WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio


Anuncie aqui



Max Santa Luzia

Laboratório Checap

Império Store

Drogaria Santana

Justiça do Trabalho mantém liminar que proíbe Ford de demitir funcionários

Share Button

Foto: Fábio Vieira/Metrópoles

A Justiça do Trabalho confirmou nesta segunda-feira (22) a liminar que proibiu a montadora Ford de realizar demissão coletiva dos trabalhadores da fábrica de Taubaté (SP). A empresa também continua impedida de se desfazer de bens e maquinários até a conclusão das negociações coletivas.

Segundo a Agência Brasil, a decisão foi motivada por um recurso da empresa, apresentado após a decisão proferida no dia 5 de fevereiro, que também impediu a dispensa em massa dos empregados. A liminar foi assinada nesta manhã pela desembargadora Maria da Graça Bonança Barbosa, do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região, em Campinas.

Na mesma decisão, a desembargadora deferiu parcialmente pedido da montadora para desobrigar a empresa de fornecer em 30 dias um cronograma de negociação coletiva e para garantir que não há mais necessidade da participação do Ministério Público do Trabalho (MPT) nas negociações entre a Ford e o sindicato da categoria.

A Ford anunciou em janeiro o fechamento de todas as suas fábricas no Brasil, após mais de 100 anos montando veículos no país. Em nota à época do anúncio, a empresa citou, entre outros fatores, os impactos provocados pela pandemia do novo coronavírus (covid-19), que “amplia a persistente capacidade ociosa da indústria e a redução das vendas, resultando em anos de perdas significativas”.

Bolsonaro volta a criticar política da Petrobras: “O petróleo é nosso ou é de um pequeno grupo no Brasil?”

Share Button

Por Valor Econômico

Foto: Alan Santos/PR

Pouco antes da abertura da bolsa de valores nesta segunda-feira (22), o presidente Jair Bolsonaro voltou à carga contra a sistemática de definição de preços da Petrobras. Afirmou que a atual política atende aos interesses de “alguns grupos do Brasil”, criticou o trabalho do presidente da estatal, Roberto Castello Branco, e disse que a Lei de Reponsabilidade Fiscal prevê que, em estado de calamidade, a companhia deve “olhar para outros objetivos”. Em conversa com apoiadores, em frente ao Palácio da Alvorada, o presidente provocou: “O petróleo é nosso? Ou é de um pequeno grupo no Brasil?” Na última sexta, Bolsonaro anunciou que Castello Branco será substituído pelo general Joaquim Silva e Luna, atual presidente da Itaipu Binacional. Pressionado por caminhoneiros pelos recentes reajustes no preço do diesel, Bolsonaro defende que a composição dos preços e reajuste precisa de transparência e previsibilidade. Na primeira hora de pregão, os papéis da empresa perdiam 20%. “É sinal que alguns do mercado financeiro estão muito felizes com a política que só tem um viés na Petrobras, atender os interesses de alguns grupos do Brasil”, disse o presidente. Bolsonaro ainda reclamou que ninguém no governo estava tomando providências para reduzir o preço ao consumidor. “No fundo, ninguém fazia nada, eu tenho que descobrir sozinho isso. A gente vai mudar, mudanças teremos no governo sempre que se fizer necessário”, assegurou. “Não tenho preocupação nenhuma a não ser atender ao interesse público”, completou.

Internado com Covid, secretário de Saúde da Bahia faz apelo à população; governador ameaça “fechar absolutamente tudo”

Share Button

Foto: Reprodução/TV Bahia

Ao avaliar a situação da pandemia de coronavírus na Bahia e falar sobre a ampliação do horário do toque de recolher em 381 cidades do estado, devido ao aumento da ocupação de leitos UTIs Covid-19, o governador Rui Costa afirmou na manhã desta segunda-feira que se a população não ajudar na prevenção ao coronavírus, ele vai tomar medidas mais drásticas, como determinar o fechamento do comércio.

“Eu peço a contribuição dos donos de empreendimentos, donos de restaurantes, bares, shoppings. Se essa medida não surtir efeito, a medida terá que ser mais drástica… ou seja, fechar absolutamente tudo. Então, para evitarmos o pior, inclusive para os negócios, é importante que todos colaborem”, disse Rui em entrevista ao Jornal da Manhã.

Na sexta-feira (19), o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, disse em entrevista ao Jornal A Tarde que o estado atravessa o pior momento da pandemia no país. E segundo ele, porque a população não tem colaborado, principalmente os mais jovens.

“Os jovens que perderam o medo. É possível que precisemos avançar para fechar comércio durante o dia”, alertou o secretário, que está internado com Covid-19.

Diagnosticado com Covid-19, secretário de Saúde da Bahia está internado desde a última sexta-feira | Foto: Reprodução/TV Bahia

Diagnosticado com a doença há uma semana, Vilas-Boas fez na manhã desta segunda-feira, em vídeo divulgado nas redes sociais, um apelo pedindo a população para evitar aglomerações a fim de que a taxa de transmissão do coronavírus seja reduzida.

“Tenho permanecido internado, fazendo uso de oxigênio, tomando medicações. Não tem sido uma experiência fácil, essa é uma doença traiçoeira. Ninguém sabe quem vai melhorar ou piorar. Ter a garantia de uma vaga em um hospital, não é garantia de que você sobreviverá”, afirmou o secretário estadual da Saúde.

“Precisamos lutar para que a taxa de transmissão diminua. Precisamos evitar que as pessoas continuem se contagiando, pois não haverá vaga para todo mundo. Os hospitais não vão dar conta”, ressaltou.

“Lhe faço um apelo. Lute para que não exista aglomerações em seu bairro. Denuncie à polícia. Combata quem está fazendo aglomerações indevidas”, completa Vilas-Boas.

Notícias de Santaluz

Doria afirma que São Paulo está socorrendo o Brasil: ‘Onde estão as outras vacinas?’

Share Button

Foto: Divulgação/Governo de SP

Responsável por viabilizar o acordo entre o laboratório chinês Sinovac e o Instituto Butantan, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirma que a cada 10 vacinadas contra a Covid-19 no país, nove receberam a Coronavac. Ele defende que isso se deve ao esforço de seu governo e do instituto, uma vez que o governo federal trabalhou contra o imunizante.

“Todos acompanharam o esforço do governo federal contra a vacina, com uma série de impropérios. (…) Hoje nós temos aqui em solo brasileiro 27.100.000 doses do Instituto Butantan, amanhã estamos entregando mais 3.400.000 doses ao ministério. (…) Aí eu pergunto: onde estão as outras vacinas? Não pode ficar apenas o Butantan com a responsabilidade de prover vacinas para o país, o que fazemos com alegria”, apontou o governador. A declaração foi dada em entrevista concedida, por telefone, ao programa Isso é Bahia, parceria da rádio A Tarde FM com o Bahia Notícias.

Doria lembrou que a capacidade de produção prometida pelo instituto paulista e pelo laboratório chinês foi entregar 100 milhões de doses ao Brasil – 46 milhões até abril e mais 54 milhões até agosto. Sendo assim, de acordo com o governador de São Paulo, o cronograma está sendo cumprido.

O governo federal, no entanto, acusou o Butantan de atrasar a remessa que deveria ser entregue em fevereiro. Na semana passada, o Ministério da Saúde divulgou um cronograma de vacinação, com a previsão de receber 9,3 milhões de doses da Coronavac neste mês, porém, horas antes, o Butantan indicou que entregaria 2,6 milhões de doses. Em nota de resposta, o instituto paulista pontuou que foi afetado com o atraso na chegada da matéria-prima, culpando o governo brasileiro e sua relação desgastada com a China por isso.

PM apreende som após flagrar bar funcionando durante toque de recolher em Santaluz

Share Button

Som foi apreendido em bar após denúncia | Foto: Divulgação/PM

A Polícia Militar apreendeu um aparelho de som em um bar localizado no bairro São Jorge, em Santaluz, na noite deste domingo (21).

De acordo com a PM, por volta das 23h30, uma guarnição foi até o local após denúncia de perturbação do sossego e descumprimento ao decreto de toque de recolher vigente no estado.

A polícia informou que além de apreender o aparelho de som do tipo micro system ainda fechou o bar e dispersou pessoas que estavam consumindo bebida alcoólica e fazendo aglomeração no local. Segundo a PM, todos foram orientados a ir para casa.

Horário de toque de recolher é ampliado

PM realiza abordagens durante fiscalização na segunda noite do toque de recolher | Foto: Notícias de Santaluz

Devido ao aumento da ocupação de leitos de UTIs para pacientes com Covid-19, que atingiu a taxa de 80% neste domingo, o governador Bahia, Rui Costa, decidiu ampliar o horário do toque de recolher que proíbe a circulação de pessoas em 381 cidades do estado.

A partir desta segunda-feira (22) até o próximo domingo, dia 28 de fevereiro, a restrição passa a valer das 20h às 5h. O atendimento presencial em bares, restaurantes, lojas de conveniência e demais estabelecimentos similares que comercializem bebidas alcóolicas será encerrado às 18h. Apenas o delivery de alimentos fica permitido até as 23h.

UTIs lotadas

Foto: Divulgação/Sesab

Segundo o governo da Bahia, a determinação do toque de recolher visa provocar uma redução da taxa de crescimento da Covid-19 no estado, que pelo terceiro dia consecutivo registrou o maior número de pacientes internados em UTIs Covid-19 desde o início da pandemia. Até este domingo, 890 pacientes adultos e pediátricos em estado grave ocupavam leitos nas diversas regiões da Bahia, segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Sesab.

Notícias de Santaluz

‘Se considerar a regulação, todos os leitos [de UTI Covid] estão ocupados’, alerta governador da Bahia

Share Button

Por Bahia Notícias

Foto: Paula Fróes/GOVBA

Ao justificar a ampliação do horário do toque de recolher na Bahia, o governador Rui Costa (PT) ressaltou que a situação dos leitos de UTI Covid é ainda pior do que os números apontam. No domingo (21), o estado atingiu a marca de 80% de ocupação nesses leitos, então a restrição, antes válida das 22h às 5h, passou a ser das 20h às 5h. No entanto, os dados da regulação indicam um quadro mais grave. “Se considerar a regulação, todos os leitos [de UTI Covid] estão ocupados neste momento”, ressaltou Rui em entrevista ao Jornal da Manhã, da TV Bahia, nesta segunda-feira (22). O governador disse que a informação é da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), responsável por coordenar todo o sistema de saúde da Bahia. Ele afirma que, diante desse cenário, “não há o que se falar de manter bares funcionando, lotados”. O decreto que determina o toque de recolher restringe ainda mais o horário de funcionamento de estabelecimentos com venda de bebida alcoólica, que só podem funcionar até às 18h.

Homem natural de Riachão do Jacuípe é preso ao ser flagrado com 48kg de maconha em ônibus de turismo em Feira de Santana

Share Button

Foto: Divulgação/SSP

Um homem natural do município de Riachão do Jacuípe foi preso em flagrante, na manhã deste domingo (21), ao ser flagrado transportando cerca de 48 quilos de maconha em um ônibus de turismo, em Feira de Santana. Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP), ao abordar o veículo próximo à entrada da cidade, policiais civis e militares encontraram os entorpecentes divididos em 46 tabletes escondidos em duas malas. Conforme a SSP, o homem trazia a droga de São Paulo com destino a Feira de Santana e foi localizado após denúncia anônima. Ele foi encaminhado à central de flagrantes da Polícia Civil.

Notícias de Santaluz

Bahia chega a 80% de ocupação de leitos de UTI e toque de recolher passa a valer de 20h às 5h a partir de segunda-feira

Share Button

Foto: Alberto Maraux/SSP

Neste domingo (21), após a Bahia alcançar a marca de 80% de ocupação dos leitos de UTI disponíveis para pacientes com Covid-19, o governador Rui Costa anunciou que o toque de recolher em vigor no estado será ampliado a partir desta segunda-feira (22). “Infelizmente, alcançamos a marca de 80% de ocupação dos leitos de UTI na #Bahia e a consequência será a ampliação do horário do toque de recolher. A partir desta segunda, dia 22, a restrição será das 20h às 5h. As regiões Oeste, de Irecê e de Jacobina continuam sendo as exceções”, escreveu o governador em uma rede social. O toque de recolher começou a valer na sexta-feira (19) e, até então, tinha validade das 22h às 5h, em 343 cidades. Rui também anunciou outras medidas de enfrentamento ao coronavírus: “O atendimento presencial em bares e restaurantes será até 18h. O funcionamento do transporte metropolitano até 20h30. Delivery de alimentos até 23h. Medidas visam conter avanço do coronavírus. Estamos vivendo um momento extremamente grave e conto com a compreensão de todos”.

PM vai apurar denúncia de descumprimento de decreto estadual e flagra homem com pistola em bar de Conceição do Coité

Share Button

Foto: Divulgação/PM

Um homem de 28 anos foi preso por porte ilegal de arma de fogo em Conceição do Coité, região sisaleira da Bahia, na noite deste sábado (20). De acordo com informações da Polícia Militar, por volta das 23h, uma guarnição foi até um bar no povoado Lajinha, zona rural do município, após uma denúncia de perturbação do sossego e desrespeito ao toque de recolher determinado pelo governo estadual. Ainda conforme a PM, ao abordar cerca de trinta pessoas que estavam no local, os policiais encontraram na cintura do homem uma pistola calibre 9 milímetros, dois carregadores e 19 cartuchos. Ele foi encaminhado à central de flagrantes da Polícia Civil em Riachão do Jacuípe. Já o bar foi fechado por causa do descumprimento das medidas sanitárias, conforme a polícia. A Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que ao menos vinte e três pessoas foram autuadas por desrespeito ao toque de recolher, em diversas regiões da Bahia, no segundo dia de cumprimento do decreto estadual.

Notícias de Santaluz

Santaluz confirma mais 2 óbitos por complicações da Covid e total chega a 26

Share Button

Foto: Freepik

Mais dois óbitos por complicações da Covid-19 foram confirmados em Santaluz, segundo boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde na noite deste sábado (20). Uma das vítimas fatais é uma jovem de 22 anos, que era diabética e tinha problemas renais. Ela contraiu o coronavírus na unidade médica onde fazia tratamento, em Salvador. O segundo caso é de um homem de 76 anos, morador do povoado Várzea da Pedra, que estava internado em um hospital de Feira de Santana e morreu neste sábado. Agora, Santaluz contabiliza 26 mortes por complicações da Covid-19. Um óbito ainda é investigado. O boletim informou também que foram registrados cinco novos casos da doença nas últimas 24h. Com isso, o município passa a contabilizar 1.944 diagnósticos positivos, 1.692 curas clínicas e 226 pacientes com o vírus ativo. Há ainda 139 suspeitas de infecção aguardando resultados de exames.

Notícias de Santaluz



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia