WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio


Anuncie aqui



Max Santa Luzia

Laboratório Checap

Adrivana Cunha - Hospital de Olhos

Império Store

Drogaria Santana

Homem é encontrado morto com perfuração no pescoço dentro de casa em Araci

Share Button

Homem estava com uma perfuração no pescoço e ao lado corpo havia uma barra de ferro | Foto: Redes Sociais

Paulo Cerqueira Lima, de 39 anos, foi encontrado morto dentro de casa na tarde desta quinta-feira (8), no bairro Cascalheira, em Araci, região sisaleira da Bahia. De acordo com informações da Polícia Militar, o homem estava com uma perfuração no pescoço e ao lado corpo havia uma barra de ferro. Ainda segundo a polícia, um irmão de Paulo contou que ele era usuário de drogas e morava sozinho. Uma equipe do Departamento de Polícia Técnica de Serrinha foi acionada para remover o corpo. A Polícia Civil também foi informada e deve investigar o caso.

Notícias de Santaluz

Diretor da Anvisa diz que pandemia ‘está longe de seu fim’

Share Button

Por G1

Foto: Alan Santos/PR

O diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antônio Barra Torres, disse nesta quinta-feira (8) que a situação do Brasil na pandemia da Covid-19 está “longe de seu fim”. “O entendimento que temos aqui na agência, e não é um entendimento dos mais felizes, é que essa situação que atravessamos, ela está longe de seu fim, não há entre nós a convicção de que a fase pior tenha passado”, disse o diretor-presidente da Anvisa em sessão da comissão do Senado que acompanha as ações contra a pandemia. O Brasil tem vivido nas últimas semanas a fase mais aguda da pandemia, desde que os primeiros casos de Covid-19 foram registrados no país, há pouco mais de um ano. Tanto o número de mortes diárias quanto o de novos casos de infecção dispararam e vêm registrando sucessivos recordes negativos. “Temos tido uma série de sinalizações de possibilidades ainda mais desafiadoras, no porvir a curto e médio prazos, portanto, não vemos nenhum sentido em manter os olhos apenas nos próximos minutos, nos próximos dias, então, temos sim que olhar para o futuro até mesmo mais longe” afirmou Barra Torres.

Luzense com extensa ficha criminal morre após confronto com a PM em Vitória da Conquista

Share Button

Aron era natural de Santaluz | Foto: Notícias de Santaluz/Arquivo

Antônio Aron de Jesus Santos, de 25 anos, morreu após um confronto com policiais militares em Vitória da Conquista, região sudoeste da Bahia, na noite de quarta-feira (7). De acordo com informações da PM, uma guarnição das Rondas Especiais (Rondesp) fazia patrulhamento pelo bairro Pedrinhas quando foi recebida a tiros. Ainda de acordo com a PM, os policiais revidaram e Aron foi baleado. Ele chegou a ser socorrido e levado para um hospital da cidade, mas não resistiu. A polícia informou que apreendeu uma pistola da marca Glock, modelo G25, além de sete cartuchos calibre 380. Aron era natural de Santaluz, na região sisaleira da Bahia, e possuía uma extensa ficha criminal com passagens por envolvimento com drogas, violência doméstica e porte ilegal de arma de fogo.

Notícias de Santaluz

Polícia Militar informou que pistola foi apreendida durantre a ação | Foto: Divulgação/PM

Homem é preso após ir armado a delegacia na Bahia para pedir emprego de carcereiro

Share Button

Por G1 BA

Foto: Blog Bahia 10/Reprodução

Um homem de 38 anos foi preso após ir armado com um revólver calibre 38, e seis munições, à delegacia de Iaçu, no nordeste da Bahia, pedir um emprego como carcereiro. Conforme o delegado Thiago Costa, ele foi preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo.

O caso aconteceu na tarde de quarta-feira (7). De acordo com o delegado, os investigadores perceberam que ele estava com um objeto na cintura. Ao abordar o homem, os funcionários da delegacia encontraram a arma.

“O homem apareceu na delegacia de Iaçu no dia de ontem. Segundo ele, queria solicitar uma conversa com o delegado para pedir um emprego de carcereiro na delegacia. Os funcionários me comunicaram, eu autorizei a entrada do cidadão”, disse o delegado Thiago Costa.

“Quando ele estava entrando no gabinete do delegado, graças ao policial civil que estava de plantão na ocasião, ele foi abordado no momento que estava entrando na minha sala e com ele foi encontrado um revólver calibre 38 com seis munições na cintura”.

Thiago Costa informou que o suspeito disse que já foi carcereiro na delegacia de Canavieiras e estava a procura de uma nova oportunidade na profissão. Ele contou ao delegado que andava armado, porque estava sendo ameaçado de morte. Contudo, não entrou em detalhes sobre o motivo da ameaça e nem de quem era a arma.

“Eu dei voz de prisão por porte ilegal de arma, ele foi autuado em flagrante. Arbitrei uma fiança [no valor de R$ 1 mil] que no final do dia foi paga e ele responderá o inquérito policial em liberdade”, disse o delegado.

Bahia recebe mais 281 mil doses de vacinas contra Covid-19

Share Button

Foto: Divulgação/Sesab

Mais 281.400 doses de vacinas contra a Covid-19 chegaram à Bahia nesta quinta-feira (8). Do total, 152 mil foram produzidas pela Fiocruz/Astrazeneca/Oxford e 129.400 pelo Butantan/Sinovac. Com esta carga, que chegou ao aeroporto de Salvador por volta das 9h45, o estado totaliza 3.274.950 doses recebidas desde o dia 18 de janeiro, quando chegou a primeira remessa. Este é o décimo segundo envio que chega a Bahia.

O secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, explica que “as vacinas serão enviadas imediatamente aos municípios, em uma operação que conta com aeronaves do Grupamento Aéreo (Graer) da Polícia Militar e da Casa Militar do Governador (CMG), logo após a conferência da carga pela equipe de imunização do estado”, afirma o secretário.

As vacinas que chegaram hoje serão enviadas, exclusivamente, aos municípios que aplicaram 85% ou mais das doses anteriores. Esta é uma decisão da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), que é uma instância deliberativa da saúde e reúne representantes dos 417 municípios e o Estado.

Esta nova remessa dará possibilidade de que continue sendo imunizado o público alvo da primeira fase do plano de vacinação contra Covid-19. Em definição feita em CIB, há ainda autorização para os municípios que conseguirem alcançar as metas da primeira fase, ampliarem a aplicação das doses para idosos de 60 anos ou mais. A população quilombola, pessoas com doença renal crônica em tratamento de hemodiálise e profissionais das forças de segurança também continuarão a ser vacinados, como ficou definido em reunião da CIB.

Em um comparativo nacional, a Bahia está posicionada como segundo estado que vacinou o maior percentual da população.

Notícias de Santaluz

Anvisa autoriza testes clínicos de mais uma vacina contra Covid-19 no Brasil

Share Button

Por Bahia Notícias

Foto: Freepik

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou nesta quinta-feira (8) a realização da fase 3 de testes no Brasil com a vacina contra Covid-19 desenvolvida pela biofarmacêutica Medicago R&D Inc, do Canadá, e pela farmacêutica britânica GlaxoSmithKline (GSK). O ensaio clínico envolverá 3,5 mil voluntários a partir de 18 anos.

Segundo o órgão regulador, os participantes receberão uma dose única da vacina ou um placebo (substância inativa), para servir de grupo controle. A determinação de quem recebe a vacina ou o placebo será feita de forma aleatória (randomizada), e será do tipo “cego para observador”, quando os voluntários ou os pesquisadores não sabem quais pessoas receberam qual substância.

A data de início dos testes não informada. A vacina da Medicago/GSK é administrada em duas doses com 21 dias de intervalo.

Além do Brasil, a fase 3 da vacina também será testada no Canadá, Estados Unidos, América Latina, Reino Unido e Europa. O estudo deverá envolver ao todo 30 mil voluntários.

Orquestra Sisaleira se apresenta na abertura da Feira Literária de Canudos

Share Button

Orquestra Sisaleira utiliza instrumentos da planta de origem mexicana | Foto: Arquivo pessoal

A Orquestra Sisaleira, de Conceição do Coité, no sertão da Bahia, vai se apresentar nesta quinta-feira (8) na abertura da edição virtual da Feira Literária de Canudos (Flican).

O grupo musical foi criado em 2018 e é formado por adolescentes e jovens que fazem parte do projeto “Som do Sisal”. Foi buscando uma alternativa para a construção de instrumentos musicais mais baratos que Josevaldo Nim, ou maestro Nim, fundador do projeto, teve a ideia de utilizar um material abundante na região: o sisal.

A planta é de origem mexicana, mas atualmente o estado da Bahia é o maior polo produtor e industrial no mundo. A região “sisaleira” do estado compreende os municípios como Valente, Queimadas, Santaluz, Retirolândia, São Domingos, Araci e Conceição do Coité.

Josevaldo conta que a ideia de usar o sisal para confeccionar instrumentos surgiu quando foi participar de uma formação em Tocantins, onde descobriu que a comunidade construía violas a partir do buriti, planta abundante na região do cerrado brasileiro.

“Depois percebi que o buriti tem uma semelhança com o sisal: a parte interna das duas plantas é meio ‘esponjosa’. Eu trouxe uma viola de buriti para casa e mostrei para meu primo. Ele topou tentar construir uma viola de sisal, inspirada na de buriti. Foi a partir disso que surgiu o projeto ‘Som do Sisal'”, conta o músico.

Ainda de acordo com o fundador do grupo, a utilização da planta também surgiu a partir da demanda dos jovens, que precisavam de acesso a instrumentos musicais mais baratos. No entanto, não se limita a isso, pois também passa pelos pilares da inovação, sustentabilidade e fortalecimento da cultura local.

“O uso do sisal surgiu como uma iniciativa sustentável e inovadora. É um trabalho de responsabilidade ambiental e ao mesmo tempo agrega valor simbólico para a região e para a cultura local. A ideia é multiplicar esse conhecimento e dar mais acesso à música e à cultura para os nossos jovens”, ressalta.

A madeira e o som

O corpo dos instrumentos utilizados pela orquestra é feito de uma parte específica da planta do sisal, a haste, conforme explica Josevaldo. A haste é uma parte do sisal que “sobra”, depois que as folhas são retiradas para a confecção da fibra (usada para fazer cordas).

“A parte que a gente utiliza da planta é a haste, uma flecha que surge no final do ciclo produtivo da planta, que tem um ciclo de 4-6 anos. Quando já foram retiradas as folhas para fazer fibra, surge essa ‘flecha’. Dela é que retiramos a madeira”, explica.

O material utilizado no corpo dos instrumentos já é usado em outras situações. “Aqui na região o pessoal usa esse material para fazer cercados, suporte para construção civil, mas têm pouco uso”, conta Josevaldo.

“Com a nossa descoberta, acabamos desenvolvendo outro uso para esse material e agregando valor simbólico/cultural para ele”.

Os instrumentos, no entanto, não são feitos totalmente do sisal. Também são utilizadas madeiras. De acordo com Josevaldo, fica cerca de 70% de sisal em cada instrumento. Isso já é o suficiente para dar uma sonoridade característica para a música feita a partir desses instrumentos.

“O sisal dá uma característica bem peculiar ao som dos instrumentos que nós fabricamos. Costumamos dizer que temos um laboratório permanente da sonoridade desses instrumentos, mas também vai muito além, porque também vai investigar a cultura da comunidade e representamos tudo isso no palco”, finaliza Josevaldo.

O grupo se apresenta às 19h, na abertura da II Feira Literária de Canudos. O evento gratuito será transmitido pelo canal da Universidade do Estado da Bahia, campus Canudos.

Homem fica ferido após ser atingido com golpes de facão na zona rural de Valente

Share Button

Foto: Ilustração

Um homem identificado como Jorge Edson Santos Silva, de 40 anos, ficou ferido após ser atingido com golpes de facão, na noite desta quarta-feira (7), no povoado Recreio, zona rural do município de Valente, na região sisaleira da Bahia. De acordo com a Polícia Militar, um homem identificado como Neném é apontado como autor do crime, cuja motivação não foi informada até a publicação desta matéria. Uma guarnição da PM fez buscas pelo suspeito, mas ele não foi encontrado. Ainda conforme a polícia, a vítima sofreu vários cortes e foi socorrida para o hospital da cidade. Seu estado de saúde é desconhecido.

Notícias de Santaluz

Santaluz tem 119 pessoas com o coronavírus ativo; Bahia registra maior número de óbitos em 24 horas desde o começo da pandemia

Share Button

Hospital Espanhol, centro de tratamento da Covid-19 na Bahia | Foto: Paula Fróes/GOVBA

Oito novos casos de Covid-19 foram registrados em Santaluz nas últimas 24 horas, de acordo com boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde na noite desta quarta-feira (7). A cidade contabiliza agora 2.352 diagnósticos positivos da doença desde o começo da pandemia.

Também foram registradas dezessete novas curas clínicas, chegando a 2.202 o número de pessoas recuperadas.

O total de pacientes que estão com o vírus ativos atualmente é 119. Há ainda 123 suspeitas de infecção sendo investigadas.

O boletim informou também que três pessoas permanecem internadas com Covid, mas não divulgou detalhes sobre o estado de saúde dos pacientes.

Bahia registra novo recorde de óbitos por Covid-19 em 24 horas

Nesta quarta-feira foram registrados 189 óbitos por Covid-19 na Bahia, o maior número desde o início da pandemia em um boletim epidemiológico sobre a doença.

Anteriormente este recorde havia sido no dia 31 de março, quando houve registro de 160 mortes.

Apesar de os óbitos terem ocorrido em diversas datas, a confirmação e registro foram contabilizados hoje.

Notícias de Santaluz

Bolsonaro diz que ‘não vai interferir’, mas que pode mudar política de preços da Petrobras

Share Button

Por G1

Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) criticou nesta terça-feira (7) os reajustes de preços de combustíveis e disse ser “inadmissível” o aumento de 39% no gás natural anunciado pela Petrobras na segunda-feira. Afirmou que não vai interferir, mas disse que pode mudar a “política de preços” da estatal com o apoio da Câmara dos Deputados.

“É inadmissível anunciar o reajuste de 39% do gás [natural]. Que acordos foram esses? Que contratos são esses? Foram feitos pensando no Brasil pelo período de 3 meses. Não vou interferir. A imprensa vai dizer o contrário. Mas podemos mudar essa política de preços lá’”, afirmou.

O aumento do gás natural é mais um anunciado pela Petrobras ao longo dos últimos dias. Na sexta-feira, a petroleira comunicou um reajuste de 5% do gás de cozinha.

Bolsonaro tem criticado publicamente o aumento de preços praticado pela Petrobras. Em fevereiro, decidiu indicar o general Joaquim Silva e Luna para substituir Roberto Castello Branco no comando da estatal porque se mostrou insatisfeito o reajuste do diesel e da gasolina.

Além da troca na Petrobras, a gestão Bolsonaro promoveu mudanças no comando de importantes estatais. André Brandão renunciou ao cargo de presidente do Banco do Brasil, e Wilson Ferreira Junior deixou o comando da Eletrobras.

Castello Branco, Brandão e Ferreira Junior eram nomes que tinham o respaldo do ministro da Economia, Paulo Guedes, e do mercado financeiro. Não à toa a troca de comando das estatais já provocou perdas bilionárias para as empresas na bolsa de valores.

Nesta quarta-feira, a fala de Bolsonaro voltou a repercutir no mercado financeiro. O dólar subiu 0,74%, cotado a R$ 5,6404.

Crítica durante posse de novo diretor

Na cerimônia de posse do novo diretor-geral brasileiro de Itaipu, realizada na tarde desta quarta em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, Bolsonaro afirmou que encaminhará novamente um projeto de lei que tem o objetivo de dar transparência à política de preços no país.

“Vocês [consumidores] precisam saber quanto o Governo Federal arrecada de imposto em cada combustível e quanto os governos estaduais recebem de impostos dos mesmos combustíveis. Isso é pedir muito? A previsibilidade é para vocês consumidores”, disse.

“Estou querendo interferir em uma estatal, na política de preços ou estou querendo transparência dessa estatal?”, acrescentou.

Segundo o presidente, o projeto deve ser colocado em pauta na Câmara em um prazo de 15 a 20 dias.

“Pelo projeto de lei queremos que o valor do imposto não seja único para os combustíveis em todo o Brasil, mas que seja um valor fixado em cada estado e cada governador se responsabilize, junto com o presidente, no valor cobrado de imposto de cada item”, concluiu.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia