram detidas e encaminhadas para a Central de Flagrantes. Segundo a polícia, a maioria dos pássaros resgatados por policiais da Companhia de Polícia de Proteção Ambiental (Coppa) era da espécie papa-capim. O evento, que não tinha autorização para acontecer, era realizado em um galpão, conhecido como “Velozes e Furiozos” e tinha uma premiação de R$ 2,2 mil. O dinheiro foi apreendido. Ainda de acordo com a Polícia Civil, as 20 pessoas foram identificadas como os donos dos animais. Todos eles estavam sem registro do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). A polícia informou que os suspeitos devem responder por crime ambiental, já que criavam animais silvestres sem autorização do Ibama.




Com alergia a gatos, jovem adota ratos e os cria como filhos em SP

Share Button

Por G1 Santos

"Eles são muito importantes na minha vida, não consigo mais imaginar a possibilidade de não tê-los comigo." | Foto: Arquivo pessoal

“Eles são muito importantes na minha vida, não consigo mais imaginar a possibilidade de não tê-los comigo.” | Foto: Arquivo pessoal

Uma moradora de Santos, no litoral de São Paulo, decidiu ‘adotar’ ratazanas e passou a criá-las como filhos. A história de amor da tutora Ana Carolina Vasconcelos, de 28 anos, com os roedores começou em 2018, com os ratos Darwin e Dexter. Hoje, ela cria em casa oito rattus norvegicus, mais conhecidos como ratazanas. “Eles são como filhos. Sempre brinco com eles e, quando estou fora de casa, penso o tempo todo neles”, destaca. Quando ela começou a pesquisar animais que combinassem mais com seu estilo de vida, Ana teve a certeza de que não queria gatos ou cachorros. “Tenho alergia de gato e, cachorro, eu precisaria de mais tempo e espaço. Procurei por um animal que se enquadrasse melhor na minha rotina. Comecei então a pesquisar sobre roedores”, conta. A jovem afirma que, quando começou a ler sobre ratos, achou muitas informações, já que os animais são fonte de estudo científico. Ela conta que leu que as ratazanas eram mais interativas que os hamsters e resolveu adotar uma. “Eu tive um hamster há 12 anos e descobri que tudo que eu fazia estava errado. Dessa vez, comprei a gaiola e alimentação correta antes de adotar. Depois, consegui uma pessoa em Santos que estava doando filhotes e acabei adotando uma dupla, porque eles precisam viver em companhia e serem do mesmo sexo, se não procriam muito rápido”, explica. Ana Carolina conta que se apaixonou pelas suas primeiras ratazanas e, então, durante o ano de 2018, resolveu adotar mais, chegando ao total de oito ratos, todos criados em sua casa. A jovem afirma que por ter a consciência que eles viverão pouco, tenta passar o máximo do tempo livre com os animais. “Infelizmente eles vivem pouco, mas deixam marcas na sua vida, são momentos intensos e de muita alegria que tenho com eles”, afirma. Ela relata que o marido também gosta bastante das ratazanas. “Eles passeiam dentro de casa, dentro do box do banheiro, porque precisam todos os dias serem soltos para brincar em lugares que não corram risco de se machucar. Eles brincam, correm um pouco e levo mais ou menos uma hora para limpar a gaiola, todos os dias”, destaca.




Moro nomeia ‘mãe da Lava Jato’ para Coaf

Share Button
Foto : Reprodução / YouTube

Foto : Reprodução / YouTube

O ministro da Justiça Sergio Moro nomeou a ex-delegada da Polícia Federal, Érika Marena, como conselheira no Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras). Especialistas acreditam que o novo nome do conselho indica que o órgão passará por mudanças. Marena é conhecida como “mãe” da Operação Lava Jato, e foi nomeada pelo ministro Sérgio Moro para ocupar o posto que foi de Camila Colares Bezerra, da Controladoria-Geral da União. O Coaf foi o órgão que detectou movimentação bancária atípica de Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) em seu mandato como deputado estadual. De acordo com a Folha de S. Paulo, a nova conselheira do Coaf é chefe de um departamento do Ministério da Justiça e, segundo a pasta, tem “experiência reconhecida na recuperação de ativos e investigação de crimes financeiros”.










WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia