WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio



Laboratório Checap drogaria_santana

:: ‘Destaque2’

Mulher se desequilibra, cai em rua e morre após ser atropelada por caminhão de lixo na Bahia

Share Button

Por G1 BA

Segundo PM, vítima perdeu equilíbrio e caiu atrás do veículo, quando foi atropelada, no sábado (16). Caso é investigado pela Polícia Civil | Foto: Polícia Civil

Segundo PM, vítima perdeu equilíbrio e caiu atrás do veículo, quando foi atropelada, no sábado (16) | Foto: Polícia Civil

Uma dona de casa de 58 anos morreu após ser atropelada por um caminhão de coleta de lixo, na cidade de Porto Seguro, sul da Bahia. De acordo com a polícia, Anelita Brito Silva estava na Rua Santa Rita, no Bairro Casas Novas, no sábado (16), quando se desequilibrou e caiu atrás do veículo, que passou por cima das duas pernas dela. A vítima chegou a ser socorrida e encaminhada para o Hospital Luiz Eduardo Magalhães, na mesma região, mas não resistiu aos ferimentos. O corpo foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT). Não há informações sobre o enterro. O motorista do caminhão do lixo passou mal depois de perceber que a mulher havia sido atropelada e foi encaminhado para a Unidade de Pronto Antedimento do Baianão. Não há informações sobre o estado de saúde dele. Um inquérito será instaurado para investigar a morte da dona de casa.




CPI da Lava Toga não vai para a frente, diz presidente do Senado

Share Button
O senador David Alcolumbre | Foto: Reprodução

O presidente do Senado, David Alcolumbre | Foto: Reprodução

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), disse ao Poder360 que não existe a menor hipótese de ele levar adiante qualquer tentativa de investigação contra o Supremo Tribunal Federal neste momento. Para o demista, a chamada CPI da Lava Toga criaria um embate desnecessário entre Legislativo e Judiciário. “Não é o momento para discutir isso no Brasil. Não podemos criar um embate desnecessário entre os Poderes. É hora de cada Poder continuar a ter sua prerrogativa de trabalhar de maneira independente e em harmonia com os demais”, diz o presidente do Senado. Alcolumbre também diz que nenhum dos pedidos de impeachment contra ministros do Supremo será colocado em andamento no Senado. Alcolumbre tem a prerrogativa de analisar durante quanto tempo quiser. As declarações vêm pouco depois de Alcolumbre participar de um churrasco realizado pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para combinar uma “agenda comum” entre os Poderes. Esteve presente no almoço Dias Toffoli, presidente do STF, além do presidente da República, Jair Bolsonaro, ministros de Estado e congressistas.




Manifestantes fazem ato em defesa da Lava Jato na orla de Salvador

Share Button

Por G1 BA

Ato aconteceu em frente ao Farol da Barra, em Salvador, neste domingo (17) | Foto: Marcelo Xavier / TV Bahia

Ato aconteceu em frente ao Farol da Barra, em Salvador, neste domingo (17) | Foto: Marcelo Xavier / TV Bahia

Um grupo de manifestantes se reuniu em frente ao Farol da Barra, em Salvador, neste domingo (17), para um protesto em apoio à Operação Lava Jato, da Polícia Federal. No local, as pessoas usaram camisas com a cor da bandeira do país, além de cartazes e faixas. O ato começou por volta das 10h. A manifestação teve participação de grupos como “Vem Pra Rua Bahia”, Ordem dos Médicos do Brasil e “Movimento Nas Ruas”. Durante ato, os manifestantes fizeram críticas ao Supremo Tribunal Federal (STF), que decidiu no dia 14 de novembro que crimes eleitorais, como o caixa 2, que tenham sido cometidos em conexão com outros crimes como corrupção e lavagem de dinheiro, devem ser enviados à Justiça Eleitoral. Na época, Integrantes da força-tarefa da Operação Lava Jato criticaram o envio de casos à Justiça Eleitoral, afirmando que não há estrutura para processos mais complexos, o que, segundo procuradores, pode levar à maior demora e risco de prescrições, além de risco da anulação de atos já realizados pela Justiça Federal. A Operação Lava Jato completa cinco anos neste domingo (17). Da deflagração da primeira fase, em 2014, decorreram outras 59 etapas, 49 sentenças e mais de 150 condenados. Ao todo, R$ 13 bilhões são alvo de recuperação por meio de leniências, acordos e Termos de Ajustamento de Conduta (TAC).




Professor armado com facão, arco e flecha invade Secretaria de Educação do DF

Share Button

Por G1 DF e TV Globo

Armas apreendidas com o professor na secretaria | Foto: Reprodução/Polícia Militar

Armas apreendidas com o professor na secretaria | Foto: Reprodução/Polícia Militar

Um professor armado invadiu, nesta sexta-feira (15), a sede da Secretaria de Educação do Distrito Federal, no Setor Bancário Norte. Ele levava uma faca de caça e uma besta (espécie de arco) com seis flechas – arma idêntica à que foi usada no massacre de Suzano. O homem chegou a subir até o 12º andar, onde fica o gabinete do secretário Rafael Parente – que estava em uma reunião na Residência Oficial do Governo do DF. Funcionários perceberam parte da besta para fora da mochila e acionaram a Polícia Militar que deteve o suspeito antes que ele pudesse ferir alguém. O homem, de 54 anos, foi levado para a 5ª DP, que fica na região central de Brasília. De acordo com a secretaria, ele é professor de violino erudito da Escola de Música de Brasília e tem histórico de problemas psíquicos. Segundo a pasta, ele relatava ter adoecido por conta do trabalho. O nome do suspeito não foi divulgado até a publicação desta reportagem. A secretaria apontou que o professor já tinha procurado a Ouvidoria havia alguns dias, mas voltou ao local alegando que “algo precisava ser feito”. A invasão deixou os servidores em pânico. Durante os cerca de dez minutos de tensão, seguranças deram cobertura aos funcionários, que foram autorizados a voltar para casa. O vice-governador do DF, Paco Britto, determinou no início desta tarde o “afastamento imediato” e a abertura de um processo administrativo disciplinar (PAD) contra o professor.




Previdência dos militares chega ao Congresso no dia 20, diz secretário

Share Button
Foto: Alex Ferreira/Câmara dos Deputados

Foto: Alex Ferreira/Câmara dos Deputados

O secretário especial da Previdência e Trabalho, Roberto Marinho, disse que o projeto da reforma da Previdência para os militares deverá ser enviado para o Congresso Nacional no próximo dia 20. Marinho reafirmou que espera que a reforma da Previdência como um todo esteja aprovada ainda no primeiro semestre. “Vamos aguardar as tratativas dentro do Congresso, a gente precisa que seja aprovado, o tempo que ele vai levar para se debruçar sobre o texto e discutir com transparência o texto, o que pra nós é relevante”, disse, segundo o jornal Estado de São Paulo.




Maia convida Bolsonaro, Toffoli e Davi Alcolumbre para encontro para ‘afinar diálogo’ entre poderes

Share Button
Presidente Jair Bolsonaro cumprimenta o presidente do Senado, Davi Alcolumbe; ao centro, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia | Foto: Marcos Brandão/Senado

Presidente Jair Bolsonaro cumprimenta o presidente do Senado, Davi Alcolumbe; ao centro, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia | Foto: Marcos Brandão/Senado

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, convidou os chefes dos três poderes para um encontro neste sábado (16) na residência oficial da Câmara. O objetivo é “afinar o diálogo” entre eles, de olho numa agenda comum do Executivo, do Legislativo e do Judiciário. Maia convidou os presidentes da República, Jair Bolsonaro; do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli; e do Senado, Davi Alcolumbre. “Precisamos conversar sempre, reforçar o diálogo, gerar intimidade. Tudo isso sempre é bom para pensarmos o país juntos”, disse Maia ao blog da jornalista Andréia Sadi. O Planalto ficou de definir quais ministros também participarão do almoço. No domingo (17), Bolsonaro embarcará para os Estados Unidos. Este será o segundo encontro entre Maia e Bolsonaro nos últimos dias. No fim de semana passado, os dois se reuniram para discutir a reforma da Previdência. Questionado se o tema será foco do almoço deste sábado, Maia respondeu: “Todas as agendas que são importantes para o país”. O encontro ocorrerá em meio a queixas de parlamentares, que querem que o governo afine a articulação política visando a aprovação da reforma da previdência. O presidente do Senado, questionado pelo blog, concorda com a avaliação de que a articulação do governo precisa melhorar para garantir a aprovação da reforma no Congresso.




Especialistas americanos apontam riscos de ‘efeito contágio’ de ataques em escola

Share Button
Foto: Reprodução / TV Globo

Foto: Reprodução / TV Globo

Estudos feitos nos Estados Unidos indicam a necessidade de cautela na cobertura midiática de atentados como o que ocorreu na cidade de Suzano, na grande São Paulo (lembre aqui), a fim de evitar o chamado efeito contágio ou cópia. De acordo com o Bahia Notícias, o estudo foi feito depois de casos de ataques a tiros em escolas no país nas últimas duas décadas. Um dos estudos foi publicado na revista científica Plos One. Nele foram encontradas evidências significativas de que tiroteios em escola e assassinatos em massa envolvendo armas de fogo são incentivados por eventos semelhantes no passado. A pesquisa apontou que a notoriedade dada aos autores desses ataques se torna um dos fatores motivacionais para que os indivíduos os cometam e, assim, alcancem um nível de fama que dificilmente teriam em suas vidas cotidianas.




Alunos são retirados de salas de aula durante intenso tiroteio no Complexo do Alemão, no RJ

Share Button

Por Extra

Foto: Redes sociais/Reprodução

Foto: Redes sociais/Reprodução

Alunos da Escola municipal Mourão Filho, do Ciep Nova Brasília e do Colégio estadual CAIC, no Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio, tiveram que ser retirados das salas de aula e ficarem abrigados em corredores para se protegerem de balas perdidas durante um intenso tiroteio, na manhã desta quinta-feira (14). Uma foto que circula em redes sociais mostra a situação na Mourão Filho. Criador do jornal comunitário “Voz das Comunidades”, Renê Silva compartilhou em seu perfil no Twitter um vídeo que mostra alunos assustados e uma sala de aula vazia no Ciep Nova Brasília. “Agora há pouco no Complexo do Alemão, o clima continua tenso. Muitos tiros são ouvidos em várias partes da comunidade. Imagens feitas pelos próprios alunos desta escola”, escreveu ele.Em redes sociais, pais de crianças que moram na região mostram preocupação com o que acontece: “Eu estou preocupada com as crianças da creche”; “Meu filho está na escola do Brizolão. Estou preocupado”; “Gente, por favor, alguém sabe me dizer se já tá calmo? Meu filho estuda na escola Mourão eu tô aflita aqui em casa”. Segundo a Polícia Militar, o tiroteio no Complexo do Alemão começou após bandidos atirarem contra agentes que estavam em patrulhamento pela localidade Nova Brasília. Os PMs revidaram. De acordo com a corporação, não houve relatos de feridos, prisões ou apreensões.




Facebook, Instagram e WhatsApp voltam ao normal após apresentarem instabilidade

Share Button

Por G1

Facebook | Foto: Eric Gaillard/Reuters

Facebook | Foto: Eric Gaillard/Reuters

O Facebook, Instagram e WhatsApp voltaram ao normal nesta quinta-feira (14), após apresentarem instabilidade no Brasil e outros países desde o início da tarde desta quarta-feira (13). Todos esses apps pertencem ao Facebook. Segundo o site especializado downdetector.com, os relatos de falha do serviço começaram a diminuir durante a madrugada. Após a volta dos serviços, a empresa ainda não comentou o que causou o problema. Perto das 16h da quarta-feira, em seu perfil no Twitter, o Facebook afirmou que estava “focado em resolver a questão” e que o problema não está relacionado a um ataque de negação de serviço (DDoS), que é um acesso coordenado, em massa, que visa derrubar um site. Mais cedo, a empresa já tinha admitido que a “instabilidade temporária” ocorria em toda a família de aplicativos do Facebook. Segundo o downdetector.com, os relatos atingiram o pico entre as 13h e as 22h e os problemas eram mais perceptíveis na América do Norte e na Europa.




Prefeito de Niterói, RJ, pode reassumir cargo 24h após deixar prisão

Share Button

Por Bom Dia Rio

Rodrigo Neves deixou a prisão nesta quarta | Foto: Reprodução/TV Globo

Rodrigo Neves deixou a prisão nesta quarta | Foto: Reprodução/TV Globo

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, deixou a prisão na tarde desta quarta-feira (13) e poderá reassumir o cargo ainda nesta quinta (14). Neves deixou o Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste do Rio, às 17h30. “Acredito que a democracia também foi consolidada com essa votação da Justiça me concedendo a liberdade e retornando ao mandato que foi conferido por ninguém menos do que o povo de Niterói”, declarou Neves ao sair da prisão. O prefeito e outras quatro pessoas foram presas durante a Operação Alameda, um desdobramento da Lava Jato no Rio, no dia 10 de dezembro do ano passado. Na ocasião, investigadores afirmaram que Rodrigo Neves recebeu R$ 10 milhões do reembolso da gratuidade de ônibus no município. A prisão foi revogada na terça-feira (12). A decisão foi tomada pelo 3º grupo de Câmaras Criminais do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ). Por maioria de votos, os desembargadores aceitaram recurso da defesa do prefeito de Niterói e também de outros quatro acusados: Domício Mascarenhas de Andrade, João Carlos Felix Teixeira, João dos Anjos Silva Soares e Marcelo Traça Gonçalves.







WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia