WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio



Laboratório Checap drogaria_santana

:: ‘Destaque2’

Bolsonaro diz que vai tirar de cargo secretário-executivo da Casa Civil que viajou à Índia em voo da FAB

Share Button

Por G1

O presidente Jair Bolsonar cumprimenta o ministro-chefe da Casa Civil em exercício, Vicente Santini, ao chegar na Índia | Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonar cumprimenta o ministro-chefe da Casa Civil em exercício, Vicente Santini, ao chegar na Índia | Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro informou nesta terça-feira (28) que decidiu tirar Vicente Santini do cargo de secretário-executivo da Casa Civil. Número dois da pasta, ele viajou à Índia em uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB), o que irritou o presidente. Santini utilizou o voo da FAB na condição de ministro em exercício, já que o titular Onyx Lorenzoni está em férias. Bolsonaro ficou irritado, pois Santini poderia ter viajado em voo comercial, como outros ministros fizeram. “Questão do avião da Força Aérea. Inadmissível o que aconteceu. Já está destituído da função de [secretário] executivo do Onyx. Decidido por mim. Tá, vou conversar com o Onyx, ver quais outras medidas podem ser tomadas contra ele. É inadmissível o que aconteceu. Ponto final”, disse Bolsonaro. Antes de ir para Índia, Santini foi a Davos, na Suíça, para participar do Fórum Econômico Mundial. Na sequência, ele seguiu para Nova Déli, onde se integrou à comitiva presidencial. Bolsonaro ficou contrariado com o custo da viagem e perguntou por que Santini não viajou em avião comercial, como fizeram os ministros Bento Albuquerque (Minas e Energia), e Tereza Cristina (Agricultura). “O que ele fez não é ilegal, mas é completamente imoral. Ministros antigos foram de avião comercial, classe econômica”, afirmou o presidente.

Cobrador de ônibus é agredido após reclamar com passageiro que pulou catraca do coletivo na Bahia

Share Button
Foto: Reprodução/BMD

Foto: Reprodução/BMD

O cobrador de um ônibus foi agredido no domingo (26), após reclamar com um passageiro que pulou a catraca do coletivo, na cidade de Ilhéus, no sul da Bahia. O caso aconteceu por volta de 12h30, no veículo que faz a linha Teotônio Vilela – Nossa Senhora da Vitória, na Avenida Itabuna, próximo ao posto Dom Eduardo. Segundo informações do G1 e TV Bahia, um vídeo mostra a vítima sendo atacada com socos pelo agressor, que tentou fugir mas foi impedido por outro homem. O cobrador chegou a tentar agredir o suspeito mas caiu no chão e, aparentemente, foi atacado com mais socos do agressor. O suspeito fugiu em seguida. A vítima foi encaminhada para o Hospital Costa do Cacau, onde foi atendida e, posteriormente, liberada. Por meio de nota, a Viametro Transportes informou que a empresa prestou toda assistência ao cobrador. Uma ocorrência vai ser registrada e a vítima fará exame de corpo de delito. Não há informações se o suspeito já foi encontrado.

Policiais civis e penais da Bahia param atividades por 48 horas, diz sindicato

Share Button

Por G1 BA

Policiais civis e penais durante assembleia que definiu pela paralisação nesta segunda-feira (27) | Foto: Divulgação/Sinspeb

Policiais civis e penais durante assembleia que definiu pela paralisação nesta segunda-feira (27) | Foto: Divulgação/Sinspeb

Policiais civis e penais [que atuam em penitenciárias] fazem uma paralisação de 48 horas a partir desta segunda feira (27), conforme informou Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado da Bahia (Sinspeb). A decisão da paralisação ocorreu após assembleia unificada dos policiais civis e penais baianos, na última terça-feira (21), no auditório do Sindicato Servidores do Poder Judiciário do Estado da Bahia (Sinpojud), no bairro de Nazaré, em Salvador. A categoria protesta contra PEC 159/2020, que modifica as regras da Previdência Social da Bahia e pede ainda que seja garantido 100% da pensão por morte. De acordo com a presidência do Sinspeb, o policial civil e o penal que estão no fim da carreira recebem um salário em torno de R$ 6 mil a R$ 7 mil. Se for aplicada a média que contém na PEC, o salário será reduzido para cerca de R$ 4,5 mil do servidor que está no fim da carreira. Não há detalhes dos serviços que foram afetados nas delegacias por causa da paralisação. Já nas unidades prisionais da Bahia, o sindicato informou que com a paralisação de 48 horas, apenas 30% dos policiais penais estão em atividades. Com esse efetivo estabelecido pela Lei de Greve, os detentos só terão acesso às necessidades básicas. Já as visitas dos familiares, assistência educacional, jurídica, laboral e religiosa serão suspensas.

Homem é preso em flagrante após ejacular em mulher dentro de ônibus em Salvador

Share Button
Foto: Reprodução/Pixabay/Ilustração

Foto: Reprodução/Pixabay/Ilustração

Um homem foi preso em flagrante após ejacular em uma mulher dentro do ônibus do transporte urbano de Salvador. As informações são da Guarda Civil Municipal (GCM). De acordo com a GCM, o caso ocorreu no veículo que fazia a linha Paripe x Rodoviária, na sexta-feira (24). Segundo o G1, a corporação foi até o ônibus depois de ser acionada pelos próprios passageiros. Ao chegar no local, a vítima foi encontrada com a roupa suja e muito nervosa. O suspeito foi levado para a Central de Flagrantes, na Avenida Antônio Carlos Magalhães (ACM). A vítima também foi encaminhada para o local para prestar depoimentos.

Casal é preso em flagrante com 3,2 quilos de cocaína no aeroporto de Salvador

Share Button
Foto: Divulgação/PF

Foto: Divulgação/PF

Um casal foi preso em flagrante pela Polícia Federal na sexta-feira (24), no Aeroporto Internacional Luís Eduardo Magalhães, em Salvador, quando tentava embarcar em voo com destino a Portugal transportando cerca de 3,2 kg de cocaína. Segundo a PF, a droga estava escondida no forro de uma das malas que eles carregavam. O casal, que não teve a identidade revelada, está à disposição da Justiça Federal e irá responder pelo crime de tráfico de drogas, que prevê pena de 5 a 15 anos de reclusão e multa.

Notícias de Santaluz

Suspeita de morte por H1N1 é investigada em cidade da Bahia, confirma Sesab

Share Button
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A causa da morte de um homem, ocorrida nessa terça-feira (21) em Eunápolis, é investigada pelos órgãos de saúde. Há suspeita de que o óbito tenha sido provocado pela gripe H1N1. Procurada pelo Bahia Notícias, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) confirmou a suspeita e disse que medidas de prevenção e controle já foram adotadas na comunidade. Enquanto a investigação está em andamento, eles aguardam o resultado de exames laboratoriais. A reportagem disse que também procurou a Secretaria Municipal de Saúde, mas não obteve retorno. Em nota divulgada nas redes sociais da prefeitura, na quarta (22), a gestão mencionou a suspeita, afirmou que ele foi atendido em um hospital da rede privada e disse que segue as recomendações do Ministério da Saúde para casos do tipo. “(…) realizemos a avaliação de contatos e quimioprofilaxia, apoio à empresa, colegas de trabalho e familiares, além da coleta de material para avaliação do caso”, diz no texto. Além disso, a pasta informa que a Vigilância Epidemiológica está monitorando o caso e se mantendo em alerta para a possibilidade do surgimento de novas suspeitas da doença no município. Com isso, a secretaria frisa que, até o momento, não há confirmação de nenhum óbito em decorrência da gripe suína na cidade.

Bolsonaro descarta dividir ministério chefiado por Moro: “Chance é zero”

Share Button

Por TV Globo

Foto: Roberto Jayme/Ascom TSE

Foto: Roberto Jayme/Ascom TSE

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira (24) que está descartada a possibilidade de desmembrar o Ministério da Justiça, comandado por Sergio Moro. Na quinta-feira (23), Bolsonaro havia dito que o governo estava estudando recriar a pasta da Segurança Pública, que atualmente está sob o comando de Moro. Com a mudança, o ex-juíz ficaria na Justiça e um outro ministro comandaria a área da segurança. Nesta sexta, ao chegar a Nova Déli, na Índia, para uma viagem oficial, o presidente voltou ao tema. Desta vez, disse que a chance de recriar a pasta da Segurança Pública é “zero”. “A chance no momento é zero. Tá bom ou não? Tá bom, né? Não sei amanhã. Na política, tudo muda, mas não há essa intenção de dividir [o Ministério da Justiça]. Não há essa intenção”, afirmou Bolsonaro. O movimento de recriação do Ministério da Segurança Pública ganhou força após uma reunião, na quarta-feira (22), em Brasília, entre Bolsonaro e secretários estaduais de Segurança, que pediram ao presidente uma pasta específica para a área. Bolsonaro disse que alguns secretários “podem querer enfraquecer o governo” e ressaltou que não há desgaste entre ele e Moro.

Integrante de facção criminosa da Bahia investigado por 23 assassinatos é preso em SP

Share Button

Por G1 Sorocaba e Jundiaí

Foto: Jusbrasil/Reprodução/Ilustação

Foto: Jusbrasil/Reprodução/Ilustação

Um dos integrantes de uma facção criminosa que atua na região nordeste do Brasil foi preso em Jundiaí (SP) na quarta-feira (22). Segundo a Polícia Civil, suspeito é foragido da Justiça e investigado em mais de 20 homicídios, alguns deles com sinais de crueldade. De acordo com a Polícia Militar, uma equipe que fazia patrulhamento no bairro Água Doce encontrou algumas pessoas em atitude suspeita. Durante a abordagem, um homem afirmou que estava procurando emprego na cidade, mas que não havia trazido a carteira de trabalho da Bahia. Em seguida, os policiais fizeram pesquisas sobre o suspeito e constataram que ele era um dos criminosos mais procurados do estado baiano. Ainda conforme a polícia, a equipe fez contato com a Polícia Civil da Bahia, que informou que o homem, de 26 anos, é um dos chefes de uma facção criminosa. A polícia também afirmou que ele possuía um pedido de prisão em aberto por homicídio e que era investigado por 23 assassinatos, sendo alguns com mutilações e decapitações. O homem foi encaminhado à delegacia de Jundiaí, onde foram confirmadas as informações, e permaneceu à disposição da Justiça.

Imóvel desaba no bairro de Narandiba, em Salvador

Share Button

Por G1 BA

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Um imóvel localizado na Avenida Edgar Santos, no bairro de Narandiba, em Salvador, desabou no início da tarde desta quinta-feira (23). A Defesa Civil (Codesal) informou que o prédio já estava condenado. Anteriormente, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) informou que três pessoas haviam sido resgatadas. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), entretanto, disse posteriormente que não houve vítimas. Apenas um idoso, vizinho do imóvel, que não tinha como se locomover, foi atendido pelo Samu. Por meio de nota, a prefeitura de Salvador informou que a área já foi isolada pela Codesal e destacou que o que sobrou do imóvel será demolido pela Secretaria de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur). O órgão municipal disse ainda que o imóvel havia sido condenado na segunda-feira (20), porque apresentava fissuras e oxidação de armaduras, com alto risco de desabamento. Por isso, o órgão já havia determinado a evacuação.

 Foto: Andrea Silva/TV Bahia

Foto: Andrea Silva/TV Bahia

Guedes avalia ‘imposto do pecado’ sobre cigarros, bebidas e produtos com açúcar

Share Button

Por Valor Econômico

Foto: Isac Nóbrega/PR

Foto: Isac Nóbrega/PR

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quinta-feira em Davos, na Suiça, que pediu à sua equipe estudos para a criação de um “imposto do pecado”. Ele mencionou cigarros, bebidas alcoólicas e produtos com adição de açúcar como alvos potenciais de um novo tributo. “Eu pedi para simular tudo. Bens que fazem mal para a saúde. Caso [as pessoas] queiram fumar, têm hospital lá na frente”, disse o ministro, em conversa com jornalistas após seu último dia de compromissos no Fórum Econômico Mundial. Guedes defendeu a inclusão de produtos como refrigerantes, sorvetes e chocolates na nova taxação. Ele usou o termo “imposto do pecado” para defendê-la, mas disse que a expressão é acadêmica (do inglês “sin tax”) e não tem juízo moral. “Não é nada de costumes, Deus me livre.” De acordo com o ministro, a proposta do governo para a reforma tributária está próxima de uma conclusão e deve ser enviada em fevereiro. Ele acredita em um encaminhamento ao Congresso Nacional em 20 a 30 dias. “A gente volta para o Brasil e já começa a bater o martelo”, prometeu. Guedes disse ter expectativa de que a reforma será aprovada ainda neste ano. “Para o [Rodrigo] Maia, que tem mais um ano de mandato, é simbólico”, afirmou o ministro, que dorme hoje em Zurique e passa a sexta-feira em viagem de retorno para Brasília. Ele disse que tanto o presidente da Câmara quanto o do Senado, Davi Alcolumbre, prometeram ao governo criar uma comissão mista – com 15 deputados e 15 senadores – para acelerar a tramitação.







WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia