WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio



Laboratório Checap drogaria_santana

:: ‘Destaque3’

Procurador diz que ‘bunker’ de operador ligado ao PSDB tinha o dobro de dinheiro do de Geddel

Share Button

Por G1 PR

Paulo Vieira de Souza | Foto: Reprodução/TV Globo

Paulo Vieira de Souza | Foto: Reprodução/TV Globo

O procurador Roberson Pozzobon disse nesta terça-feira (19) que o “bunker” de dinheiro de Paulo Vieira de Souza, preso na 60ª fase da Operação Lava Jato, tinha o dobro de dinheiro do que o que havia no apartamento usado por Geddel Vieira Lima para armazenar dinheiro de propina. Segundo o procurador, o operador tinha cerca de R$ 100 milhões em espécie em dois apartamentos em São Paulo. O “bunker de Geddel” é como ficou conhecido o apartamento atribuído ao ex-ministro e ex-deputado federal, onde a Polícia Federal encontrou em R$ 51 milhões em setembro de 2017″. Paulo Vieira de Souza é ligado ao PSDB e foi preso preventivamente em São Paulo. Agentes também cumpriram mandados de busca e apreensão em endereços ligados ao ex-senador tucano Aloysio Nunes Ferreira Filho, suspeito de receber propina da Odebrecht. “Adir Assad revelou que Paulo Preto possuía entre cerca de R$ 100 milhões ou 110 milhões no Brasil em espécie, em notas, então imaginem todos aqui o volume desse dinheiro. É muito volume. E esse dinheiro estava acondicionado em dois endereços. Estava acondicionado num endereço numa residência em São Paulo e também num apartamento que segundo revelado por Adir Assad era o local onde Paulo Preto tinha um bunker pra guardar as propinas”, disse Pozzobon. O procurador comparou o volume de dinheiro ao encontrado em apartamento ligado a Geddel Vieira Lima. “Se nós formos levar em consideração, talvez o bunker de Paulo Preto tivesse o dobro do dinheiro do bunker de Geddel. O escárnio era tão grande que Adir Assad revelou que não conseguiu buscar todos os valores por si, então mandou emissários buscarem dinheiro nesse endereço de Paulo Preto”, disse o procurador. Roberson Pozzobon disse que, na delação, Adir Assad relatou como era feita a retirada do dinheiro em espécie. “No outro endereço, o próprio Adir Assad foi buscar as notas, e aí ocorreu um transfer curioso. Ele falou que o volume de dinheiro era tanto que ele precisava chegar com uma perua, ele estacionava a perua de ré, e com cinco ou dez malas de viagem, ele enchia as malas de viagem e levava esse volume de reais pro seu endereço”, descreveu. Cada mala, conforme o relato de Adir Assad, comportava cerca de R$ 1,5 milhão. Questionado sobre a origem do dinheiro repassado por Paulo Vieira de Souza à Odebrecht, o procurador explicou que os valores eram de “múltiplos esquemas criminosos”.

Presidente da Confederação Nacional da Indústria é preso em investigação sobre corrupção em contratos do Sistema S

Share Button

Por G1 PE e TV Globo

Foto: Marina Meireles/G1

Foto: Marina Meireles/G1

O presidente da Confederação Nacional da Indústria, Robson Braga de Andrade, foi preso pela Polícia Federal, nesta terça-feira (19), dentro da Operação Fantoche, que investiga um esquema de corrupção envolvendo contratos com o Ministério do Turismo e entidades do Sistema S. A investigação aponta que um grupo de empresas, sob o controle de uma mesma família, vem executando contratos, desde 2002, por meio de convênios tanto com o ministério, quanto com as entidades. Eles já receberam mais de R$ 400 milhões. Além de Andrade, o empresário Luiz Otávio Gomes Vieira da Silva também foi preso. Ele já havia sido preso pela PF em 2013, na Operação Esopo. Também são alvos de mandado de prisão os presidentes das Federações das Indústrias dos estados de Pernambuco, Alagoas e Paraíba, além de empresários e advogado. Foram cumpridos outros 40 de busca e apreensão no Distrito Federal, Pernambuco, São Paulo, Paraíba, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Alagoas. Segundo a PF, são investigadas a prática de crimes contra a administração pública, fraudes licitatórias, associação criminosa e lavagem de ativos. A operação conta com apoio do Tribunal de Contas da União (TCU). A investigação aponta que o grupo costumava utilizar empresas sem fins lucrativos para justificar os contratos e convênios, sendo a maioria para a execução de eventos culturais e de publicidade. Em nota, o Ministério do Turismo lembrou, ainda, que não é alvo das buscas e apreensões da Operação Fantoche e apontou que está totalmente à disposição para colaborar com a investigação.

Governo determina eliminação de barragens como a de Brumadinho até 2021

Share Button

Por G1

Selo como funciona a barragem de Brumadinho - montante | Foto: Editoria de Arte/G1

Selo como funciona a barragem de Brumadinho – montante | Foto: Editoria de Arte/G1

A Agência Nacional de Mineração (ANM) determinou a eliminação de todas as barragens do tipo “alteamento a montante”, como a que rompeu em Brumadinho (MG). A resolução do governo foi publicada no “Diário Oficial da União” desta segunda-feira (18). De acordo com o texto publicado, as barragens a montante que estão desativadas deverão ser eliminadas até 2021 e as que estão em funcionamento, até 2023. A resolução determina ainda que as empresas responsáveis por barragens de mineração ficam proibidas de manter e construir qualquer instalação de obra ou serviço da empresa na zona de autossalvamento da barragem. No caso da barragem da Vale, o refeitório dos funcionários da empresa estava próximo à barragem. Segundo o texto da resolução, o empreendedor responsável por barragem de mineração considerada de alto risco terá até 15 de fevereiro de 2020 para instalar sistema de monitoramento com acompanhamento em tempo integral. Em uma lista com 717 barragens de rejeitos de mineração no Brasil, pelo menos 88 têm método de construção de “alteamento a montante ou desconhecido”, segundo a Agência Nacional de Mineração. Entre elas, 43 são classificadas como barragens de alto dano potencial associado. No começo deste mês, a ANM passou a exigir inspeções diárias em barragens como as de Brumadinho e a de Mariana. A determinação vale para todo o Brasil. As mineradoras responsáveis por 88 barragens a montante vão receber um ofício que altera as regras para divulgação dos resultados das inspeções nas estruturas.

‘Estamos determinados a mudar os rumos do país’, garante Bolsonaro no Twitter

Share Button

Por Bahia Notícias

Foto: Alan Santos/PR

Foto: Alan Santos/PR

Por meio do Twitter, o presidente Jair Bolsonaro disse neste domingo (17) que o governo está determinado a mudar os rumos do país e atribui os problemas enfrentados por ele aos governos anteriores. “Assumimos um Brasil ainda em crise em todos os sentidos. Sabemos a dificuldade que é tentar consertar tudo isso. O sistema não desistirá, mas estamos determinados a mudar os rumos do país e fazer diferente dos anteriores, já que são eles os responsáveis pelo que estamos passando”, escreveu. Na publicação o presidente pontuou as ações de início de governo. “Estamos fiscalizando recursos, diminuindo gastos, propondo endurecimento penal, Previdência. Tudo isso em pouquíssimo tempo.” O presidente acrescentou ainda que os objetivos são “claros”. “Resgatar nossa segurança, fazer a economia crescer novamente e servir a quem realmente manda no país: a população brasileira”.

Representante do Vaticano na França é investigado por agressão sexual, diz jornal

Share Button

Por G1

Núncio apostólico na França, Luigi Ventura, em imagem de arquivo | Foto: Remy Gabalda / AFP

Núncio apostólico na França, Luigi Ventura, em imagem de arquivo | Foto: Remy Gabalda / AFP

O representante do Vaticano na França, o italiano Luigi Ventura, está sendo investigado sob suspeita de “agressão sexual”, informou nesta sexta-feira (15) o jornal “Le Monde”. O núncio apostólico de 74 anos teria tocado várias vezes em um funcionário da prefeitura de Paris. O incidente ocorreu no dia 17 de janeiro em uma tradicional cerimônia em que a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, fazia seus votos para o ano de 2019 às autoridades diplomáticas e religiosas, na sede da administração local. O funcionário de 26 anos da delegação-geral de Relações Internacionais (DGRI) afirmou que Luigi Ventura o tocou duas vezes: uma na entrada da prefeitura e outra dentro do elevador. Fontes judiciais disseram ao jornal que a prefeitura comunicou o incidente ao procurador-geral francês, Rémy Heitz, em 23 de janeiro. Uma investigação foi aberta para analisar a conduta de Ventura, que ocupa a função de núncio em Paris desde 2009. O artigo 40 do Código de Processo Penal francês prevê que “qualquer autoridade constituída, qualquer funcionário público ou empregado” que tomar conhecimento de um crime ou ofensa deve denunciá-lo à procuradoria. Procurado pela Reuters, o Vaticano ainda não se manifestou. Doutor em Letras Modernas e formado em Direito Cônego, Ventura entrou para o corpo diplomático do Vaticano em 1978 e foi núncio apostólico em Costa do Marfim, Burkina Faso e Níger, antes de ser enviado em 1999 ao Chile e depois para o Canadá, segundo a Efe. Em 2009, foi transferido pelo papa Bento XVI para Paris para substituir Fortunato Baldelli.

Bancário é preso por importar da China sementes de maconha e cultivar droga em estufa ‘sofisticada’ em apartamento

Share Button

Por Bahia Notícias

Bancário é preso por importar da China sementes de maconha e cultivar droga em estufa 'sofisticada' em apartamento na BA | Foto: Divulgação

Bancário é preso por importar da China sementes de maconha e cultivar droga em estufa ‘sofisticada’ em apartamento | Foto: Divulgação

Dois homens foram presos nesta quarta-feira (13) em Cândido Sales, no sudoeste, após a polícia descobrir uma estufa de maconha na casa dos suspeitos. Segundo a Polícia Civil, a droga era vendida para várias regiões do Brasil e de outros países, incluindo a China. Um bancário e o comparsa dele foram detidos. De acordo com a polícia, a dupla colocava a droga em potes de suplemento alimentar para entregar aos clientes sem levantar suspeitas. Os suspeitos foram identificados como Paulo César Favila Cardoso Junior, que seria dono da maconha, e Jessé Novaes Dias, apontado como ajudante. A droga era cultivada no apartamento da dupla, situado na cobertura de um condomínio localizado no bairro Centro Lagoinha. Depois de colhida, a maconha era comercializada em Vitória da Conquista, na mesma região. “Eles mantinham um alto controle de qualidade através de tecnologia. Lâmpadas de led eram usadas para manter a temperatura e foi montado, também, um sistema de irrigação e adubação automáticos que controlavam clima e condições do solo” detalhou o delegado Rélder Andrade. A dupla e os materiais encontrados no apartamento foram encaminhados para a sede da DT da cidade.

Mais Médicos abre vagas para brasileiros formados no exterior; seleção durou 40 minutos

Share Button

Por Folhapress

Foto: Karina Zambrana /ASCOM/MS

Foto: Karina Zambrana /ASCOM/MS

Após sucessivos atrasos, o Ministério da Saúde abriu nesta quarta-feira (13) uma nova rodada de seleção do programa Mais Médicos para brasileiros formados no exterior. Ao todo, 1.397 vagas ainda disponíveis desde a saída de médicos cubanos do programa, há três meses, tiveram médicos selecionados. Segundo o ministério, o sistema foi aberto às 8h. Em menos de 40 minutos, não havia mais vagas disponíveis. Agora, os médicos terão novo prazo para se apresentarem aos municípios. Caso as vagas não sejam preenchidas, nova seleção deverá ser feita para médicos estrangeiros. Essa é a terceira tentativa da pasta em ocupar os postos que ficaram vagos após o fim da participação de Cuba no Mais Médicos, anunciado em 14 de novembro. Na época, Bolsonaro indicou que passaria a exigir revalidação do diploma para atuação de médicos estrangeiros no Mais Médicos. A medida, porém, ainda não foi exigida nesta etapa, voltada aos brasileiros formados no exterior. Ao mesmo tempo em que busca preencher todas as vagas dos médicos cubanos, o Mais Médicos está na mira de mudanças. Segundo o ministério, a previsão é que, finalizado o processo de seleção para os postos ainda vagos, novos editais não sejam abertos. Em entrevista à Folha de S.Paulo na última semana, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou que a pasta deverá avaliar novas formas de levar médicos ao interior do país e critérios para definir quais municípios precisam de ajuda federal.

Governo endurece regra de visitas em prisões de segurança máxima

Share Button

Por TV Globo

Foto: Gláucio Dettmar/CNJ

Foto: Gláucio Dettmar/CNJ

O governo publicou nesta quarta-feira (13) uma portaria com regras mais rigorosas para visitas a presos em presídios federais de segurança máxima. A portaria é assinada pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro. Pelo texto, as visitas sociais nesses presídios só poderão ser feitas, em regra, em parlatório ou por videoconferência. A portaria estabelece que as visitas serão destinadas exclusivamente a manter “laços familiares e sociais” e devem ocorrer “sob a necessária supervisão”. De acordo com o Ministério da Justiça, antes da portaria, a regra era que as visitas ocorressem nos pátios. Agora, essa é a exceção. A visita em parlatório é aquela em que o preso e o visitante são separados por um vidro e a comunicação é feita por interfone. Nos presídios de segurança máxima, essa modalidade de visita poderá ser feita por “cônjuge, companheira, parentes e amigos”. Presos que tenham feito acordo de delação premiada poderão receber visitas sociais no pátio. Os outros presos poderão solicitar visita no pátio se tiverem ótimo comportamento por 360 dias ininterruptos. A portaria estabelece também que, para as visitas íntimas, continuam valendo as regras de uma portaria sobre o tema publicada em 2017. Na ocasião, o governo estabeleceu que a visita íntima é proibida, por tempo indeterminado, a quem foi membro de facção criminosa, líder de quadrilha ou tentou fugir da polícia. Presos que fecharam acordo de delação podem receber visitas íntimas.

Vocalista de banda de pagode morre após ser baleado na porta de casa em Salvador

Share Button

Por G1 BA

Foto: Ilustração

Foto: Ilustração

O cantor Robson Nascimento Aleluia, da Banda Alta Tensão, morreu após ser baleado na porta de casa, no bairro Boa Vista do Lobato, subúrbio de Salvador, na terça-feira (12). Ninguém foi preso. De acordo com a Polícia Civil, Binho Alta Tensão, como era conhecido, de 34 anos, estava na porta de casa, na Travessa 13 de Maio, conversando com amigo sobre o carnaval, quando quatro pessoas chegaram no local e atiram contra o cantor. Robson não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Não há informações sobre a autoria nem motivação do crime. Ainda segundo a polícia, Robson já tinha passagem por receptação. O caso é investigado pela 3ª Delegacia de Homicídios (DH/BTS).

MEC indica que não vai abrir novos editais para escola integral no ensino médio

Share Button
O ministro da Educação Ricardo Vélez Rodríguez | Foto: Divulgação/MEC

O ministro da Educação Ricardo Vélez Rodríguez | Foto: Divulgação/MEC

Integrantes da cúpula do Ministério da Educação (MEC) indicaram a entidades da área que não pretendem abrir novos editais do programa de incentivo às escolas de ensino médio de tempo integral, de acordo com a coluna Painel, do jornal Folha de S.Paulo. A ideia da pasta é turbinar outra iniciativa, o Mais Educação, que aumenta o número de horas de atividades nos colégios.





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia