WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio

Vista aérea de Santaluz



Acabe com a dengue


Laboratório Checap

Drogaria Santana

Adrivana Cunha Hospital de Olhos


Câmeras corporais começam a ser utilizadas por policiais militares em Salvador

Share Button

Câmeras corporais começam a ser utilizadas por policiais militares em Salvador | Foto: Divulgação/SSP

A partir desta terça-feira (7), as câmeras corporais operacionais começam a ser implementadas nas fardas dos agentes das forças de segurança da Bahia. Nesta primeira etapa, 448 câmeras serão utilizadas por policiais das Companhias Independentes da Polícia Militar (CIPM) nos bairros de Pirajá, Tancredo Neves e Liberdade, na capital baiana. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP), os locais foram escolhidos com base em critérios técnicos, priorizando áreas com maior número de atendimentos.

Para o secretário da Segurança Pública, Marcelo Werner, a iniciativa tem como objetivo aumentar a transparência e a segurança das ações policiais, tanto para os agentes quanto para a população.

Segundo a SSP, as câmeras corporais registrarão de forma contínua e inviolável a atuação dos agentes, com o objetivo de garantir mais clareza e precisão nas ocorrências. O acesso às imagens só será autorizado por ordem judicial ou por requisição fundamentada à Secretaria de Segurança Pública. 

Notícias de Santaluz

Governo do Estado encaminha à Alba projetos de lei para pagamento de R$ 1,5 bilhão em precatórios do Fundef a educadores

Share Button

Foto: Mateus Pereira/GOVBA

O Governo da Bahia encaminhou à Assembleia Legislativa dois projetos de lei que visam disciplinar a distribuição dos cerca de R$ 1,5 bilhão da terceira parcela dos precatórios judiciais do Fundo de Desenvolvimento do Ensino Fundamental e Valorização do Magistério (Fundef). Os recursos serão utilizados para complementar verbas do Fundo não repassadas entre 1998 e 2006.

Abono proporcional

De acordo com o governo estadual, o primeiro projeto destina mais de R$ 900 milhões (60% do total) ao pagamento de um abono proporcional aos professores e coordenadores pedagógicos que atuaram na educação básica entre janeiro de 1998 e dezembro de 2006. O cálculo do abono levará em consideração a jornada de trabalho e o tempo de efetivo exercício dentro desse período.

A previsão é que 87.289 pessoas sejam beneficiadas, incluindo profissionais que já se desligaram do Estado e herdeiros de servidores falecidos.

Abono extraordinário 

Conforme o governo, o segundo projeto prevê a destinação de 30% dos recursos (cerca de R$ 450,4 milhões) para um abono extraordinário a ser distribuído de forma igualitária, por carga horária, a cerca de 85 mil professores e coordenadores pedagógicos do Estado — incluindo servidores ativos, aposentados e profissionais contratados por meio do Regime Especial de Direito Administrativo (REDA), independente destes trabalhadores terem atuado ou não durante o período de erro no repasse das verbas do Fundef.

O abono será pago em parcela única, calculada de forma proporcional à carga horária cumprida pelo servidor. Para quem cumpre carga horária de 40 horas, o valor da parcela será de R$ 6.379,47.

Mais de 51 mil servidores receberão os dois abonos 

Segundo o governo da Bahia, os mais de 51 mil servidores que estavam em exercício na época dos repasses incompletos e permanecem no Estado, seja como ativos ou inativos, receberão os dois abonos, caso os projetos sejam aprovados.

Próximos passos

Após a aprovação dos projetos de lei, serão publicados decretos e portarias com os regramentos sobre o pagamento. Logo em seguida, serão adotadas as providências para a efetivação dos respectivos pagamentos.

Histórico de pagamentos

Em 2022, a Bahia destinou cerca de R$ 1,4 bilhão em recursos dos precatórios do Fundef a mais de 87 mil beneficiários. No ano passado, o Governo pagou a segunda parcela, destinando R$ 1,36 bilhão. Com a aprovação da legislação do terceiro repasse, a Bahia terá destinado mais de R$ 4,2 bilhões para pagamento dos precatórios a educadores.

Notícias de Santaluz

Mulher assume condição genética e deixa barba crescer: ‘Precisava me sentir completa’

Share Button

Por g1 AL

Maria da Conceição cansou de se barbear e resolveu adotar a barba e o bigode | Foto: Ailton Cruz

Aos 47 anos, a empregada doméstica Maria da Conceição Gomes da Silva resolveu deixar a barba crescer. Isso mesmo! Ela é uma mulher que desde os 13 anos se barbeava com medo do julgamento das pessoas na rua, mas decidiu assumir os pelos que surgem no rosto por causa do excesso de testosterona (hormônio masculino) em seu organismo.

Agora Maria se sente tão confiante que até criou um perfil no Instagram para mostrar sua rotina e adotou o apelido de “Barbudinha”. Para ela, a barba grande, já com pelos brancos, e o bigode preto, ralinho, viraram símbolo de liberdade e de autoaceitação.

“Eu vivi muito tempo presa, com medo do preconceito. Mas eu sou adulta, apesar de não saber ler, eu sou dona de mim e precisava disso para me sentir completa. Então eu parei de me barbear”, afirmou Maria.
Os primeiros pelos no rosto surgiram quando ela ainda era adolescente. A mãe, preocupada, tomou a iniciativa de raspá-los e orientou a filha para que ela seguisse raspando a barba.

“Uma tia tinha [barba], ela raspava também. Eu sei que isso é genético e que de alguma forma eu acabei herdando. Quando minha mãe notou os primeiros pelos no meu rosto, começou a me barbear. Ela tinha muito medo do preconceito das pessoas, que rissem de mim”, lembrou.

A doméstica buscou orientação médica porque, além do surgimento de pelos no rosto, o excesso de testosterona também fazia com que ela não conseguisse engravidar e não menstruasse. Atualmente, Maria faz tratamento hormonal, mas isso não impede o crescimento da barba.

Maria é casada com Tinho Silva há 17 anos. Ele conta que não sabia que a esposa tinha barba até esse ano. “Eu não sabia de nada, mas já tinha visto ela no espelho se barbeando. Achei que era algo normal, algum pelo maior que estava incomodando. Mas que ela tinha essa barba toda, nunca soube”.

Aceitação gerou impasse no casamento

Agora, Tinho fala tranquilamente da barba da esposa, mas as primeiras semanas após a decisão de deixá-la crescer não foram fáceis e isso quase terminou em separação.

“Aos poucos, o marido começou a notar e mandava eu tirar. Eu disse que não ia, ele chegou a me ameaçar, dizer que ia se separar de mim. Mas eu não me abalei, queria ser eu, queria que ele me aceitasse como eu sou”, disse Maria.
O marido da Barbudinha até pensou em adotar medidas extremas como raspar a barba da esposa enquanto ela estivesse dormindo.

“Passei a noite pensando, fiquei com medo do preconceito, do que as pessoas iam falar. Mas quando ela acordou e me deu bom dia, eu não pensei em mais nada, só em apoiar a minha esposa. Ela me ama, me respeita, porque eu vou deixar a minha companheira de uma vida toda?”, afirmou Tinho.

Maria comemora que o casal deu a volta por cima, driblou o preconceito e agora lida com essa condição genética com muito humor e amor.

“Eu fui firme, disse que estava feliz, que estava sendo quem eu realmente era e que não ligava para os olhares e nem o preconceito. Foi quando ele disse que não iria se separar e que ia me aceitar como eu queria ser”, disse a doméstica.

Repercussão nas ruas e a exposição nas redes sociais

O casal conta que nos 17 anos de relacionamento nunca houve espaço para brigas. Até o salão que Maria costumava frequentar para pintar os cabelos brancos ficou no passado depois que a barba cresceu, e o marido também a apoiou nisso. “Ele disse que era lindo do jeito que eu me sentisse bem”.

Maria reconhece que o visual exótico pode assustar quem vê pela primeira vez, mas quando ela fala que é feliz e que encara a vida de uma forma leve, as pessoas entendem e até admiram a sua coragem.

“Muita gente só acredita que é de verdade quando pega na barba”, brinca Maria, e garante que não se incomoda quando pedem para tocar.

Foi aí que Tinho incentivou a esposa a gravar vídeos do dia a dia em casa, das idas ao mercado, passeio nas ruas… Tem vídeo no Instagram que já ultrapassou mais de 320 mil visualizações.

Com toda essa repercussão, Barbudinha diz que não pretende cortar a barba. Um médico que a acompanha afirmou que até o final do ano, se ela não cortar nem aparar, o comprimento dos pelos deve chegar a um palmo, cerca de 22 centímetros.

Para manter uma boa aparência com a barba grande, o cuidado é fundamental. Ela não gosta de frequentar barbeiros, então faz seu próprio tratamento em casa.

“Lavo e hidrato todos os dias. Cuido como algo normal no meu corpo. Eu que faço tudo, até óleo na barba eu coloco. Nunca fui em nenhuma barbearia porque não me sinto bem, mas uso produtos como qualquer homem que mantém barba”, afirmou Maria.

Dupla assalta loja no Centro de Queimadas e foge disparando tiro para o alto

Share Button

Bazar e papelaria no Centro de Queimadas é assaltado por dupla armada | Foto: Reprodução/Redes sociais

Um bazar e papelaria localizado na região central de Queimadas, próximo à Praça da Bandeira, foi assaltado por dois homens na tarde desta segunda-feira (6). O crime, que durou menos de um minuto, foi registrado pelas câmeras de segurança do estabelecimento, que também funciona como correspondente bancário.

As imagens mostram os criminosos, um deles usando capacete e o outro capuz, chegando ao local em uma motocicleta por volta das 14h06. Ao entrarem na loja, anunciaram o assalto e apontaram armas de fogo para duas funcionárias. Após roubarem uma quantia em dinheiro ainda não divulgada, os assaltantes fugiram em alta velocidade.

Um dos criminosos disparou um tiro para o alto depois de sair do estabelecimento. Equipes das polícias Civil, Militar e da Guarda Civil Municipal foram acionadas e iniciaram buscas pelos suspeitos, mas ninguém havia sido preso até a publicação desta matéria.

Notícias de Santaluz

Casal de Valente e Santaluz sofre com as enchentes no Rio Grande do Sul

Share Button

Casal de Valente e Santaluz sofre com as enchentes no Rio Grande do Sul | Fotos: Reprodução Redes sociais

Um casal natural dos municípios baianos de Valente e Santaluz, que reside há 12 anos na cidade gaúcha de Lajeado, está passando por momentos de aflição devido às fortes enchentes que atingiram o Rio Grande do Sul. As inundações, consideradas as maiores da história do estado, causaram diversos danos materiais e comprometeram o acesso à água potável e alimentos.

A situação do casal Rafael Gonçalves e Quele Gonçalves foi relatada por Rodrigo Gonçalves, irmão de Rafael e dono de uma farmácia em Valente. Segundo Rodrigo, o casal reside no quarto andar de um prédio em Lajeado e presenciou a água subir rapidamente, inundando completamente os apartamentos do térreo e causando a perda de todos os pertences ali armazenados.

“E pra piorar, estamos com muita dificuldade de comunicação, falta de energia, internet muito ruim, cidade totalmente ilhada, ninguém sai e nem entra e nossa preocupação maior é que não tem água potável e existe a possibilidade de faltar alimento”, relatou Rodrigo ao Calila Notícias.

Rafael trabalha como vigilante no Banco do Brasil na cidade vizinha de Arroio do Meio, também afetada pelas inundações. As duas principais vias de acesso a Lajeado, pontes consideradas cartões postais da cidade, foram levadas pela forte correnteza, agravando ainda mais a situação de isolamento.

As fortes chuvas que afetam o Rio Grande do Sul desde a semana passada já provocaram 83 mortes e afetaram 364 dos 497 municípios gaúchos.

Além disso, 129 mil pessoas tiveram que deixar suas casas e 20 mil estão morando em abrigos, segundo os dados do boletim mais recente da Defesa Civil do Estado, divulgado no início da tarde desta segunda-feira (6).

O governo do Rio Grande do Sul ainda contabiliza que 850 mil pessoas foram afetadas pelo evento climático extremo. No total, 291 pessoas estão feridas e 111 desparecidas.

As cidades com o maior número de óbitos são Cruzeiro do Sul (oito mortes), Gramado (sete), Veranópolis (cinco), Caxias do Sul (cinco), Lajeado (cinco) e Santa Maria (cinco).

Com informações do Calila Notícias e BBC News

Jerônimo Rodrigues e Jaques Wagner reforçam aliança do PT com o Avante na Bahia: “Tem sido um partido parceiro”

Share Button

Fotos: Mauricio Leiro/Bahia Notícias e Joilson Cesar/BNews

O governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues (PT), participou do encontro nacional do partido Avante, realizado no último sábado (4) no Centro de Convenções de Salvador. Na ocasião, o governador reafirmou seu compromisso em fortalecer os partidos aliados no estado, inclusive o Avante, mesmo com divergências pontuais entre candidatos ou pré-candidatos.

“É isso que combinamos com o [Ronaldo] Carletto [presidente estadual do Avante]”, disse Jerônimo. “Avante é um partido que, desde sua origem, tem sido um partido parceiro. Quanto a questão de candidatos ou pré-candidatos que não votaram em mim, é isso que nós combinamos com o Carletto, com o Neto, com os dirigentes, nós estamos fortalecendo um partido, para que não haja discrepância entre os tamanhos dos partidos. A democracia não se constitui com um partido ou dois, ou três. Vim aqui garantir que essa disputa seja para engrandecer a política baiana”, completou.

O governador comentou ainda a posição de destaque do Avante no governo estadual. “Naturalmente a gente [vai] melhorar a performance e a estruturação do partido a nível nacional e aqui na Bahia. Tenho certeza que os dirigentes do Avante irão continuar conduzindo a política como sempre. Eu tenho no meu governo o prazer de contar com os secretários desse partido, tenho tido apoio na assembleia, no congresso, então vim aqui desejar a eles sucesso nas eleições e para enfrentarmos o que virá em 2024”, concluiu.

O senador Jaques Wagner também esteve presente no evento e reforçou a parceria entre PT e Avante. “A nossa trajetória sempre foi essa de agregar partidos, pessoas e lideranças. O Avante já estava desde a outra eleição. Hoje é uma convenção, não é a chegada deles para cá. Eles já estavam em nossa base aqui na Bahia e a nível nacional conversando com o presidente Lula”, afirmou Wagner.

Com informações do Bahia Notícias e BNews

Menina de 9 anos escreve carta denunciando assédios do padrasto e coloca na bolsa da mãe

Share Button

Por g1 Triângulo

Carta escrita por menina de 9 anos | Foto: Reprodução/Arquivo pessoal

Um homem de 25 anos foi preso em Patos de Minas, no Alto Paranaíba, depois que a enteada, de 9, escreveu uma carta e colocou na bolsa da mãe denunciando os assédios e abusos que sofria em casa. O homem foi preso na quarta-feira (1°). 

De acordo com a Polícia Militar (PM), a mãe da menina contou que na terça-feira (30), a filha disse que era para ela ler uma carta que estava na bolsa, porém, esqueceu de ler.

No dia seguinte, enquanto estava no trabalho, a mulher começou a receber diversas mensagens da filha com áudios e vídeos que mostravam os assédios do padrasto.

Nesse momento, a mãe se lembrou da carta e a leu. No texto, a menina expôs em letras garrafais os abusos que sofria. Leia a transcrição da carta abaixo:

“Mãe, sabe hora que você veio aqui embaixo? O L* ficou me olhando de um jeito muito safado. Ele colocou a mão na minha coxa e eu tirei. Depois ele começou a mexer na parte dele e colocou para fora do short. Isso acontece desde a casa da G*. Lá ele falava que sempre quis g* em mim, só que sempre eu falei não. Quando você ia trabalhar, ele sempre colocava a mão lá e mandava eu ver só que eu falava não”.

A mulher voltou para casa e pediu que uma amiga acionasse a PM. O homem foi preso nos fundos do imóvel.

Em depoimento, ele disse que irá se responsabilizar pelos seus atos. Em seguida, foi levado para a Polícia Civil.

‘Não percebi que estava morto’, diz sobrinha que levou idoso a banco

Share Button

Por g1, Fantástico

Erika de Souza Vieira Nunes, acusada de levar o tio morto ao banco, em entrevista exclusiva ao Fantástico | Foto: Reprodução/TV Globo

Erika de Souza Vieira Nunes, de 42 anos, é a sobrinha de Paulo Roberto Braga, que morreu aos 68 anos. Ela foi protagonista de uma imagem que o Brasil inteiro viu. No vídeo, Erika leva o tio em uma cadeira de rodas ao banco para sacar um empréstimo de 17 mil reais. Paulo Roberto estava morto.

Na quinta-feira (2), ela deixou a cadeia depois de duas semanas presa.

“Foram dias horríveis longe da minha família. Vivi momentos da minha vida que não suportava mais. Muito difícil. Foi horrível eu não percebi que meu tio estava morto. […] Eu não sou essa pessoa que estão falando, não sou esse monstro”, se emocionou.

Erika recebeu a equipe do Fantástico com exclusividade no escritório da advogada. “A relação [com Paulo Roberto, o tio] era ótima. Ele era independente, fazia o que queria. Ele tinha uma mente boa. Não era cadeirante e eu não era cuidadora dele”, disse.

Perguntada se não achou que Paulo Roberto estava fraco demais para sair de casa, ela respondeu: “Não, porque ele me pediu para ir”. E relatou que tudo correu bem dentro do carro no trajeto até o banco.

Erika descreve o diálogo que teve com Paulo Roberto antes de entrarem na agência. Segundo ela, ainda na rua, ela perguntou ao tio se ele ficaria mais confortável caso apoiasse a cabeça dele. “Eu perguntei se assim ficaria melhor, ele disse que sim”.

Sobre a sequência de acontecimentos dentro do banco, ela afirma “não conseguir lembrar de muita coisa” devido ao uso dos remédios controlados que toma com regularidade.

“Como eu faço tratamento, eu tomava zolpidem, às vezes tomava mais do que um. [O esquecimento] não sei se foi efeito do remédio que eu tinha tomado naquele dia”, afirma.

A condição de saúde de Paulo Roberto

Antes de ir ao banco, Paulo Roberto ficou internado por uma semana em uma unidade de saúde estadual. De acordo com Erika, ela não recebeu nenhuma orientação dos médicos após a alta.

“Me deram uma receita de um remédio de cinco dias, eu comprei o remédio e a fralda. Eu pensei que ele ia ter uma melhora, que era só uma pneumonia”, conta.

O que diz a Justiça

Nesta semana, o Ministério Público denunciou Erika e afirmou que ela agiu de forma consciente, voluntária e demonstrou total desprezo e desrespeito por Paulo Roberto.

A juíza Luciana Mocco aceitou a denúncia do MP e Erika virou ré por tentativa de estelionato e vilipêndio de cadáver, que é o ato de menosprezar a pessoa morta.

A magistrada revogou a prisão preventiva, alegando que Erika é ré primária, tem residência fixa e que não representa risco para a ordem pública em liberdade. A juíza relatou também que Erika é portadora de saúde mental debilitada e precisa cuidar da filha menor de idade que tem necessidades especiais.

A Polícia Civil do Rio abriu outro inquérito e investiga se ela cometeu homicídio culposo – quando não há a intenção de matar.

Por ordem de Putin, Rússia anuncia exercícios militares com armas nucleares contra ‘ameaças ocidentais’

Share Button

Por g1

Presidente da Rússia, Vladimir Putin, participa de cerimônia da Páscoa Ortodoxa em Moscou | Foto: Sputnik/Valeriy Sharifulin/Pool via Reuters

O Ministério da Defesa da Rússia anunciou nesta segunda-feira (6) que vai incluir o uso de armas nucleares táticas em exercícios militares que serão realizados em breve, por ordem do presidente do país, Vladimir Putin.

Em nota, o ministério disse que o ato é uma resposta a “falas provocativas e ameaças de certas autoridades ocidentais contra a Federação Russa”.

O comunicado não cita nominalmente as autoridades ocidentais, mas a Rússia tem declarado em várias ocasiões que as falas do presidente da França, Emmanuel Macron, sobre uma possível intervenção na Ucrânia são extremamente perigosas.

Ao mesmo tempo em que Macron declarou repetidas vezes que não descarta enviar tropas para a Ucrânia, o secretário de Relações Exteriores do Reino Unido, David Cameron, afirmou que forças de Kiev poderão usar armas de longa distância britânicas para atingir alvos em território russo.

Arsenal nuclear tático

Os exercícios vão incluir treinos de preparação para o uso de armas nucleares não estratégicas, segundo a Defesa. Serão mobilizadas divisões do Distrito Militar do Sul e destacamentos navais.

O arsenal nuclear tático tem um poder de destruição menor, se comparado a ogivas nucleares equipados com mísseis balísticos intercontinentais, projetados para destruir cidades inteiras. Ele inclui bombas jogadas de aviões e ogivas para mísseis de curta distância.

A Rússia alega que os EUA e seus aliados na Europa estão levando o mundo para a iminência de um confronto entre potências nucleares ao apoiar a Ucrânia com dezenas de milhões de dólares em armas no confronto contra as forças de Moscou, desde a invasão russa ao país iniciada em fevereiro de 2022.

Países que possuem armas nucleares ativas em seu arsenal costumam realizar checagens de rotina, mas raramente apontam esses exercícios como respostas a ameaças específicas.

Colisão entre motos deixa duas pessoas feridas na BA-120, em Santaluz

Share Button

Colisão entre motos deixa duas pessoas feridas na BA-120, em Santaluz | Foto: Divulgação/GCM

Um homem e uma mulher identificados como Caio Gabriel Oliveira Silva, de 23 anos, e Simone Santos de Jesus, de 36 anos, ficaram feridos após um acidente entre duas motocicletas na noite deste domingo (5), na BA-120, em Santaluz, na região sisaleira da Bahia. A colisão frontal aconteceu por volta das 21h30, próximo ao contorno na saída para Valente.

De acordo com informações da Guarda Civil Municipal (GCM), a mulher precisou ser entubada no local pela equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Após o atendimento inicial, as vítimas foram encaminhadas para o hospital municipal.

Ainda não há detalhes sobre as circunstâncias da colisão. No momento do acidente, a pista estava molhada.

Notícias de Santaluz

Colisão entre motos deixa duas pessoas feridas na BA-120, em Santaluz | Fotos: Divulgação/GCM



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia