WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio


Anuncie aqui



Max Santa Luzia

Laboratório Checap

Adrivana Cunha - Hospital de Olhos

Império Store

Drogaria Santana

Santaluz confirma mais um óbito por Covid; 2 mortes e 165 suspeitas de infecção ainda são investigadas

Share Button

Foto: Freepik

Santaluz confirmou neste sábado (12) mais uma morte por Covid-19, chegando ao total de 38 óbitos pela doença desde o começo da pandemia. A vítima mais recente é um idoso de 62 anos, que faleceu no dia 5 de junho. O município ainda investiga duas mortes suspeitas. O boletim deste sábado também confirmou mais nove casos de Covid na cidade, totalizando 2.905 pessoas infectadas pelo coronavírus desde o início da pandemia. Também foram registradas treze curas clínicas, chegando ao total de 2.756 pessoas recuperadas. Há ainda 111 pessoas com o vírus ativo e 165 suspeitas de infecção sendo investigadas.

Notícias de Santaluz

Homem usando andador e bota de gesso furta caminhonete em SP

Share Button

Por G1 Ribeirão Preto e Franca

Foto: Reprodução/Câmeras de segurança

Dois homens, um deles usando um andador e uma bota de gesso, furtaram uma caminhonete, no bairro Jardim Canadá, zona Sul de Ribeirão Preto (SP), segundo o dono, que prefere não se identificar. O crime foi registrado por câmeras de segurança na tarde de sexta-feira (11), na Rua Célia de Oliveira Meireles. Nas imagens é possível ver os suspeitos passando pelo veículo estacionado em frente a uma casa. Na sequência, a dupla volta e o suspeito com o andador entra no carro pela porta do motorista, enquanto o outro entra pelo lado do passageiro. Os dois ficam alguns instantes dentro do veículo e depois vão embora nele. O dono da caminhonete registrou um boletim de ocorrência por furto de veículo, mas nem o carro nem os ladrões foram localizados. De janeiro a abril deste ano, 469 veículos foram furtados em Ribeirão Preto, de acordo com dados da Secretaria Estadual de Segurança Pública.

Homem sobrevive após ser abocanhado por baleia nos EUA

Share Button

Por G1

Foto: Reprodução/G1

Um mergulhador sobreviveu nos Estados Unidos após ser abocanhado por uma baleia. Michael Packard é pescador profissional de lagostas e estava mergulhando a trabalho quando foi parar na boca de uma baleia jubarte na costa de Cape Cod, em Massachusetts, na sexta-feira (11).

Inicialmente, ele achou que estava sendo vítima de um ataque de um tubarão, já que tudo aconteceu muito rápido. “De repente senti esse tranco e tudo ficou escuro”, disse à emissora NBC.

Ele percebeu o engano ao notar que não estava sentindo dores e não havia nenhum dente perfurando sua pele. Foi quando entendeu o que estava acontecendo.

Packard, de 56 anos, imaginou então que seria engolido e que iria morrer. Ele disse que pensou em sua família, especialmente em seu filho, mas que logo a baleia emergiu, chacoalhou a cabeça e o cuspiu. Ele foi resgatado por seus colegas de trabalho, que estavam em um barco nas proximidades.

Ele estima ter passado de 30 a 40 segundos dentro da boca do animal, onde conseguiu respirar graças ao seu tanque de oxigênio.

O mergulhador foi levado a um hospital, com ferimentos relativamente leves. “Tive um joelho deslocado e apenas danos nos tecidos moles das minhas pernas. Também fiquei com medo de ter sofrido uma lesão de mergulho por ter subido muito rápido ou uma embolia, mas está tudo bem. O médico disse que estou bem”, explicou à NBC.

PM encerra festa com cerca de 100 pessoas em sítio na Bahia e conduz organizador à delegacia

Share Button

Foto: Divulgação/SSP

A Polícia Militar acabou com uma festa clandestina com aproximadamente 100 pessoas na madrugada deste sábado (12) em um sítio na comunidade Cachoeirinha, zona rural de Caetité, no sudoeste da Bahia. Segundo a PM, o responsável pela organização da festa foi conduzido à delegacia local. Por causa da pandemia do coronavírus, eventos e atividades que geram aglomeração de pessoas continuam proibidos até 15 de junho, em todos as cidades da Bahia, independentemente do número de participantes. Além disso, vigora em todo o estado a restrição da locomoção noturna de pessoas – na região de Caetité, a medida é válida das 20h às 5h. De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), na sexta-feira (11), a Bahia registrou 127 mortes e 4.146 novos casos da Covid em 24 horas. Segundo a Sesab, o estado já contabilizou mais de 1 milhão de casos e mais de 22 mil óbitos pela doença desde o começo da pandemia.

Notícias de Santaluz

Pai cita ‘milagre’ após filho de 8 anos ficar com moeda presa na garganta por 18h no interior de SP

Share Button

Moeda ficou entalada na garganta de menino de 8 anos | Foto: Arquivo Pessoal/Murilo Silva Moraes

Um menino de 8 anos que engoliu uma moeda conseguiu retirar o objeto por meio de um procedimento médico, após cerca de 18 horas com o item entalado na garganta. Miguel Carvalho Moraes, morador de Registro, no interior paulista, foi transferido para um hospital, onde fez uma endoscopia. O pai disse ao G1 nesta sexta-feira (11) que acredita que o caso tenha sido um “milagre”, e conta que o filho está arrependido.

“[Meu filho] já está arrependido de ter brincado com a moeda. O nosso sentimento, meu e da minha esposa, é que Deus existe, porque foi um milagre. Ver ele saindo do hospital e andando bem é um milagre de Deus”, descreve Murilo Silva Moraes, de 30 anos.

O incidente com a moeda ocorreu na noite da última quarta-feira (9). Segundo Moraes, ele e a família estavam em casa, por volta das 21h, quando o filho foi até ele e contou que havia engolido a moeda. O menino estava sem ar e assustado, e precisou ser salvo pelo pai, que fez a manobra de Heimlich para tentar desengasgá-lo.

“Ele estava sem ar e muito assustado. Eu fiz a manobra para ver se conseguia retirar a moeda, mas não consegui”, explica. Diante da situação, o pai levou o menino para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade, onde foi constatado por um exame de raio-X que ele estava com a moeda presa na região do pescoço.

Menino estava internado esperando para realizar procedimento de remoção da moeda | Foto: Arquivo Pessoal/Murilo Silva Moraes

A equipe médica decidiu interná-lo e tentar transferência para outro hospital, já que a unidade não realiza a endoscopia. Os dados do menino foram inseridos na Central de Regulação de Ofertas e Serviços de Saúde (Cross), e ele conseguiu vaga na tarde desta quinta-feira (10). Neste período ele não conseguia se alimentar e tinha dificuldade para respirar.

Segundo Moraes, o menino foi transferido por volta das 14h30 para o Hospital Regional de Registro, e o procedimento começou por volta das 15h. Ele precisou fazer uma endoscopia e ficou na unidade até o efeito da anestesia passar, recebendo alta por volta das 17h.

Para o pai, o momento foi de alívio, e a família ficou em alerta. Ele conta que conversou com o filho, que comentou que não imaginava que a moeda causaria sofrimento por tantas horas. “Foram 18 horas de agonia. Graças a Deus, ele teve alta”, finaliza.

Santaluz tem 116 casos ativos de Covid; município ainda investiga 3 óbitos e 165 suspeitas de infecção

Share Button

Foto: Freepik

Santaluz registrou mais dezoito casos de Covid-19 nesta sexta-feira (11), de acordo com o boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde. A cidade contabiliza 2.896 diagnósticos positivos da doença desde o começo da pandemia. Nenhuma cura clínica foi registrada nas últimas 24 horas. Ao todo, 116 pessoas estão com o vírus ativo e outras 165 aguardam resultados de exames. O boletim informou também que o município ainda investiga três óbitos por suspeita da Covid. A Secretaria Municipal de Saúde não divulgou a data das mortes e nem o perfil das vítimas.

Notícias de Santaluz

Associação de Bares e Restaurantes entra na Justiça por reparação contra Estado da Bahia, Salvador e mais 10 municípios

Share Button

Trabalhadores de bares e restaurantes protestam contra medidas restritivas | Foto: UGT/Divulgação – 31/01/2021

Segmento diretamente impactado pelos decretos e medidas impostas pelos governos estaduais e municipais em todo país, os bares e restaurantes decidiram acionar a justiça para pedir indenização pelas baixas sofridas com as restrições de funcionamento.

A ação é encabeçada pela Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), responsável por ações civis públicas em 26 estados e o Distrito Federal, além de 275 municípios onde a entidade possui estabelecimentos associados.

Até então, o setor estava solicitando aos governos medidas de apoio como flexibilização trabalhista e crédito. A nova iniciativa mostra um caminho diferente a ser seguido pela associação.

Procurado pelo Bahia Notícias, o presidente executivo da Abrasel na Bahia, Luiz Henrique do Amaral, afirmou que no primeiro momento o objetivo das ações é “o reconhecimento e reparação do impacto causado desproporcionalmente ao segmento de bares e restaurantes”.

“Estamos discutindo se as medidas tomadas foram lícitas ou não. E estamos buscando o direito em relação a clareza que as perdas foram provocadas pelos atos dos decretos dos estados e municípios. Portanto, cabe a eles a responsabilidade da reparação, já que fomos afetados diretamente por todos esses decretos”, disse Luiz Henrique.

O presidente também disse que as ações na Bahia não estarão limitadas ao governo do estado. “Estamos acionando o governo do estado, a prefeitura de Salvador, Porto Seguro, Camaçari, Ipiaú, Candeias, Lauro de Freitas, Mata de São João, Cairu, Jacobina, Santo Antônio de Jesus e Amélia Rodrigues”, listou.

Questionado sobre qual modelo seria adotado para calcular as indenizações, ele pregou cautela e sinalizou que avaliações serão feitas após o reconhecimento do impacto.

“Na sequência desse reconhecimento, a gente possa fazer as avaliações de cada associado mostrando seus danos materiais ocorridos e de que maneira será feito esse ressarcimento”.

Procurada pela reportagem, a prefeitura de Salvador disse que ainda não tem conhecimento da ação na justiça, a nível local, e afirmou que “todas as ações tomadas com relação a medidas restritivas são comunicadas e discutidas com o setor. O setor está presente em todas as reuniões”.

O Bahia Notícias teve acesso ao processo, que tem como órgão julgador a 6ª Vara da Fazenda Pública de Salvador. No documento, a Abrasel afirma que “independente da licitude dos atos normativos regulamentados pelos entes estatais, sendo necessária a respectiva reparação. Em razão disso, vêm as partes Demandantes, por meio desta ação civil pública, requerer em juízo reparação através de indenização a título de danos materiais, conforme passam a expor”.

O processo pede que o estado da Bahia e os municípios citados sejam intimados “a apresentar as evidências científicas que embasaram a adoção dos decretos”.

Brasil voltará a fazer parte do Conselho de Segurança da ONU após 11 anos

Share Button

Por G1

Reunião do Conselho de Segurança da ONU | Foto: Seth Wenig/AP

O Brasil voltará a ocupar um assento não permanente no Conselho de Segurança das Nações Unidas no biênio 2022-2023, após 11 anos. Será a 11ª vez que o país vai integrar o colegiado (a última foi no biênio 2010-2011). O Brasil recebeu 181 votos na eleição que ocorreu nesta sexta-feira (11) em Nova York, durante a 75ª Assembleia Geral da ONU. Albânia, Emirados Árabes Unidos, Gabão e Gana também foram eleitos. O Conselho de Segurança é formado por 15 países com direito a voto. Mas apenas Estados Unidos, França, Grã-Bretanha, China e Rússia são membros permanentes e têm poder de veto. Os outros 10 assentos são temporários, e os países são eleitos para ocupá-los de forma rotativa, em mandatos de dois anos. Segundo o Itamaraty, a eleição desta sexta “reflete o reconhecimento da histórica contribuição brasileira para a paz e a segurança internacionais”. O Ministério das Relações Exteriores disse, em nota, que pretende “fortalecer as missões de paz da ONU e defender os mandatos que corroborem a interdependência entre segurança e desenvolvimento”.

Prefeito de Candeias é preso após PF achar armas na casa dele em ação contra desvios de recursos de combate à Covid-19

Share Button

Por G1 BA

A PF encontrou uma pistola e uma espingarda na casa do prefeito de Candeias, onde mandados de busca e apreensão eram cumpridos | Foto: Divulgação/PF

O prefeito Pitágoras Alves (PP), da cidade de Candeias, região metropolitana de Salvador, foi preso na manhã desta sexta-feira (11), durante uma operação da Polícia Federal (PF) que investiga desvios de verbas públicas de enfrentamento à Covid-19. A PF encontrou uma pistola e uma espingarda na casa dele, onde mandados de busca e apreensão eram cumpridos. No momento em que foi detido, Pitágoras não apresentou permissão para porte ou posse de armas, por isso ele foi detido em flagrante. Apesar disso, a prisão do prefeito não tem ligação direta com a operação. Por meio de nota, a prefeitura informou que Pitágoras deve ser liberado ainda nesta sexta, mediante pagamento de fiança. Além da casa de Pitágoras, mandados de busca e apreensão também foram cumpridos na Secretaria de Saúde do município e na Superintendência de Gestão. Cerca de R$ 100 mil foram apreendidos pela polícia. A operação começou a investigar desvio de recursos públicos, após uma denúncia feita ao Ministério Público Federal (MPF), envolvendo a compra de oito respiradores e máscaras sem licitação, em 2020. Segundo a PF, cada ventilador custou aos cofres municipais R$ 175 mil, tendo sido gasto R$ 1,4 milhão. Esses valores são incompatíveis com os preços de mercado, em uma diferença de mais de R$ 100 mil por equipamento, detalhou a PF.

Bolsonaro volta a defender vacinados sem máscara, mas diz que decisão será de governadores e prefeitos: “Eu não apito nada”

Share Button

Foto: Reuters/Adriano Machado

O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender nesta sexta-feira (11) a desobrigação do uso de máscaras para vacinados e recuperados da Covid, mas disse que a decisão final será de governadores e prefeitos. “Quem já foi infectado e quem tomou vacina não precisa usar máscara. Quem vai decidir é ele [ministro Queiroga], dar um parecer. Se bem que quem decide na ponta da linha é o governador e prefeito, eu não apito nada. É ou não é? Segundo o Supremo, quem manda são eles. Nada como você estar em paz com a sua consciência”, afirmou. Bolsonaro já havia informado na quinta (10) que pediu ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, um parecer para liberar vacinados e recuperados da Covid de usar máscaras. A ideia foi prontamente rebatida por especialistas, que alertam que mesmo quem foi vacinado ou teve a doença pode transmitir o vírus para outras pessoas. Além disso, quem já teve Covid pode ter de novo, e quem foi vacinado pode ter a doença de forma mais leve. Desde que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, no ano passado, que estados e municípios têm direito de tomar medidas para conter a pandemia, Bolsonaro alega que o governo federal foi proibido de liderar ações contra a Covid. Ministros do STF vêm explicando que o argumento do presidente não tem fundamento. E que a decisão da Corte determina que a União é a responsável por coordenar as ações. 



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia