WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio


Anuncie aqui



Max Santa Luzia


Laboratório Checap

Adrivana Cunha - Hospital de Olhos

Império Store

Drogaria Santana


Bolsonaro recua após ameaças golpistas e faz ‘Declaração à Nação’ dizendo que não teve ‘intenção de agredir’ poderes

Share Button

Por Folha de S.Paulo

Foto: Marcos Corrêa /PR

Dois dias depois de atacar o STF com ameaças golpistas, o presidente Jair Bolsonaro divulgou nota nesta quinta-feira (9) afirmando que não teve “nenhuma intenção de agredir quaisquer dos Poderes”.

“Nunca tive nenhuma intenção de agredir quaisquer dos Poderes. A harmonia entre eles não é vontade minha, mas determinação constitucional que todos, sem exceção, devem respeitar”, afirmou o presidente.

“Essas questões devem ser resolvidas por medidas judiciais que serão tomadas de forma a assegurar a observância dos direitos e garantias fundamentais previsto no Art 5º da Constituição Federal. Reitero meu respeito pelas instituições da República, forças motoras que ajudam a governar o país.”

A declaração foi divulgada após encontro de Bolsonaro no Planalto com ex-presidente Michel Temer (MDB), responsável pela indicação de Moraes ao STF na época em que estava na Presidência.

Na terça-feira (7) em Brasília e São Paulo, em discursos diante de milhares de apoiadores, Bolsonaro fez ameaças golpistas contra o STF (Supremo Tribunal Federal), exortou desobediência a decisões da Justiça e disse que só sairá morto da Presidência da República.

Na Esplanada dos Ministérios, por exemplo, Bolsonaro fez uma ameaça direta ao presidente do Supremo, ministro Luiz Fux. “Ou o chefe desse Poder [Fux] enquadra o seu [ministro] ou esse Poder pode sofrer aquilo que nós não queremos”, disse, referindo-se às recentes decisões de Moraes contra bolsonaristas.

“Nós todos aqui na Praça dos Três Poderes juramos respeitar a nossa Constituição. Quem age fora dela se enquadra ou pede para sair”, disse o presidente, em um caminhão de som no gramado em frente ao Congresso.

“Não podemos continuar aceitando que uma pessoa específica da região dos Três Poderes continue barbarizando a nossa população. Não podemos aceitar mais prisões políticas no nosso Brasil”, disse Bolsonaro em outra referência a Moraes.

Moraes foi o responsável por decisões recentes contra bolsonaristas que ameaçam as instituições. O ministro tem agido a partir de pedidos da PGR (Procuradoria-Geral da República), sob o comando de Augusto Aras, indicado por Bolsonaro, e da Polícia Federal, órgão subordinado ao presidente.

Os atos de terça foram dominados por discursos golpistas do presidente e por faixas, cartazes e gritos autoritários e antidemocráticos de seus apoiadores. O STF foi o principal alvo.

Já na avenida Paulista, exortou desobediência a decisões da Justiça.

“Nós devemos sim, porque eu falo em nome de vocês, determinar que todos os presos políticos sejam postos em liberdade. Dizer a vocês, que qualquer decisão do senhor ​Alexandre de Moraes, esse presidente não mais cumprirá. A paciência do nosso povo já se esgotou”, afirmou Bolsonaro.

“[Quero] dizer aos canalhas que eu nunca serei preso”, disse o presidente, que prosseguiu. “Ou esse ministro se enquadra ou ele pede para sair. Não se pode admitir que uma pessoa apenas, um homem apenas turve a nossa liberdade.”

Nessas falas, Bolsonaro cometeu crimes de responsabilidade que podem levar à abertura de processos de impeachment, segundo especialistas ouvidos pela Folha.

Além dos crimes de responsabilidade, que possuem caráter político e jurídico, o presidente pode ter cometido também crimes comuns, ilícitos eleitorais e ato de improbidade administrativa, na avaliação de parte dos entrevistados.

LEIA ÍNTEGRA DA NOTA DE JAIR BOLSONARO DESTA QUINTA (9)

“No instante em que o país se encontra dividido entre instituições é meu dever, como Presidente da República, vir a público para dizer:

1. Nunca tive nenhuma intenção de agredir quaisquer dos Poderes. A harmonia entre eles não é vontade minha, mas determinação constitucional que todos, sem exceção, devem respeitar.

2. Sei que boa parte dessas divergências decorrem de conflitos de entendimento acerca das decisões adotadas pelo Ministro Alexandre de Moraes no âmbito do inquérito das fake news.

3. Mas na vida pública as pessoas que exercem o poder, não têm o direito de “esticar a corda”, a ponto de prejudicar a vida dos brasileiros e sua economia.

4. Por isso quero declarar que minhas palavras, por vezes contundentes, decorreram do calor do momento e dos embates que sempre visaram o bem comum.

5. Em que pesem suas qualidades como jurista e professor, existem naturais divergências em algumas decisões do Ministro Alexandre de Moraes.

6. Sendo assim, essas questões devem ser resolvidas por medidas judiciais que serão tomadas de forma a assegurar a observância dos direitos e garantias fundamentais previsto no Art 5º da Constituição Federal.

7. Reitero meu respeito pelas instituições da República, forças motoras que ajudam a governar o país.

8. Democracia é isso: Executivo, Legislativo e Judiciário trabalhando juntos em favor do povo e todos respeitando a Constituição.

9. Sempre estive disposto a manter diálogo permanente com os demais Poderes pela manutenção da harmonia e independência entre eles.

10. Finalmente, quero registrar e agradecer o extraordinário apoio do povo brasileiro, com quem alinho meus princípios e valores, e conduzo os destinos do nosso Brasil.”

Presidente de associação de caminhoneiros diz que motoristas foram usados como “bois de piranha” por agronegócio

Share Button

Por Bahia Notícias

Foto: Reprodução

Entidade que representa caminhoneiros de todo o país, a Associação Nacional de Transporte do Brasil (ANTB) avalia que as paralisações de motoristas entre quarta-feira (8) e esta quinta-feira (9) não servem à categoria.

Para o presidente da entidade, José Roberto Stringasci, os motoristas foram usados como “bois de piranha” para satisfazer os reais beneficiários: os empresários do agronegócio. Os últimos acontecimentos, segundo ele, lembram o que ocorreu em 2018, quando o país sofreu uma crise de desabastecimento.

“A gente tem visto novamente que eles estão usando o motorista autônomo como boi de piranha. Quem está por trás disso é seu Antônio Galvan [investigado por apoiar manifestações antidemocráticas] junto com meia dúzia de motoristas, como Odilon Fonseca e Zé Trovão”, declarou ao Bahia Notícias. De acordo com Stringasci, a maioria dos condutores não aderiu ao proposto pelos articuladores da paralisação. “Noventa por cento da categoria não aprova isso. Essa coisa de matar e arrancar ministro do STF. Não aprova”, reiterou.

Stringasci declarou que a pressão do agronegócio tem a ver com a não aprovação de um projeto [Ferrogrão] pelo Supremo Tribunal Federal, que beneficiaria os grandes empresários. “Em 2018, eles deviam 200 milhões de reais. Só que agora devem uns 40 bilhões de reais ao governo federal, e eles querem uma anistia. Só que agora em maio desse ano, o STF derrubou o projeto Ferrogrão. De lá para cá, o agronegócio virou patriota”, ironizou.

Inflação oficial fica em 0,87% em agosto, maior taxa para o mês nos últimos 21 anos

Share Button

Gasolina foi o produto que mais pesou na inflação em agosto | Foto: Helena Pontes

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de agosto foi de 0,87%, a maior variação para o mês desde o ano 2000, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (9) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com isso, o indicador acumula altas de 5,67% no ano e de 9,68% nos últimos 12 meses, acima do registrado nos 12 meses imediatamente anteriores (8,99%). Em agosto do ano passado, a variação mensal foi de 0,24%.

De acordo com o IBGE, oito dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados subiram em agosto, com destaque para os transportes, que teve a maior alta de preços. Puxado pelos combustíveis, o grupo registrou a maior variação (1,46%) e o maior impacto (0,31 p.p.) no índice geral. A gasolina subiu 2,80% e teve o maior impacto individual (0,17 p.p.). Etanol (4,50%), gás veicular (2,06%) e óleo diesel (1,79%) também ficaram mais caros no mês. A segunda maior contribuição (0,29 p.p.) veio de alimentação e bebidas (1,39%), que acelerou em relação ao mês anterior (0,60%).

“O preço da gasolina é influenciado pelos reajustes aplicados nas refinarias de acordo com a política de preços da Petrobras. O dólar, os preços no mercado internacional e o encarecimento dos biocombustíveis são fatores que influenciam os custos, o que acaba sendo repassado ao consumidor final. No ano, a gasolina acumula alta de 31,09%, o etanol 40,75% e o diesel 28,02%”, disse o analista da pesquisa, André Filipe Guedes Almeida.

Notícias de Santaluz

Em meio a bloqueio de rodovias em vários estados, Bolsonaro se reunirá com caminhoneiros para tentar ‘desarmar bomba’

Share Button

Por Valdo Cruz, via G1

Manifestação em Assaí, no norte do Paraná | Foto: Polícia Rodoviária Estadual

O presidente Jair Bolsonaro vai se reunir nesta quinta-feira (9), em Brasília, com representantes de um grupo de caminhoneiros que promove bloqueio de rodovias no país em apoio ao governo e contra ministros do Supremo Tribunal Federal (STF)

O encontro será no Palácio do Planalto e contará ainda com a participação do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, que está à frente das conversas com os caminhoneiros desde quarta (8).

Essa ação de Bolsonaro é tentativa de desarmar uma bomba que ele mesmo armou, ao estimular protestos de caminhoneiros em meio aos atos antidemocráticos de 7 de Setembro.

A equipe econômica e o próprio Palácio do Planalto estão preocupados com o risco de o movimento aumentar e causar problemas para a economia. O próprio presidente fez esse alerta em áudio enviado a caminhoneiros na noite de quarta.

No áudio, Bolsonaro pede aos caminhoneiros que liberem as estradas do país e diz que a ação “atrapalha a economia” e “prejudica todo mundo, em especial, os mais pobres”.

No Ministério da Economia, a lembrança é da greve de caminhoneiros no governo Michel Temer, em maio de 2018, quando o país enfrentou dificuldades de desabastecimento. Na época, o então Ministério da Fazenda calculou que a greve fez o país perder um ponto percentual de crescimento.

Avião com quase 300 kg de cocaína que saiu da Bolívia cai em MT após ser interceptado pela FAB; piloto é preso

Share Button

Por G1 MT

Avião caiu após piloto tentar fazer um pouso forçado em MT | Foto: Polícia Federal

Um avião que saiu da Bolívia transportando quase 300 kg de drogas caiu em Brasnorte, na região norte de Mato Grosso, na noite dessa terça-feira (7). O piloto tentou fugir, mas foi localizado e preso. De acordo com a Polícia Federal, foram encontrados 296 kg de cocaína e 1 kg de maconha dentro da aeronave. Além das drogas, o avião foi apreendido. Segundo a polícia, o veículo não tinha plano de voo e entrou no espaço aéreo do Brasil pela fronteira com a Bolívia, mas foi interceptado pela Força Aérea Brasileira (FAB). Em seguida, o piloto tentou fazer um pouso forçado em um campo aberto do município, mas acabou perdendo o controle e caiu. Todo o material apreendido foi encaminhado para a base da PF em Cuiabá. A polícia informou que as buscas continuam para tentar localizar outros integrantes de uma suposta organização criminosa envolvida no tráfico de drogas entre Brasil e Bolívia.

Santaluz tem 1 caso ativo de Covid e 7 suspeitas de infecção sendo investigadas

Share Button

Foto: Paula Fróes/GOVBA

Santaluz registrou nesta quarta-feira (8) mais uma cura clínica de paciente diagnosticado com Covid-19, de acordo com o boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde. A cidade contabiliza agora 3.727 diagnósticos positivos da doença e 3.677 curas desde o começo da pandemia. Ainda conforme o boletim, uma pessoa está com o vírus ativo e outras 7 aguardam resultados de exames.

Notícias de Santaluz

Carro roubado em Amélia Rodrigues é recuperado pela Polícia Civil em Conceição do Coité

Share Button

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Após denúncia anônima, a Polícia Civil recuperou em Conceição do Coité, na região sisaleira da Bahia, uma picape modelo Strada roubada, com placa clonada e com números de chassi e motor adulterados. Segundo a polícia, o veículo foi encontrado na tarde desta quarta-feira (8), em uma residência no Centro da cidade, por investigadores da delegacia local. Ainda segundo a polícia, um homem que estava em posse do automóvel, cuja identidade não foi revelada, foi levado para a delegacia e liberado depois de prestar esclarecimentos. Conforme a Polícia Civil, ele vai responder inquérito pelo crime de receptação. A polícia disse ainda que o dono do carro foi localizado e informou que o veículo havia sido roubado em 2020 na cidade de Amélia Rodrigues, na região de Feira de Santana, por dois indivíduos armados.

Notícias de Santaluz

Homem é preso acusado de estuprar três netas em cidade da Bahia

Share Button

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Um homem acusado de abusar sexualmente de três netas, todas menores de idade, foi preso nesta quarta-feira (8) em Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia. Segundo a Polícia Civil, os abusos foram relatados pelas próprias vítimas, que tem idades entre 7 e 12 anos. A polícia detalhou que o acusado ainda aliciava outros netos, também crianças e adolescentes, passando filmes com teor pornográficos para assistirem, momento em que os estimulavam a manterem relações sexuais com as meninas, enquanto ele presenciava todo o ato. Após cumprimento do mandado de prisão preventiva, ele foi encaminhado para a Delegacia Territorial de Vitória da Conquista, onde permanece à disposição da Justiça.

Notícias de Santaluz

Caminhoneiros realizam manifestações a favor de Bolsonaro na Bahia

Share Button

Foto: Arquivo Pessoal

Um grupo de caminhoneiros realiza, nesta quarta-feira (8), manifestações em dois pontos na BR-242, na região oeste. O ato acontece na saída da cidade de Luís Eduardo Magalhães, em direção a Barreiras. Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), uma outra manifestação também foi registrada na saída da cidade de Barreiras, sentido Salvador. Apenas carros pequenos e transportes maiores com cargas de alimentos perecíveis estão passando pela rodovia. De acordo com o G1, os caminhoneiros se manifestam em apoio aos atos que ocorreram na terça-feira (7) no país em favor do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que defenderam pautas antidemocráticas e contra a Constituição Federal, como a destituição de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Homem é preso acusado de descumprir medida protetiva em Queimadas; moto dele é incendiada

Share Button

Moto de homem acusado de descumprir medida protetiva foi incendiada em frente a casa dele, em Queimadas | Foto: Notícias de Santaluz

Um homem de 30 anos foi preso na noite de segunda-feira (6), em Queimadas, na região sisaleira da Bahia, acusado de invadir a casa da ex-companheira, de 32 anos, e descumprir medida protetiva determinada pela Justiça.

Na manhã de terça-feira (7), ele foi encaminhado à central de flagrantes da Polícia Civil em Senhor do Bonfim, onde foi autuado em flagrante, de acordo com a Guarda Civil Municipal (GCM), que atendeu a ocorrência.

Vídeo que circula nas redes sociais mostra moto em chamas | Foto: Reprodução

Ainda na terça-feira, a motocicleta do acusado foi encontrada incendiada em frente a casa dele. O veículo ficou totalmente destruído. Um vídeo com imagens da moto em chamas circula nas redes sociais, mas ainda não se sabe as causas do incêndio.

Até a tarde desta quarta-feira (8), o acusado permanecia custodiado na carceragem da delegacia de Queimadas, à disposição da Justiça. Ele deve passar por audiência de custódia.

Notícias de Santaluz



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia