WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio




Laboratório Checap

Adrivana Cunha - Hospital de Olhos

Império Store

Drogaria Santana

:: ‘Notícias’

Baiana descobre problema no fígado por causa do uso excessivo de remédio sem eficácia contra Covid-19

Share Button

Por Fantástico e TV Bahia

Foto: Reprodução / TV Bahia

A economista baiana Cremilda Carneiro revelou ter adquirido uma doença no fígado, chamada colestase, após tomar três capsulas de ivermectina a cada 15 dias durante um ano. Hidroxicloroquina, ivermectina e azitromicina fazem parte de um chamado tratamento precoce difundido em redes sociais que, segundo cientistas e instituições de pesquisa renomados, não funciona.

“Meus irmãos, que alguém disse para eles, que um médico, algum conhecido, que a ivermectina era a cura ou a preventiva. Todos eles tomaram a ivermectina e eu não poderia ficar de fora”, disse a baiana.

A ivermectina é um vermífugo , usado para combater parasitas, como lombrigas e piolhos; a cloroquina é usada no tratamento de malária, lúpus e artrite reumatóide; e a azitromicina é um antibiótico.

No Brasil, as vendas de hidroxicloroquina subiram 173% em fevereiro desse ano em relação ao ano passado e as de ivermectina, mais de 700%.

Cremilda Carneiro revelou que a colestase adquirida por ela estava na fase moderada, muito próximo da situação mais grave.

“E você acredita com força total que aquilo ali [medicamento] é seguro, que vai te proteger, uma das bobagens da vida que a gente faz. São três graus: o leve, o moderado e o grave né? Eu estava no moderado, quer dizer, um passo para chegar no mais sério”, contou a baiana.

“Para com a ivermectina. Vai usar máscara, vai se cuidar, não vai aglomerar. Porque é a melhor coisa que você faz”, pediu.

O hepatologista Raymundo Paraná afirma que todo paciente que se expõe a um medicamento corre o risco de uma lesão no fígado. Os médicos contrabalançam o risco com o benefício antes prescrever ao paciente.

“Se [o médico] escolhe oferecer uma medicação, prescrever uma medicação ao paciente, [ele] coloca na balança o risco x benefício. Se não existe benefícios sobre o risco, [como] no caso do ‘kit Covid’, todos os medicamentos têm risco baixo, mas ele agrega o risco. Particularmente a ivermectina preocupa porque o risco é baixíssimo”, disse.

“Um estudo conduzido na África mostrou que com 15 milhões de pacientes tratados, a mortalidade por efeitos adversos graves ocorreram somente 55, mas são 55 vidas. Por outro lado, nós temos uma doença que matava mais que isso, então nessa situação, é favorável a indicação do tratamento. por outro lado, se você não tem um benefício do tratamento, você ficaria só com risco e seria injustificável utilizar”, explicou.

Após fugir da polícia e bater carro, motorista de aplicativo é preso com 40 kg de maconha em Serrinha

Share Button

Foto: Divulgação/PM

Quarenta quilos de maconha, divididos em quatro sacos de nylon, foram apreendidos na madrugada deste domingo (28), por equipes do 16º Batalhão de Polícia Militar (16⁰ BPM), com um motorista de aplicativo, em Serrinha, na região sisaleira da Bahia.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-BA), o flagrante ocorreu no entroncamento que une a BA-233 com a BR-116.

De acordo com a PM, equipes da Companha de Emprego Tático Operacional (Ceto) realizavam abordagens durante a ‘Operação Itinerante’, quando o motorista de um carro modelo Renault Kiwd, de cor cinza, identificado como Rodrigo Santos Silveira, de 35 anos, não respeitou a ordem de parada.

“Ele acelerou e seguiu sentido Feira de Santana, mas, como estava em alta velocidade, perdeu o controle do carro e colidiu, na calçada. O suspeito tentou fugir correndo, mas foi alcançado” contou o comandante do 16⁰ BPM, tenente-coronel Michel Alexander Guimarães Muller.

O oficial explicou ainda que, ao ser questionado, Rodrigo informou que era motorista de aplicativo em Salvador e que recebeu as drogas no município de Euclides da Cunha. A entrega seria realizada, nas proximidades do Shopping da Bahia, em Salvador.

Acompanhado dos entorpecentes e do veículo, o homem foi encaminhado à Delegacia Territorial de Serrinha, onde foi autuado em flagrante.

Notícias de Santaluz

Bahia evita antecipação de feriados para não ‘sepultar’ realização do São João

Share Button

Foto: Elói Corrêa/GOVBA

A Bahia não vai antecipar feriados. A possibilidade de adoção da medida foi levantada pelo prefeito de Salvador Bruno Reis (DEM), mas as gestões municipal e estadual decidiram não implementá-la. Segundo o Bahia Notícias, o entendimento é de que a antecipação poderia prejudicar o São João, festa importante para a cultura e economia do estado, e que na visão do prefeito da capital baiana e do governador Rui Costa, poderia acontecer caso a vacinação seja adiantada. “Antecipar um feriado como um São João seria sepultar uma festa que com a chegada da vacina, a depender da celeridade, pode acontecer ou não. Acabaria com outras datas que são importantes para o trade turístico porque atraem visitantes”, justificou Bruno Reis. A medida foi adotada em cidades de outros estados como São Paulo, Rio de Janeiro e Piauí.

Butantan anuncia vacina própria contra Covid, com produção 100% nacional

Share Button

Por G1

Foto: Leonardo Benassatto/Reuters

O Instituto Butantan anunciou a criação da Butanvac, nova candidata a vacina contra a Covid-19, e disse que pedirá autorização à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ainda nesta sexta-feira (26) para iniciar os estudos clínicos em voluntários. A expectativa do Instituto é a de que, uma vez obtida a autorização, os testes possam ser realizados já em abril. O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que autorizou o início da produção em maio e projetou o início da vacinação em julho deste ano. O diretor do Butantan, Dimas Covas, defende que a vacina faz parte de uma nova geração de imunizantes, e acredita que a fase de teses possa ser mais rápida, o que permitiria iniciar a vacinação no curto prazo. Ele explicou que o desenvolvimento da Butanvac já levou em conta a variante brasileira, P1, e que o imunizante demonstrou oferecer uma resposta imune maior do que as vacinas atuais. “Nós aprendemos com as vacinas anteriores, já sabemos o que é uma boa vacina contra a Covid-19. Essa será uma vacina de segunda geração, mais imunogênica”, disse o diretor. 

Bolsonaro diz que ainda não foi convencido a mudar seu discurso sobre a pandemia: “Vamos ficar fechados até quando?”

Share Button

Por O Globo

Foto: Isac Nóbrega/PR

Incomodado com as críticas ao governo no combate à pandemia da Covid-19, o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (22) que ainda não foi convencido a mudar de postura em relação ao tema.

“Devo mudar meu discurso? Me tornar mais maleável? Devo ceder, fazer igual a grande maioria está fazendo? Se me convencerem do contrário, eu faço. Mas não me convenceram ainda. Devemos lutar contra o vírus, e não contra o presidente”, disse Bolsonaro.

O presidente também disse que setores da sociedade o pressionam a decretar lockdown e que, se houvesse comprovação de que a medida acabaria com o vírus em 30 dias, ele aceitaria:

“Se ficar em lockdown em 30 dias e acabar com vírus eu topo, mas sabemos que não vai acabar”, afirmou.

“Temos que nos preocupar com vidas, sim, mas também com empregos. Uma pessoa desempregada pode ter problemas que levam ao óbito. Vamos buscar uma melhor maneira de atender a população? Vamos. Parece que só no Brasil está morrendo gente. Lamento o número de mortes, qualquer morte. Não sabemos onde isso vai acabar, se vai acabar um dia. Vamos ficar fechados até quando? Estou preocupado com vidas, sim”, disse Bolsonaro.

Datafolha: 57% consideram justa condenação de Lula, e 51% acham que Fachin agiu mal ao anular decisões da Lava Jato

Share Button

Por G1

Foto: Ricardo Stuckert

Pesquisa Datafolha divulgada pelo jornal “Folha de S.Paulo” nesta segunda-feira (22) mostra que 57% dos brasileiros consideram justa a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do triplex do Guarujá. E 51% acham que o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), agiu mal ao anular essa e outras decisões envolvendo o petista em da Operação Lava Jato.

O levantamento foi realizado com 2.023 brasileiros adultos, que possuem telefone celular, em todas as regiões e estados do país, entre os dias 15 e 16 de março. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Em 2017, o então juiz Sergio Moro condenou Lula a 9 anos e 6 meses de prisão no caso do triplex. A pena foi revista em 2018 para 12 anos e 1 mês na segunda instância. E, em 2019, reduzida para 8 anos e 10 meses no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Depois também em 2019, o ex-presidente foi condenado no caso do sítio de Atibaia. Ele nega ter cometido crimes.

Em 8 de março, Fachin considerou que a Justiça Federal do Paraná não tinha competência para analisar as investigações contra Lula e anulou as condenações do ex-presidente nos casos do triplex do Guarujá e do sítio de Atibaia.

Bolsonaro aciona STF para derrubar decretos do DF, BA e RS que impuseram restrições contra a Covid

Share Button

Por TV Globo

Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro acionou o Supremo Tribunal Federal (STF) para derrubar decretos dos governos do Distrito Federal, da Bahia e do Rio Grande do Sul que determinaram restrições de circulação de pessoas diante do aumento expressivo do número de mortes e transmissão da Covid-19.

Na ação, o governo pede que o Supremo determine que o fechamento de atividades não essenciais durante a pandemia só pode ter por base uma lei aprovada pelo Legislativo, e não decretos de governadores.

O texto requer à Corte que se “estabeleça que, mesmo em casos de necessidade sanitária comprovada, medidas de fechamento de serviços não essenciais exigem respaldo legal e devem preservar o mínimo de autonomia econômica das pessoas, possibilitando a subsistência pessoal e familiar”.

Na prática, isso dificultaria a adoção de medidas urgentes para combater a pandemia, já que a necessidade de aprovação de uma lei exige a negociação política e também a tramitação de um processo legislativo.

Bolsonaro falou sobre a ação na noite desta quinta-feira (18), em sua live semanal. O presidente disse que está recorrendo ao STF para acabar com “abusos” e que, na visão dele, os governadores impuseram “estado de sítio”.

“Bem, entramos com uma ação hoje [quinta]. Ação direta de inconstitucionalidade junto ao Supremo Tribunal Federal exatamente buscando conter esses abusos. Entre eles, o mais importante, é que a nossa ação foi contra decreto de três governadores”, disse o presidente.

Segundo a ação, não há previsão na lei para que esse tipo de decreto seja editado por governadores.

“A despeito da naturalidade com a qual esses atos têm sido expedidos, é fora de dúvida que não há, em parte alguma da Lei no 13.979/2020, previsão genérica que delegue competência a instâncias executivas locais para isso”, argumenta o governo.

Prefeitura de Santaluz decreta ‘lockdown’ de sábado (20) até quinta-feira (25); castigado pela pandemia, comércio sofre novo baque

Share Button

Foto: Notícias de Santaluz

A prefeitura de Santaluz decretou um severo ‘lockdown’ na cidade entre 0h do próximo sábado (20) e 5h de quinta-feira (25), incluindo o fechamento de todo o comércio essencial e não essencial. O decreto com as medidas severas de restrição determinadas pelo prefeito Arismário Barbosa Júnior foi publicado na edição do Diário Oficial do Município desta quarta-feira (17). Clique aqui para acessar o documento. Somente serviço de delivery poderá funcionar durante o período de confinamento. As novas regras de restrição impostas pela prefeitura surgem num cenário de aparente contradição, já que mesmo após sucessivos fechamentos do comércio a cidade segue registrando aumento no número de casos ativos da Covid-19, o que, aliás, põe em xeque o processo de vacinação parcial executado pela Secretaria Municipal de Saúde, que parece não ter um plano para vencer a crise epidemiológica. Setores do comércio também avaliam que falta uma coordenação do poder público municipal para amenizar os impactos na economia local nesse momento da pandemia.

Notícias de Santaluz

44% reprovam governo Bolsonaro e 30% aprovam, aponta pesquisa Datafolha

Share Button

Por G1

Foto: Marcos Corrêa/PR

Levantamento do instituto Datafolha divulgado nesta terça-feira (16) pelo site do jornal “Folha de S.Paulo” informa que cresceu a reprovação ao governo do presidente Jair Bolsonaro.

Em resumo, os resultados da pesquisa são os seguintes:

Ótimo/bom: 30%;

Regular: 24%;

Ruim/péssimo: 44%;

Não sabe: 2%.

A pesquisa ouviu 2.023 pessoas nos dias 15 e 16 de março por telefone em razão das limitações motivadas pela pandemia de Covid-19. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.

De acordo com o Datafolha, 44% dos entrevistados classificaram o governo como ruim ou péssimo – eram 40% no levantamento anterior, entre 20 e 21 de janeiro.

Os que consideravam o governo ótimo ou bom eram 31% e agora são 30% e os que julgavam regular eram 26% e agora são 24%, segundo o instituto.

Mesmo com fechamento do comércio, Santaluz tem aumento de 15,5% nos casos ativos de Covid-19

Share Button

Foto: ToyMavic

Santaluz teve aumento de 15,5% no número de casos ativos de Covid-19 em uma semana. A cidade contabilizava 174 pacientes em tratamento contra a doença no dia 8 de março e 201 no boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde na noite desta segunda-feira (15), quando foram registradas mais 22 novos diagnósticos positivos e mais 7 curas clínicas. Há ainda 120 suspeitas de infecção sendo investigadas. Com a atualização, o número de casos confirmados chega a 2.164 desde o começo da pandemia. Até o momento, 1.935 pessoas estão curadas. O novo crescimento de número de casos acontece em meio a uma série de medidas mais duras adotadas pela prefeitura junto com o governo do estado para tentar conter o avanço do coronavírus na cidade, a exemplo dos sucessivos fechamentos do comércio não essencial – que teve uma trégua nos últimos dias após apelo dos comerciantes – e, recentemente, dos estabelecimentos considerados essenciais, além da proibição da comercialização de bebidas alcoólicas.

Notícias de Santaluz



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia